Jesus nos convida a participar da Eucaristia todos os dias

Somos convidados a sermos portadores da mensagem de Jesus e a participar da Eucaristia

Jesus nos convida a participar da Eucaristia_domalberto

Dom Alberto Taveira Corrêa. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Hoje, dia do Senhor, estamos reunidos para celebrar a Eucaristia e convocados pela sua Palavra a estarmos fora de nós mesmos, centrados apenas no seu plano de amor por nós. Ele nos convoca a estarmos reunidos em torno da Sua mesa.

O profeta, Elias, tornou-se ponto de referência para esse ministério, ele aprendeu a “ler” os planos de Deus. Moisés é o profeta que, também, exerceu sua função de liderança diante daqueles que caminhavam para a terra prometida.

No decorrer dos séculos tudo evoluiu para as promessas do Messias, promessa essa que é chegada de Jesus Cristo. As páginas do Evangelho relatam prodígios, forças dos elementos da natureza, cura das enfermidades, morte e poder contra a ação do demônio. Jesus é admirado pelos seus ensinamentos, e pela decisão de como enfrentar o poder do maligno. Jesus é portador de uma doutrina nova, oferecida com autoridade, diferente das desgastadas autoridades e religiões do seu tempo, e a Sua fama espalhou-se rapidamente por toda a região da Galileia.

As qualidades e as misérias humanas acompanharam a história da Igreja. Quantos de nós precisam se converterem, para escolherem o serviço no modelo do “lava-pés”, esse tem que ser o nosso modelo de vida. Toda a responsabilidade confiada aos cristãos, devem ser focadas em Jesus Cristo.

Olhando para a nossa história e, mais que tudo, precisamos olhar para Jesus e saber o que Ele quer nos dizer. Assim, como os primeiros discípulos, nós também somos chamados a sermos discípulos de Cristo.

Devemos ser portadores da mensagem de Salvação. Ousamos tomar posse de duas tarefas: somos destinatários das cartas de Deus; e portadores e propagadores da mensagem de Jesus Cristo.

Voltemos ao primeiro amor e às primeiras obras do relacionamento com Deus, e assim, escolhendo ao Senhor, como tudo na nossa vida, saberemos que a dor e a cruz são oportunidades únicas para o crescimento.

Somos chamados a nadar contra a correnteza. Precisamos ser fiéis a Deus, e os nossos grupos de oração devem ser a porta para a mensagem do Evangelho de Jesus Cristo. Somos chamados a uma conversão sincera, e um convite à superação da vaidade e o narcisismo, porque não somos melhores do que os outros.

Enfim, todas as Igrejas são convidadas ao banquete, e ouçamos o Evangelho de São Lucas que nos convida a ficarmos de prontidão: com o cinto amarrado, lâmpadas acesas e a ser como as pessoas que esperam o seu senhor voltar de uma festa de casamento para abrir-lhe a porta, logo que ele chegar e bater. Felizes os servos que, os seus senhores, o encontrarem acordados quando chegarem.

Na festa da Eucaristia de domingo, mais uma vez, o Senhor se oferece a nós na refeição Pascal.

Dom Alberto Taveira Corrêa

Assista um trecho da pregação:

Veja outras pregações:
.: Carta à Igreja de Laodicéia
.: Rumo ao jubileu de ouro 2019

Transcrição e adaptação: Alessandra Borges

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo