Testemunhos marcam o aprofundamento radical

No segundo dia de provas do 'Aprofundamento Radical', no Acampamento 'Revolução Jesus', mais de 500 jovens, divididos em cinco equipes, participaram das provas e obstáculos que fazem parte do trajeto que acontece na Fazenda Limeira, perto da Canção Nova. Eles saíram logo cedo, por volta das 7h, em direção à fazenda, empolgados, cantando e gritando: “Quem como Deus?”.

A equipe do cancaonova.com entrevistou jovens, que, pela primeira vez, participaram das provas e viveram momentos de radicalidade e superação.

Aline Lemos, de 23 anos, de Palmas (TO), mesmo tendo de enfrentar mais de 30 horas de viagem de ônibus, disse estar valendo a pena todo o esforço: “São momentos únicos que estou vivendo aqui. Tenho certeza de que eles fazem parte do sonho de Deus para mim”. A jovem, que veio sozinha para a Canção Nova, também contou todo o planejamento que precisou fazer para participar deste encontro: “Não foi fácil chegar aqui. Precisei economizar para comprar as passagens e pagar as despesas; além de rezar muito. É vontade de Deus que eu estivesse aqui!”. Aline explica que resolveu vir sozinha, porque sentiu, no coração, que Deus lhe pedia isso. "Aqui, estou fazendo novas amizades, saí do meu comodismo, pois o fato de, muitas vezes, ficarmos esperando pelo outro faz com que percamos até mesmo Deus”. 

A vida é feita de altos e baixos; o segredo é ter fé constante.
Foto: Deividson Francisco/cancaonova.com

Muitas provas do aprofundamento servem de alusão à realidade que muitos jovens vivem. Um exemplo disso é a prova da 'teia de aranha', na qual os participantes são convidados a atravessar uma área cheia de cordas e fios, levando-os às armadilhas, que dificultam a caminhada. Nesse momento, eles foram chamados a ter Deus como objetivo para fugir da "teia do pecado".

A jovem Aline contou que a prova que mais lhe agradou e serviu para o que ela está vivendo foi a 'prova do rio': “Muitas vezes, penso que estou firme nos meus propósitos, mas, quando menos espero, deslizo. Eu achava que estava firme, pois estava indo às Missas e rezando todos os dias, mas, quando menos esperava, eu caí no pecado e afundei na lama. Hoje, nesta prova, percebi que, mesmo na lama, eu mantinha minhas mãos firmes na corda. Ali, vi que a mão de Deus é quem me sustentava, por isso não podia desistir! Sei que preciso confiar, sem medo, no Senhor!”. 

Para o carioca Miguel Ângelo, de 18 anos, são dias inesquecíveis de desafios e emoções: “Eu nunca passei por esse tipo de prova antes, mas percebo que elas me remetem a fatos da minha vida. É uma prova contextualizada na outra. Enfim, está valendo a pena!”, disse o jovem, que acabava de superar a prova do 'skibunda'. “Nesta prova, vejo que preciso superar meus medos, preciso abandonar-me na vontade de Deus, mesmo em meio aos desafios!”

Outro módulo, promovido durante o aprofundamento, foi a do 'labirinto', que consiste num emaranhado de tecidos que ocupam uma área de 400m². Nesse espaço, os jovens puderam se questionar sobre os vários percursos da vida deles, como planos e projetos, através dos quais podem chegar a becos sem saída ou pegar a direção contrária.

Labirinto: em meios aos obstáculos, saber que Deus ajuda-nos a encontrar a saída.
Foto: Deividson Francisco/cancaonova.com


Alguns desses jovens superaram os desafios do labirinto rapidamente, outros precisaram da ajuda de outras pessoas para encontrar a saída. E quando isso acontecia, ouviam-se gritos de alegria: “Quem como Deus?”.

Ao fim de todo o percurso, cada participante foi convidado a testemunhar os momentos vividos. Marcos Negrão, 30 anos, da cidade de Belém (PA) disse: "Uma das situações que mais mexeram comigo foi quando uma das participantes precisou de ajuda. Eu parei para ajudá-la e, em instantes, chegaram outros irmãos, que também tentavam encontrar a saída. Depois de ajudá-la, seguimos juntos o caminho e, assim, encontramos rapidamente a saída. Hoje, aprendi que a ajuda dos meus irmãos pode ser motivo de cura para mim, e ainda percebi que existem muitas pessoas com problemas piores do que o meu, e cabe a mim ajudá-las.”

Confira:

.: Desafios da Juventude
.: Jovem, levante-te e anda!
.: Sou um jovem revolucionário
.: Livre para amar

Assista:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo