Jesus nos revela o amor do Pai

Padre Uélisson

Padre Uélisson. Foto: Jorge Ribeiro/cancaonova.com

A Palavra meditada está em São João 14.

Quem nos deu acesso ao trono da graça de Deus foi Jesus Cristo. Ele é o caminho que nos leva ao Pai.  É como nós rezamos no Terço da Misericórdia: “Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade do Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e os do do mundo inteiro”.

Por conta do pecado da humanidade e por tudo aquilo que passamos, peçamos a misericórdia a Deus. Nós não ousaríamos entrar no Céu sem Jesus Cristo, pois foi preciso que uma pessoa santa como Ele se redimisse por nós.

A música do diácono Nelsinho, que nós cantamos, diz:

Jesus, fonte de misericórdia que jorra do templo.
Jesus, o Filho da Rainha.
Jesus, rosto divino do homem.
Jesus, rosto humano de Deus.

Jesus é o rosto do Deus que não é visto. Deus não tinha permitido que nenhum ser humano visse a Sua face, o único que contemplou a face de Deus foi Seu Filho.

Na Palavra, Filipe se aproxima de Jesus e Lhe pede: “Mostra-nos o Pai”. O pedido, o desejo dele, é porque estava numa espiritualidade maior. Para ele, bastava apenas ver o Pai. Corremos atrás de tantas coisas, mas o que o nosso coração mais anseia é estar diante de Deus, é conhecê-Lo, e em Jesus Cristo podemos conhecê-Lo.

Em Jesus Cristo, o Pai veio se encontrar com a humanidade

Tantas vezes, Jesus Cristo deixava os discípulos e dizia: “Fiquem aí, porque eu quero estar em comunhão com o Pai”. E isso atraia os discípulos, eles queriam conhecer esse Pai. Jesus quer que façamos essa experiência com Deus.

Tantas vezes, escutamos os nossos pais: “Não faça isso, porque Deus castiga”. Este não é o Deus que Jesus nos revelou.

A Festa da Misericórdia, na Canção Nova, é a oportunidade para nos mostrar esse amor de Deus. A misericórdia é para que nos aproximemos cada vez mais d’Ele.

“Deus amou tanto o mundo, que enviou o Seu Filho Jesus para nos salvar” (cf. João 3,5). No tempo de Jesus, quem morria numa cruz era considerado maldito, e Ele assumiu todas essas consequências por nós.

Leia mais:
.:Jesus Cristo: cumprimento do desígnio de amor do Pai
.:Quais as acusações que levaram Jesus à condenação?
.:Por que Jesus precisou se tornar humano para nos salvar?

Hoje, Jesus quer nos revelar esse amor do Pai. Não que Ele seja desconhecido, entretanto, desconfiamos de Deus em muitas situações e, muitas vezes, fazemos besteiras, porque não esperamos Ele fazer o bem em nós.

Em Jesus Cristo, o Pai veio se encontrar com a humanidade. Deus vem ao nosso coração como o Pastor que foi ao encontro da ovelha perdida.

Transcrição e adaptação: Karina Silva

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo