Saiba como foram os preparativos da Liturgia da Semana Santa

Uma das coisas que tocaram as pessoas durante a celebração do Tríduo Pascal neste Acampamento de Semana Santa foi a harmonia das ações liturgicas. Certamente quem assistiu às celebrações pela TV ou participou no Centro de Evangelização Dom João Hipólito de Moraes, em Cachoeira Paulista-SP, viveu a liturgia deste tempo de forma profunda. Mas para que isso acontecesse, foi preciso meses de organização e horas de ensaio.

“Nossa Semana Santa na verdade começou em Janeiro e envolveu todos os setores da Canção Nova. Foram reuniões e mais reuniões com a TV, a cenografia, os iluminadores, os operadores de áudio, tudo para passar passo a passo a liturgia deste tempo” disse Wilker, seminarista da Canção Nova e responsável pela organização da equipe de liturgia.

Seminarista Wilker
Foto: Clarissa Oliveira/CN

Segundo Wilker, a equipe de liturgia assistiu a todas as celebrações do Vaticano do ano de 2010 para ser o mais fiel possível aos ritos, além de fazerem excessivos ensaios para cada celebração. “Na terça feira da Semana Santa, por exemplo, nós fizemos mais de 4 horas de ensaio entre procissão, marcação do espaço, etc” disse o seminarista.

Outro responsável pela harmonia das ações litúrgicas desta Semana Santa, foi o missionário Luis Felipe, que fez a ponte entre o cerimonial das celebrações e a transmissão pela TV. “Tudo partiu da experiência que vivi em Roma, vendo como eles faziam lá no Vaticano eu já fui pensando na gente [Canção Nova] de como poderíamos adaptar à nossa realidade” disse o missionário.

Luis Filipe
Foto: Clarissa Oliveira/CN

Segundo Luis Filipe a ideia não foi fazer a liturgia para a Tv, mas sim deixar que a Tv transmitisse uma liturgia bem celebrada. “Uma das coisas que mudamos este ano foi o fato de a Tv mostrar a movimentação dos seminaristas no palco, as procissões, o leitor chegando no ambão para fazer a leitura, toda esta movimentação que faz parte da ação litúrgica” disse Luis Felipe.

Um outro fator que tem feito toda a diferença nas celebrações solenes da Canção Nova é a musicalidade litúrgica, que ficou por conta do Coral Canção Nova. Regido pela missionária Karina, o coral também se preparou desde o início do ano para as celebrações da Semana Santa. “Nós estamos vindo de uma disciplina muito forte no coral, ensaiando na hora do almoço – porque cada um tem uma realidade, mas tudo tem valido a pena, porque para o Senhor, na liturgia, precisamos dar o melhor e é por isso que está ficando lindo”.

>

Karina, que regeu o Coral Canção Nova
Foto: Clarissa Oliveira/Cancaonova

Para que a maravilha desta liturgia chegasse a várias pessoas, foi preciso muita disciplina, estudo e a união de muita gente. Certamente esta Semana Santa de 2011 marcou a história das celebrações litúrgicas na Canção Nova.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo