Jesus no centro

Peter Moran. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Peter Moran. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

O tema desta pregação é: “Jesus no centro”. Jesus deve ser o centro da nossa vida cristã, da nossa adoração e, portanto o centro da nossa vida!

Vou contar-lhes um pouquinho da minha história. Quando tinha dezessete anos de idade comecei a tocar violão e as pessoas me pediam para tocar, mas eu sempre arrumava uma desculpa. Por que? Porque não me achava bom o suficiente para tocar, mas um dia o Senhor veio até mim e me disse: “Eu preciso de você, preciso de um coração pronto para me seguir!”.

João Batista fez uma oração e a peguei para a minha vida: “Ele deve crescer e eu diminuir”. Jesus deve estar no centro da nossa música e da nossa adoração! Santo Agostinho dizia: “Cantem ao Senhor uma nova canção”.

Certifique-se daquilo que você canta; cante com seus lábios, com sua voz e com o seu coração! Se você deseja louvar e adorar ao Senhor, viva o que você está dizendo. Quero lhe fazer algumas perguntas: o que ou quem está no centro da sua vida? Qual é a canção que você canta dentro do seu coração? Qual é o tesouro que você procura?

Jesus disse em Mateus 6-21: “Porque onde está o teu tesouro, lá também está teu coração”.

Hoje, pela manhã, escutamos quando o Rogério nos disse que não devemos confundir as coisas boas da vida com Deus. Nos contou também que os magos procuravam por Jesus e queriam dar a Ele o tesouro que traziam.

Que tesouros nós procuramos? Só um tesouro durará para sempre, nós O conhecemos, Ele se chama Jesus!

Eu realmente acredito que o nosso tesouro seja Jesus, que fazemos o possível para dar glórias a Ele. Temos que ter muito cuidado para não confundir o doador com o dom. Jesus é o tesouro e a nossa glória!

Nós precisamos nos descobrir em Jesus, precisamos estar n’Ele! Jesus nos convida a nos esvaziarmos de nós mesmos, para que Ele possa nos preencher, viver em nós. Ele deseja mudar tudo aquilo que não é digno de estar em nós. Se você convidá-Lo, Ele vai mudar a sua vida!

É tão bom saber que Cristo constitui a esperança da Sua glória em nós, pois somos o Seu tesouro. Jesus quer que nos tornemos “vasos vazios” para sermos preenchidos com Seu tesouro.

 "Viver Jesus, no centro de nossa vida, é obra do Espírito Santo!", exorta Peter Moran. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

“Viver Jesus, no centro de nossa vida, é obra do Espírito Santo!”, exorta Peter Moran. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Pessoalmente, eu não gosto me sentir vazio; quando estou junto de Cristo e me sinto vazio penso que possa estar acontecendo algo, mas a função do adorador é estar vazio para que o Senhor possa preenchê-lo!

Se nós queremos Jesus no centro da nossa vida, precisamos nos tornar como Ele!

São Paulo começa nos dizendo que Jesus se esvaziou de Si mesmo, deixou de lado Sua condição humana para se tornar um servo, um escravo. Como qualquer ser humano Ele iria morrer, mas não qualquer morte, a morte de Cristo, como um criminoso (como era visto naquela época). Sempre confesse que Jesus é o Senhor, pela glória de Deus Pai!

Se foi assim que Jesus viveu é assim que nós devemos viver. O Senhor tem nos convidado a nos humilharmos diante d’Ele, pois nos exaltará e nos usará para o Seu serviço. O que precisamos fazer? Nos ajoelhar e nos curvarmos, pois Ele nos exaltará!

Irmãos, quero motivá-los, pois o trabalho do adorador é por meio do Espírito Santo. Devemos ser “recipientes vazios” para que o Senhor preencha-nos com Sua glória! Esvazie-se de si mesmo e permita que Jesus o preencha com o Seu tesouro.

Tudo deve nos conduzir a Deus. Tudo o que nos leva a Jesus, nos conduz também a oração. Viver a adoração é chegar aquele lugar que Jesus, em tudo, é o centro. Se você foi batizado, Jesus é o centro de sua vida! Somos chamados a nos colocar de lado e reverenciar Jesus; ter sempre respeito, pois Ele vive em nós. Talvez, digamos: “Eu não consigo viver assim!”. O que não conseguimos fazer, Jesus consegue! Viver Jesus, no centro de nossa vida, é obra do Espírito Santo!

Se vocês pedirem qualquer coisa em meu nome, eu o farei. “Se vocês me amam, obedecerão aos meus mandamentos. Então, eu pedirei ao Pai, e ele dará a vocês outro Advogado, para que permaneça com vocês para sempre. (João 14,14-16).

O dom que você tem não serve somente a você, mas para o outro também. Jesus, o Filho do Homem, não veio para servir, mas para ser servido. Cristo, é o nosso tesouro, todas as coisas boas que colocamos aos Seus pés, Ele abençoa. Nós, só podemos levar as pessoas para o lugar que nós mesmos queremos ir. Jesus é o centro da nossa adoração!

Irmãos e irmãs, se rejubilem, sirvam, abençoem os outros e deem glórias a Deus.

Como cantar os louvores? Cantem uma canção nova, um cântico novo ao Senhor. Seus louvores estão na assembleia dos santos, está nas próprias pessoas que cantam. Viva o que você deseja expressar, viva uma vida boa e será o seu próprio louvor!

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida


Peter Moran


RCC da Inglaterra

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo