Você quer ser feliz?

"Felicidade equivale – de maneira específica e precisa – à maturidade, a uma plenitude humana que liberta de ilusões pretensiosas e nos coloca no verdadeiro lugar confiado a nós pela existência. A maturidade é capaz de revelar a verdade acerca de nós mesmos, possibilitando-nos uma peculiar integração de nossos múltiplos aspectos: todos os fatos, ganhos e perdas que, na vida, experienciamos e que não devemos negar nem desprezar, pois tudo isso constrói, nos colocando na rota da realização.


Sem dúvida alguma, realizando essa integração – impulsionada pela maturidade – de todos os fatos e etapas que compõem nossa vida, poderemos ser mais inteiros e aptos a conquistar a felicidade, pois, nesta construção a que estamos nos empenhando, tudo ajuda a nos construir e nada pode ser desprezado."
(Trecho do livro "Construindo a felicidade")

Em entrevista, padre Adriano Zandoná, missionário da Comunidade Canção Nova e autor do livro “Construindo a felicidade”, fala sobre as reflexões trazidas neste livro, lançado durante o Acampamento PHN de 2012, que serão abordadas durante o Encontro de Cura Interior, que acontece na sede da comunidade, em Cachoeira Paulista (SP), nos dias 17 e 18 de agosto:

:: Livro "Construindo a felicidade"

"A felicidade não depende somente de coisas exteriores, por isso não a confunda com a alegria, pois ela é um componente da felicidade assim como o prazer. As pessoas vivem a obsessão pela felicidade, buscam coisas que não precisam simplesmente para se realizar com pessoas que não conhecem. A felicidade tem sido confundida com o prazer, que nada mais é do que um instrumento para tornar nossa vida melhor," disse o sacerdote durante pregação.


Leia Mais:
:: Felicidade, onde moras?

:: Construindo a felicidade
:: A felicidade não é ilusão

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo