Tirem proveito do Sangue e da Água que jorraram para eles

Eugênio Jorge

Quanto tinha 16 anos, fui alcançado pela misericórdia de Deus. Desde então, já se passaram 40 anos que fui alcançado pelo Sangue e Água de Jesus.

Essa misericórdia que um dia alcançou a mim e a toda minha família, fez de mim um um servo dela e, assim, me fiz um ministro dessa misericórdia. A graça que veio a mim foi tanta que preciso comunicar-me com os outros.

Todos nós somos chamados a sermos ministros da misericórdia, assim como aquele samaritano que levou remédio para as feridas daquele homem que estava na estrada precisando de ajuda. Por isso, todos nós somos chamados a vivenciar esse ministério!

Que olhar tem Jesus para conosco no quadro da Divina Misericórdia… Bendito mistério! Maravilho esse mistério em que o Sangue e a Água jorram do coração de Jesus, porque a onde quer que estejamos, somos alcançados pela misericórdia de Deus.

O coração de Jesus está aberto para todos nós, ou seja, ninguém está fora do alcance da misericórdia d’Ele que se entregou na cruz.

Para comemorar essa graça, precisamos rememorar e ver a trajetória até chegar ao momento em que o Sangue e a Água jorraram do Seu coração.

Jesus estava jantando com os discípulos e sabia que ali começaria a Sua agonia, logo, tinha a certeza de que um dos seus iria o trair. Depois de jantar, seguiram para o Monte das Oliveiras para rezar, então, eis que chegam os soldados para prender a Jesus. No momento trágico, Simão Pedro corta a orelha de um soldado, mas Jesus cola. Após o levarem, começa aquela que seria a dolorosa Paixão de Jesus.

Aproxima-te da misericórdia de Jesus, que o milagre se realiza

Onde esfregavam o rosto de Jesus ficava a marca da Sua face; e a cada gota de sangue que derramava durante a flagelação e açoite, tornava-se um lugar de milagre.

Também devemos nos aproximar de Jesus e deixar que o milagre d’Ele entre, por isso, abra o seu coração e deixe-O tocar na sua alma. Peça a Jesus para tocar a sua alma, porque se Ele tocar, você será salvo.

Leia mais:
.: É tempo de conversão!
.: Vivamos a misericórdia enquanto é tempo!

A noite foi intensa, dolorosa e de muito sofrimento para Jesus, mas Ele só não morreu porque precisava morrer na cruz para nos salvar. Jesus carregou a cruz até o alto do monte e passou por tudo isso para nos curar, porque pelas suas Santas Chagas somos curados.

Talvez, hoje, muitos de nós precisam dizer a Jesus para lembrar-se de cada um de nós, assim com um dos ladrões que estavam ao lado de Jesus na cruz se converteu e pediu para estar com Ele no Paraíso. Devemos abrir o nosso coração para Jesus e pedir com toda a força para que Ele mude a sua vida em um instante.

Renda-se ao amor de Cristo!

Quando o soldado colocou a lança no coração de Jesus, logo abriu as comportas da misericórdia, porque a Água e o Sangue que jorraram nos libertaram do pecado.

Pela misericórdia de Deus fomos alcançados, hoje, Dia da Misericórdia, devemos dizer: “obrigada”. Nós somos pecadores, mas temos um amigo fiel que é Jesus! Apesar dos nossos pecados, faltas e maldades, Jesus não vai embora e não se afasta de nós, mesmo que as pessoas se afastem, Ele jamais afastará.

Jesus chagado na cruz é a porta de entrada para entrarmos no Céu, ou seja, é uma porta de livre acesso para o coração do Pai. Devemos fazer do coração de Jesus nossa morada, por isso, não deixemos que nada nos afaste de Deus.

Não se afaste, porque Ele está vasculhando à procura de nós. Ninguém está sozinho, porque Jesus tem o poder de nos alcançar.

Jesus veio para resgatar o que é Seu. E tudo o que é d’ele, Ele toca e está salvo. Jesus nos toca, então, estamos salvos! Deus é Deus!

Gratidão é o que eu sinto pelo amor de Jesus!

Transcrição e adaptação: Alessandra Borges

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
Catequeses