A mulher pode edificar ou perder sua familía

Nas leituras de hoje temos duas histórias marcadas pelo sofrimento. A primeira nos conta a história de José do Egito que é vendido por inveja e no Evangelho, o filho de Deus que também por inveja foi assassinado. Por que a inveja destrói tantos lares!
O primeiro assassinato na bíblia foi por causa de inveja. Caim sentiu inveja do progresso do irmão e ao invés de se juntar a ele o matou. Por inveja, Jacó deu um jeito de tomar o lugar do seu irmão para receber a benção do pai.

Jesus Cristo disse que não devemos temer aquele que mata o corpo, mas sim aquele que pode tirar a nossa alma e levá-la para o inferno.

José do Egito, um homem que foi vendido, que sofreu profundamente, mas deu a volta por cima e se tornou um grande homem. A vida dá voltas, o invejoso pode ter o que deseja no momento, mas logo perde a vida. A inveja tem tomado conta de muitos lares.
Mães, estamos aqui para falar de modo especial a vocês. Voltando a Adão e Eva, temos a figura da mulher. Deus quando tudo criou, criou a partir da família e foi a partir da família que iniciou o pecado. Uma mulher pode santificar sua família ou levá-la ao precipício. Assim como através de uma mulher mãe entrou o pecado, através de uma mulher mãe entrou a salvação.

contribuicaocn

Vocês mães, mulheres, tem uma responsabilidade grande de levar a salvação para seus lares. A mãe tem uma autoridade que está sendo minada. Mas, muitas mulheres estão preferindo o caminho de Eva, perdendo o rumo.

Nós, seres humanos, precisamos da graça divina, pois se não oramos a inveja toma conta de nós, especialmente das mulheres, através da vaidade. A inveja é um dos pecados capitais que vai gerando uma marca. O invejoso quer tirar algo do outro.

Quando uma mãe começa a orar pelo filho é preciso, primeiro, cuidar dela. A família está sendo destruída em nossa sociedade, mas Deus acredita que através da família iremos vencer todos os males, principalmente o mal da inveja.

Neste mundo materialista, quantas pessoas, adolescentes, estão entrando em depressão porque não tem o que querem. Mãe, pai, vocês tem o poder incrível de corrigir, mas não podem perder a autoridade.

O que temos visto são mães perdendo autoridade sobre seus filhos. Quantos lares hoje são controlados por crianças de três ou quatro anos. “Desperta tu que dormes!” Deus quer resgatar a sua autoridade de mãe.

Uma das conseqüências da inveja é a surdez espiritual. O invejoso está preso às coisas terrenas. A grande dificuldade do povo hoje é ouvir a Deus. Deus está dentro de nós e os cristãos estão perdendo a capacidade de ouvir a voz divina. Se eu fico surdo vou me agarrando cada vez mais às coisas terrenas.

A vinha é o casamento, para dar frutos, mas muitos casais começam a se isolar e matar aqueles que vêm em nome de Deus. Não aceitam convites para a oração, não vão à Igreja.
O invejoso é aquele que não aceita sua própria vida. Pare de querer ser igual ao outro! Às vezes, muitas mães alimentam a inveja nos seus filhos. Pare de comparar seus filhos, isso vai gerando neles uma insatisfação e gerando neles a inveja. Não compare seus filhos, isso começa a destruí-los.

Em tudo Deus se manifesta e faz a sua obra, pode ser que erramos no percurso da vida, mas Deus pode reparar os nossos erros.

Chega o momento em que as pessoas fazem suas escolhas e não podemos obrigá-las, por isso mães, de joelhos no chão, rezem pelos seus filhos.

 

Adquira esta pregação pelo
telefone (12) 3186-2600

 


Padre Anderson Gomes


Diretor Espiritual da RCC e Coordenador de Pastoral na Arquidiocese de Vitória – ES

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo