Testemunho evangélico

Além de favorecer um encontro colorido e internacional, o Congresso quer dinamizar nosso apostolado de misericórdia em vista do testemunho coerente do Evangelho de Jesus, neste novo milênio. Inspirado no ensinamento do Papa João Paulo II, o evento nos permitirá beber com alegria nas fontes evangélicas, onde o Messias Jesus nos convoca às obras de misericórdia para com os mais pequeninos da sociedade.

Estaremos em Roma, não apenas a título pessoal, mas em nome de muitos aflitos, crianças carentes, exilados, órfãos, vítimas de violência, peregrinos, idosos abandonados, moradores de rua, tóxico-dependentes e portadores de deficiência, de quem Jesus fez-nos servidores, quando disse: “Tudo o que fizestes a um desses meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes” (Mt 25,40).

Infelizmente, a lista original de Mt 25,40 aumentou nas últimas décadas, solicitando de nós cristãos uma espiritualidade sólida e um apostolado criativo e eficaz. Graças a muitos esforços – sob ação do Espírito Consolador – vemos brotar, por toda parte, diferentes iniciativas: comunidades com carismas de misericórdia, ONG’s de inspiração cristã, pastorais organizadas, campanhas de fraternidade e solidariedade, além de ações localizadas e até um apostolado ecumênico voltado para o testemunho das bem-aventuranças, em muitos países.


Padre Marcial Maçaneiro SCJ (dehoniano)

Teólogo, professor e editor, verificador do MEC para cursos de Filosofia e Teologia no Brasil, membro do Comitê Teológico SCJ Internacional e assessor da CNBB para o diálogo ecumênico.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo