Mosaico é fixado no Santuário do Pai das Misericórdias

Peregrinos poderão conferir um belo mosaico retratando a parábola do filho pródigo

Alessandra Borges
Da redação

O Santuário do Pai das Misericórdias, localizado na sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), foi ornamentado com um belíssimo mosaico em seu interior, cujo desenho reproduz a parábola do filho pródigo.

Com 27 metros de altura e 730 metros quadrados, a arte sacra faz parte da espiritualidade e do projeto litúrgico proposto para o santuário.

Segundo a arquiteta responsável pela obra, a consagrada da Comunidade Canção Nova Maria Eduarda Vieira, o objetivo tanto do projeto da arte sacra como da escolha do artista responsável pela criação do mosaico era de transmitir aos peregrinos a riqueza contida nesta parábola.

“Entre os artistas selecionados, para nós, quem se destacou foi a Irmã Patrícia, uma religiosa das Pequenas Missionárias de Maria imaculada, de São José dos Campos (SP). Além das qualidades artísticas, ela também tem uma espiritualidade muito sólida devido à sua vivência na comunidade”, conta Maria Eduarda.

O trabalho de criação e composição do desenho do mosaico, feito pela religiosa, foi acompanhado pela arquiteta. Após a conclusão dessa primeira fase, a consagrada o apresentou ao fundador da comunidade, monsenhor Jonas Abib, para que ele o avaliasse e desse seu consentimento.

.: Saiba mais: Irmã Patrícia é a responsável pela criação da arte do mosaico do santuário

Realizada a primeira etapa, iniciou-se a seleção da empresa que seria responsável pela confecção das pequenas peças (tesselas) de pedra e de outros materiais que formam o painel de mosaico. De acordo com a arquiteta Maria Eduarda, o Instituto Âncora, da cidade de Cotia (SP), foi escolhido para executar esse trabalho por sua qualidade técnica e responsabilidade social. A entidade tem um importante papel na formação dos cidadãos da região e oferece às mães dos alunos cursos profissionalizantes de técnicas de confecção de mosaicos há mais de 16 anos.

“O projeto do Instituto Âncora se destacou não apenas pela qualidade técnica que eles tinham, mas também por seu trabalho social. Quando fomos conhecê-lo – e vimos que o Âncora desenvolvia um trabalho social com a comunidade – isso foi encantador. Então, nós unimos as duas coisas nesta parceria que iria dar muitos frutos não só para nós como também para eles, porque depois esta verba seria reinvestida nos projetos do Instituto [Âncora]”, explicou a missionária da Canção Novaa.

Após todo o trabalho artesanal de colagem de cada pedrinha do painel, de acordo com o material escolhido e sua cor específica, a tela foi recortada e embalada para ser transportada a Cachoeira Paulista (SP).

“Escolhemos o material a partir da tonalidade do desenho e das possibilidades de materiais que tínhamos para que o desenho ficasse ainda mais rico e apresentasse esta variedade de relevo, saliência, cores e tamanhos”, ressaltou Maria Eduarda.

Depois da fixação do mosaico e da conclusão dos retoques finais da arte, inicia-se a segunda fase do projeto, que é a instalação do mosaico em outra área do presbitério.

A arquiteta e a equipe que participou deste projeto e de toda a construção do Santuário do Pai das Misericórdias já proclamam a vitória de ver a obra em fase de conclusão: “Ver hoje o sonho do santuário concretizado, como nós projetamos e a escolha dos materiais, e ver o resultado final é muito gratificante. Estamos já celebrando as vitórias de Deus!”

Assista à reportagem do programa Deus Proverá sobre o Projeto Âncora, responsável pela confecção do mosaico que vai compor toda parte de trás do presbitério do Santuário do Pai das Misericórdias.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo