Não baixe a guarda para o demônio

O sacerdote da Comunidade "El minuto de Dios", padre Alberto Linero é presença confirmada no Acampamento Quem Como Deus, que acontece na sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista(SP), neste fim de semana. Em entrevista à equipe do cancaonova.com, padre Alberto responde perguntas enviadas pelos internautas.

Como devemos trilhar um caminho de escolha por Deus e nos afastar do mal?

Padre Alberto: O primeiro ponto é ter claro que Deus é o mais importante, o mais valioso. Nunca devemos duvidar de que Ele é a base de qualquer decisão. O segundo, é entender que vivemos em meio a uma batalha, e que aquele que 'baixa a guarda' a perde. Em um dia, estava participando de um programa de televisão e me fizeram lutar boxe. O treinador me disse: “Padre, por nada o senhor deve baixar a guarda”, e insistiu “por nada!”. Logo que entrei na ringue, o público começou a aplaudir; então (propositalmente), baixei a guarda e levei um golpe terrível, a ponto de ir ao chão. Naquele dia, entendi assim acontece com o pecado: se baixarmos a guarda, ele nos vencer. Sabemos, irmãos, que o mais importante é não baixarmos a guarda em nenhuma área da nossa vida. Se, acaso, isso acontecer por um instante, será o suficiente para que se perca tudo.

Padre Alberto Linero durante entrevista ao cancaonova.com
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com


Na sociedade atual, o que tem impedindo a edificação do Reino de Deus?

Padre Alberto: O que tem me preocupado é que a sociedade, a cada dia, parece mais inimiga de Deus. O egoísmo tem impedido o Reino do Senhor, porque este é comunidade; o materialismo impede a realização sublime do Reino, a escravidão vai contra a liberdade que o Senhor nos deu. Dolorosamente, a sociedade, com seu evangelho e seus apóstolos, tem, a cada dia, convidado o homem a dar as costas para Deus e, assim, impedir a edificação do Seu Reino.

Que armas devemos usar para travarmos um bom combate?

Padre Alberto: Devemos ser dóceis ao Espírito Santo, essa é a principal arma, pois Deus atua batalhando por cada um de nós. Estejamos atentos à vida de oração, à leitura orante da Palavra, à celebração dos sacramentos e com a comunidade. Aquele que ama Deus deve ajudar o seu próximo a também amá-lo. São Paulo, em uma de suas cartas, apresenta-nos outras duas armas: a verdade e a .

 


Assista à pregação: "O diabo e seus anjos decaídos"

 



Qual a diferença entre possessão e infestação diabólica?

Padre Alberto: As diferenças são claras: somos filhos de Deus, portanto nosso coração é d'Ele. A possessão é um momento em que o diabo toma posse e o controle da sua vontade, da sua liberdade e do seu ser; a infestação seria os ataques permanentes que ele faz em nossas vidas. Eu creio que estamos selados pela força do Espírito Santo e eu espero que não haja possessão, porque o nosso coração está selado pela força do Espírito. Entendo que haja muitos ataques, mas duvido que, em alguns momentos, haja possessão total, mas ao menos conceitualmente é possível.

:: Leia sobre Exorcismo

Por que a cura interior é tão importante para a cura e a libertação?

Padre Alberto: De fato, é importante termos a casa limpa para que os outros digam que ela está bonita, acontece a mesma coisa na vida espiritual. Se você não está limpo por dentro, dificilmente você poderá viver para Deus, mas facilmente você viverá para o mal. É importante que se busque a cura das feridas do seu coração, de tal maneira que o mal não tenha como entrar em seu ser.

Leia mais:
:: Deus cura pelo amor
:: Armas para enfrentar o demônio
:: Visão e batalha espiritual

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo