Antes de vir como Justo Juiz, venho como Rei da Misericórdia

Antes de vir como Justo Juiz, venho como Rei da Misericórdia

Padre Roger Luis. Foto: Bruno Marques/cancaonova.com

Para saber o que São Pedro tem a nos dizer refletiremos a segunda carta de São Pedro capitulo 3, 1- 13.

O Senhor não tarda para cumprir a Sua promessa, mas Ele utiliza da paciência, ou melhor, da misericórdia para conosco. A Palavra do apóstolo Pedro é muito direta e utiliza de uma palavra apocalítica para revelar a nós e a Igreja primitiva que Jesus viria para agir com justiça, porque nós estamos no tempo da Misericórdia.

Hoje, neste domingo da Festa da Misericórdia, precisamos entender que a palavra de Santa Faustina, no diário 83, nos diz: “Antes de vir como Justo Juiz, venho como Rei da Misericórdia. Antes de vir o dia da Justiça, no céu será dado aos homens este sinal: apagar-se-á toda a luz no Céu e haverá uma grande escuridão sobre a Terra. Então aparecerá o sinal da Cruz no Céu, e dos orifícios, onde foram pregadas as mãos e os pés do Salvador sairão grandes luzes que, por algum tempo, iluminarão a Terra. Isso acontecerá pouco antes do último dia.”

A mensagem que atraiu Santa Faustina são palavras que querem nos preparar para a sua segunda vinda, assim como São Pedro quis preparar aquele povo. Por isso, precisamos ter paciência.

Ao preparar o mundo para segunda vinda de Deus e ao ouvir as palavras de Santa Faustina queria que se sentissem profundamente amados por Deus, porque é a oportunidade de nos aproximarmos da Sua misericórdia.

No número 635 do Diário de Santa Faustina, ela testemunha que devemos nos preparar para a segunda vinda de Jesus, pois Ele não virá como Deus misericordioso, e sim como Justo Juiz.

Jesus é o Rei da Misericórdia

Na sua primeira vinda Ele veio como Rei da Misericórdia, por isso, hoje, estamos aqui vivenciado essa misericórdia. Devemos crer que o amor está presente no mundo e que ele é maior do que toda espécie de mal, ou seja, é crer nessa misericórdia.

Devemos acreditar profundamente na misericórdia de Deus revelado na redenção, na morte do Senhor e na Sua ressurreição. Neste dia de festa, devemos assumir a misericórdia e, nos abrindo para ela, a nossa vida será transformada.

A misericórdia é a resposta e definitivamente a derrota do mal. Quando nos abrimos para ela, o mal é vencido pela misericórdia e a nossa vida transformada.

Leia mais:
.: Confira outras pregações do acampamento “Festa da Misericórdia”
.: Tirem proveito do Sangue e da Água que jorraram para eles

Na cruz, no trono da misericórdia, fomos alcançados por ela. Na cruz Jesus expressou a Sua misericórdia para que possamos entender a sua profundidade. O amor do Pai é mais forte do que a morte, porque o Pai que virou as costas para Jesus na cruz sabia que, ali, não era o fim.

No juízo final aquilo que escondemos será dito diante de todos, por isso, não podemos esconder. Devemos aproveitar esse tempo de misericórdia para nos preparar para esse encontro, por isso, Ele se mostra para nós como Rei Misericordioso.

O Papa Francisco, em um dos primeiros momentos do seu pontificado e em muito outros, nos fala que Jesus não se cansa de nos perdoar.

Bem e mal

Entre o bem e o mal, qual tem sido a sua escolha? Mesmo que nos fazem o mal, precisamos escolher o bem. Aqueles que praticarem o bem, ressuscitarão para a vida; já aqueles que fizerem o mal, ressuscitarão para o mal.

O céu nos diz que precisamos estar preparados para receber Jesus. Devemos suplicar ao Senhor para que Ele se manifeste em nossa vida e história.

Que nesta Festa da Misericórdia, o Senhor Se revele com tanto amor, peçamos ao Deus da Misericórdia para salvar e transformar a nossa vida.

Encontre a esse Deus misericordioso, porque Ele que te abraçar! Que o fogo do Espírito Santo, possa brotar no seu coração e o faça voltar para Jesus misericordioso.

O juízo de Deus nos chama à responsabilidade pessoal para a caminhada, ou seja, forma a nossa consciência de que prestaremos contas para Deus.

A nossa vida só terá sentindo nesta terra, se for vivida na perspectiva do Senhor que virá e não tardará. Ele só está usando de paciência para conosco!

Transcrição e adaptação: Alessandra Borges

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo