Padre Fábio canta seu CD “Sou um Zé da Silva e outros tantos” no Canção Nova Sertaneja

Uma das principais atrações desta edição do Canção Nova Sertaneja – que acontece na sede da comunidade católica, em Cachoeira Paulista (SP) – é a presença do padre Fábio de Melo. O sacerdote vai fazer um show no dia 20 de novembro, às 21h, do seu CD “Sou um Zé da Silva e outros tantos”.

A obra foi lançada em 2009, pela Paulinas Comep, para comemorar os dez anos de ministério do padre como cantor. O trabalho é um retorno às origens de Melo, às ruas de Formiga (MG), de onde ele saiu aos 16 anos; às lembranças do pai violeiro, de quem herdou o amor pela música, aos sons e tons que embalavam suas brincadeiras de menino.

Padre Fábio de Melo
Foto: Arquivo CN

O CD resgata a música de raiz, de tradição sertaneja, e de compositores que ele ouviu na infância, como Almir Sater, Renato Teixeira e Nonô Basílio. A obra traz canções já consagradas, como “Romaria”, “Mágoa de boiadeiro”, “Triste berrante” e “Disparada”.

A letra de “Sou um Zé da Silva” – de sua autoria e que dá nome ao trabalho – fala justamente do processo de feitura do ser humano, de alegrias e angústias de pessoas com as quais padre Fábio cruzou pelo caminho. Com 13 músicas e um poema, a obra ainda é composta por faixa interativa, com cifras, partituras e discografia.

Sobre padre Fábio de Melo

Sacerdote católico, cantor, compositor, poeta, escritor, professor e apresentador. Padre Fábio pertenceu à Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus e a Diocese de Taubaté, em São Paulo. Nasceu em Formiga (MG), no dia 4 de abril de 1971, fruto da união de Dorinato Bias Silva e Ana Maria de Melo Silva, em uma família pobre: seu pai pedreiro e sua mãe dona de casa, tendo 7 irmãos. Ainda criança, descobriu o seu dom e tratou de conduzí-lo para a glória de Deus, colocando o seu talento a serviço da Igreja.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo