PHN: sonho, testemunho e missão

Neste ano, o Acampamento PHN completa 15 anos. Durante todos esses anos, muitas pessoas foram alcançadas por essa proposta. Uma delas é a jovem Luane Ribeiro, 19 anos, de Itanhandu (MG).

Luane Ribeiro
Foto: Arquivo pessoal


A mineira, que veio pela primeira vez à Canção Nova em 2012, fala a respeito da expectativa que sentia antes de vir ao acampamento: “Para mim, era um sonho participar do PHN, mas nunca tinha oportunidade; depois de um longo período de lapidações do Senhor e do resgate que Ele fez, preparei-me para participar do meu primeiro PHN. Foi incrível!". Dentro das expectativas que a jovem trazia, ela foi surpreendia por Deus, pois Ele realizou muito mais do que ela imaginava.

O tema do encontro daquele ano foi: “Amigos para voltar a amar”. Luane conta que o tema foi propício à realidade de amizades que ela vivia. "Fiz vários amigos, com os quais tenho contato até hoje. Levei uma amiga, com quem eu não conversava há dois meses. Ela procurou por mim e nossa amizade se fortificou em Cristo, pois o tema do PHN nos marcou muito. Naquele encontro, nós nos olhamos e dissemos: 'Para sempre amigas, sim, se Deus quiser'!".

Sobre o seu processo de conversão, a mineira conta que começou sair de casa aos doze anos e frequentar baladas, carnavais e conhecer pessoas que buscavam o amor de forma errada: “Nessa fase, eu me revoltei muito, bebia para ser social, e o que, de fato, me iludiu muito foi o 'novo mundo', no qual eu achava que estava feliz. Vivi assim até meus 15 anos. Certo dia, entrei em meu quarto chorando muito, ajoelhei-me aos pés da cama e disse ao Senhor que eu não queria mais viver daquela forma. Pedi para Ele tirar da minha vida tudo o que não fosse d'Ele. Chorei como uma criança e deitei-me para dormir com o coração em oração. Lancei-me nos braços de Deus. Parei de sair para as baladas, procurei a confissão, a Santa Missa e um grupo de oração.

Luane e suas amigas durante o acampamento
Foto: Arquivo pessoal


A estudante afirma que sua vida mudou após o encontro e que agora tem consciência do amor de Deus. A jovem disse que pôde ver “tantos jovens felizes, buscando uma vida de santidade, sem que eles deixassem de ser jovens. Ali, definitivamente, eu dei o meu 'sim' para Deus e decidi lutar até o fim para viver o PHN. Percorri um bom caminho até me encontrar e, a partir daí, encontrar amigos que buscam viver a santidade. Depois desse tempo, alguns companheiros de bebidas e baladas foram me procurar, porque também precisavam de Deus. Hoje, intercedo sempre por cada um deles".

:: O que é o PHN? Como nasceu?

Muitas coisas mudaram na vida da jovem, seja no seu relacionamento com Deus como também em suas amizades. "No meu ciclo de amizades, houve grandes mudanças. Hoje, nós sabemos que tudo deve vir de Deus, que em tudo devemos orar, saber esperar, ouvir o Senhor. Antes, o que para nós era somente questão de experimento tornou-se a virtude da espera e da paciência."

"Permanecemos unidos sempre em oração por todos os jovens."
Foto: Arquivo pessoal


Luane percebe a missão que Deus lhe concedeu: "Essa é a minha missão: olhar para os jovens, para os amigos e fazer o possível para resgatá-los e mostrar a eles a verdadeira felicidade, a verdadeira juventude”.

Neste ano, a jovem promete levar mais três amigos para o PHN, e cita o tema do acampamento – “Deus faz, Deus junta” – como afirmação de tudo o que ela e seus amigos viveram. "Neste ano, temos a certeza de que “Deus faz, Deus junta”, pois, mesmo à distância, permanecemos unidos sempre em oração uns pelos outros e também por todos os jovens!”

Leia também:
.: Oração é amizade com Deus
.: Os três inimigos do homem

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo