Saiba como foi o Kairós Salvista

Canção Nova promove um dia de louvor com os salvistas 

Jakeline Megda D’Onofrio

Da Redação

Neste domingo, 14, aconteceu, na Comunidade Canção Nova, o Kairós Salvista com o tema: “Deus é luz e n’Ele não há treva alguma” ( Jo 5,7). O encontro foi conduzido por membros da Fraternidade Jesus Salvador.

Os peregrinos participaram da adoração ao Santíssimo Sacramento, das pregações realizadas por Irmã Vitória da Cruz e padre Eduardo José e da Santa Missa presidida por padre Carlos Eduardo Maria da Cruz no Santuário do Pai das Misericórdias.

Santuário 595x420

Peregrinos participam da Santa Missa no Santuário do Pai das Misericórdias presidida por padre Carlos Eduardo Maria da Cruz. Foto: Angela Cabel/cancaonova.com

Membros da Fraternidade conduziram os fiéis a clamar pedindo a divina luz do Espírito Santo para a renovação espiritual e a libertação do pecado. A Fraternidade Jesus Salvador pertence ao movimento carismático RCC (Renovação Carismática Católica).

Saiba como foi o Kairós Salvistas

Fiéis participam da pregação da Irmã Vitória da Cruz no Kairós Salvista. Foto: Angela Cabel/cancaonova.com

Maria Zilá de Pedreira (SP) disse acompanhar os salvistas há dois anos e tem grande expectativa das graças que receberá neste Kairós. Segundo a peregrina, ela está tocando no amor de Deus e na libertação das trevas, que a impedem de enxergar o pecado. “Deus está falando comigo e estou precisando muito d’Ele. O padre Eduardo José falou que precisamos retirar a venda  dos olhos para enxergar a luz que é Cristo”, recordou a fiel ao ser entrevistada.

Ouça a entrevista:

 Vitória da Cruz

Maria Zilá partilha sua experiência no Kairós Salvista na Canção Nova. Foto: Jakeline Megda/cancaonova.com

Sobre a Fraternidade Jesus Salvador

A Fraternidade Jesus Salvador tem como carisma a liturgia em primeiro lugar, sob todas as suas formas, e como consequência desse louvor a Deus, a santificação pessoal e comunitária. Esse louvar é a primeira obra e essencial tarefa dessa família religiosa, pois está intrinsecamente ligado ao caráter oracional do instituto: os irmãos são chamados, portanto, a serem contemplativos na ação, atualizando hoje, os gestos dos cristãos da Igreja Primitiva.

Ouça também o convite do diácono Inácio da Trindade, que faz parte da Fraternidade Jesus Salvador, aos vocacionados, para que façam parte deste carisma do louvor a Deus em todas as formas, com uma espiritualidade carismática. Ele convida aqueles que se sentem chamados a viver esta busca da radicalidade e entrega ao Senhor por meio do louvor a se unirem a eles. O religioso também deixa uma bênção final:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo