Segundo dia de aventuras na Colônia de Férias da Canção Nova

Radicalidade, espiritualidade, alegria e desafio. Estas são as palavras que resumem o segundo dia da Colônia de Férias da Canção Nova, que está sendo realizada na sede da Comunidade, em Cachoeira Paulista (SP).

Os jovens acordaram bem cedo e participaram da Santa Missa, às 7 horas, presidida pelo padre Bruno Costa, no Rincão do Meu Senhor. Logo em seguida, já se reuniram ao redor do Cruzeiro para darem início às aventuras do dia. As cerca de 300 pessoas que participam da Colônia foram divididas em duas equipes, sendo que uma delas foi para uma trilha e outra para um circuito, todos na Fazenda Limeira, localizada nas proximidades da comunidade católica.

Jovens se lambuzam na lama para refletir sobre a ação do pecado em nós
Foto: Robson Siqueira/ Foto CN


Lágrimas, desespero, reflexão, superação…

A trilha foi marcada por muitas emoções e dificuldades. Além do sabor de aventura, liberdade e alegria, os missionários da Canção Nova, que conduziam os participantes, utilizaram-se dos obstáculos do percurso para evangelizá-los, comparando a dificuldade em percorrê-los às situações da vida, as quais exigem coragem, fé, perdão e reflexão.

Missionários da Canção Nova incentivam jovens a refletir sobre como o pecado age
Foto: Robson Siqueira/ Foto CN

Os Dez Mandamentos foram o tema central da aventura. Em cada trecho do trajeto todos eram convidados para pensar sobre esse assunto em suas vidas. Conduzidos pela nova apresentadora do programa 'Revolução Jesus', Bruna Bezerra, os jovens aprenderam a importância do silêncio e de enxergar Deus em todas as situações da vida.

O momento mais marcante do passeio foi quando os jovens tiveram de passar pela lama, lembrando o que o pecado faz com cada um de nós. “O diabo atrai você para o pecado, mas depois que já te usou, te joga na lama, no lixo”, lembra Bruna.

Hora de se sujar…
Foto: Robson Siqueira/ Foto CN

Para finalizar a caminhada, todos os participantes passaram pela confissão, para lavar toda a sujeira que o mundo tinha colocado no coração e na alma deles. “A confissão foi marcante, pois tudo que foi proposto durante a caminhada foi limpo nesse momento. É como se eu tivesse saído de um quarto escuro e ido para a luz. Foi emocionante”, conclui a carioca Maria Paula Barbosa, de 15 anos.

:: Clique aqui e saiba como foi o dia da equipe que participou do circuito

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo