O amor coloca nos caminhos do Senhor

Padre André Luna
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com
A manhã deste sábado na sede da Comunidade Canção Nova, foi envolvida por um clima familiar, aconchegante, fraterno, características marcantes da Comunidade Bethânia, que durante todo este final de semana realiza o encontro Na Trilha da Cura”, este voltado a apresentar alguns caminhos para a construção do homem, segundo do coração misericordioso do Senhor.

E para isso, a Comunidade Canção Nova, junto com a Comunidade Bethânia preparou uma série de programações, dentre estas se destacam celebrações da Santa Missa, pregações, orações e show na noite de sábado com o padre André Luna e Paulo Cesár, ambos membros da Comunidade Bethânia.

No início do evento, após a animação e oração inicial conduzida por membros desta comunidade, o padre André Luna falou da força da Palavra de Deus na vida do homem, a partir da Carta de São Paulo aos Romanos, capítulo oitavo, segundo ele a Palavra criadora de Deus coloca tudo em seu devido lugar, e desde já foi destinado ao homem trilhar um caminho rumo a meta que é o Senhor, por isso, devemos ter fé, pois é esta que nos dar a garantia que devemos trilhar os caminhos do Senhor, mesmo que passemos por estradas difíceis, pois é pela fé, que nos vem a certeza que estamos nos dirigindo ao Senhor.

José Gentil e Tatiana Machado, membros da Comunidade Bethânia
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

Padre André afirmou que de forma alguma podemos parar, uma vez que a vida é uma continua caminhada, e é neste caminho é que nosso coração vai sendo curado. O sacerdote fez uma analogia da vida do homem como um pequeno jardim, segundo ele Deus confia aos homens algumas coisas, para que estes administrem, cultivem, reguem. Afirmando que, quando construirmos um jardim, ele demora ainda algum tempo para começar a ficar bonito, pois um jardim recém construído, ainda está muito machucado, mas se continuamos a cuidar de cada detalhe, logo vamos enxergar sua beleza, assim, é nossa vida, se cuidamos dos dons de Deus, colheremos a beleza de sua vontade para nós.

Ainda pela manhã os membros da Comunidade Bethânia, Tatiana Machado e José Gentil, partilharam sobre a alegria do dom do celibato vivido a serviço da missão da Igreja nesta comunidade, em favor dos “filhos de Bethânia”. José Gentil testemunhou o caminho de cura que viveu em sua história, afirmando que o celibato não é uma renúncia, uma castração, mas sim uma resposta, um sim, a um chamado de Deus, portanto uma retribuição ao amor imenso do Senhor por nós. Para Tatiana o celibato é uma opção para o próximo, assim sendo, este é chamado a ser sinal de alegria, de fidelidade no seguimento ao Senhor para todo mundo.

Enfim, a manhã deste encontro foi uma verdadeira partilha de irmãos, um momento de família, e nesta intimidade, o amor de Deus foi semeado, confirmado-o como a única via capaz de oferecer aos homens caminhos para a cura, pois em seu amor, em suas chagas todos os homens foram curados.

 
 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo