'O Espírito dá vitória às nações'

A liturgia rege toda a vida da Canção Nova, porque somos uma comunidade da Palavra, e esse Hosana vem nos coroar com uma liturgia que fala de homens que prepararam o caminho do Senhor para que as nações vejam a sua vitória. A identidade da Canção Nova está na Palavra e se alimenta dessa liturgia que hoje nos fala de três homens que nos apresentaram a missão de preparar o caminho. Está no coração desses homens o Hosana Brasil.

O profeta Isaías anuncia acontecimentos futuros, profeta do Antigo Testamento que vem preparar o caminho do Senhor. “Naqueles dias, nascerá uma haste do tronco de Jessé e a partir da raiz, surgirá o rebento de uma flor; sobre ele repousará o espírito do Senhor…” Isaías 11,1-2. Jessé é pai do rei Davi, daí vem a linhagem de Jesus.

Já na segunda leitura encontramos Paulo, que se apresenta como ministro de Jesus Cristo junto aos pagãos. “Quanto aos pagãos, eles glorificam a Deus, em razão da sua misericórdia, como está escrito: ‘Por isso, eu vos glorificarei entre os pagãos e cantarei louvores ao vosso nome.’ ” Romanos 15,9

Cantar louvores é cantar uma canção nova, que glorifica a misericórdia do Senhor que nos visitou. Talvez você tenha vindo para o Hosana sem esperança, e a Palavra vem responder,  quando Paulo cita Isaías, que por sua vez, diz: “Despontará o rebento de Jessé, para governar as nações. “Nele, elas colocarão a sua esperança”. Aqui está a profecia para a união das nações.

Os projetos humanos que excluem a presença do Senhor das vitórias estão fadados ao fracasso. Fora de Jesus é ilusão a união das famílias, da Igreja, qualquer união fora de Jesus está fadada ao fracasso. Aqui está o anuncio: Nós temos um Deus de esperança!

No Evangelho encontramos João Batista, que está no meio, é o último dos profetas, aquilo que Isaías anteviu na fé, João apontou: “Eis o Cordeiro de Deus.” (João 1,36). E ele nos ensina a estarmos cheios de paz, alegria e de fé.

O tempo de Isaías foi o Antigo Testamento; o tempo de Paulo foi o tempo da Igreja primitiva; o tempo de João foi das primícias do Novo Testamento e hoje entramos num tempo novo, no qual o grande sinal não é mais um batismo de conversão anunciado por João Batista, mas um batismo no Espírito Santo. Isaías foi um homem cheio do Espírito Santo, Paulo estava repleto do Espírito Santo e João Batista foi conduzido pelo Espírito Santo.

Nós cristãos não podemos receber o Reino sem o Espírito Santo, e Deus tem sido pródigo no derramamento do Seu Espírito. Que a partir de hoje você tenha uma abertura de coração, para acolher o dom do Espírito Santo, que nos tornará cheios de paz, alegria, esperança e fé. E não tem como receber o dom do Espírito e permanecer do mesmo jeito, portanto, peça ao Senhor o Espírito Santo.

E nós hoje temos um outro profeta que, muitas vezes, perdeu a cabeça,  perdeu a voz, os cabelos, a saúde, se gastou, para conduzir, na simplicidade, uma multidão, sempre em obediência com a Igreja: monsenhor Jonas Abib.

Transcrição e adaptação: Willieny Isaias



Veja também:

.: Dunga lança DVD inspirado na arte urbana

.: Quebrar as desarmonias interior, homilia do padre Fábio de Melo

.: Vídeos e áudios exclusivos de bastidores do Hosana Brasil

.: Show com padre Fábio de Melo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo