Só em Deus encontro repouso

Qualquer sofrimento parece ser insuportável, mas em Deus encontramos repouso

No livro dos Números, Deus convocou o povo para reunir 80 homens na tenda de reunião. Enquanto isso fora do acampamento, outros dois homens ficaram cheios do Espírito Santo. Eles começaram a profetizar, mas alguns que os ouviam diziam a Moisés que os impedissem. Porém, Moisés lhes disse que seria bom que todos assim o fizessem.

.: Ouça essa pregação na íntegra :.

Isto também pode e deve acontecer hoje, o Senhor derrama o Seu espírito Santo para que possamos profetizar. Podemos ver que, como naquele tempo, o Espírito Santo é derramado não somente na “tenda” principal. Não há obstáculos para Jesus, mesmo quando Ele encontra as portas fechadas. Mesmo as pessoas que não estão aqui presentes, o Senhor vai a todos os lugares e você o pode encontrar, mesmo que as portas estejam fechadas.

Márcio Mendes – Foto: Arquivo/Canção Nova

“Eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas”

Jesus disse: “Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve” (Mt 11:28-30).

Quantos de nós experimentamos o cansaço em meio ao mundo de hoje. O Senhor nos propôs uma cura nessa passagem, mas na dimensão da fé. O Senhor, vivo e ressuscitado está no meio de nós. D’Ele ouvimos o convite: “Vinde a mim!”. Você pode estar se perguntando: “Devo ir onde? Na Canção Nova ou outro lugar?”. Não, você tem que buscar uma experiência com Jesus!

Jesus prometeu e é mais fácil esse Rincão ser lançado fora daqui, do que Ele não cumprir as Suas promessas. Hoje em dia, muitos se apresentam como a solução para os seus problemas. Por isso, precisamos tomar cuidado para não sermos enganados por pessoas que estão pensando somente em seus próprios interesses.

“Levanta-te, toma o teu leito e anda”

Jesus disse a Seus discípulos: “Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me” (Mt 16-24). Isso é submeter-se ao jugo do Senhor. Ele nos promete: “Encontrarei repouso para as vossas almas”.

Jesus tem algo para nós muito melhor do que o que você veio buscar. Porém, para isso, você tem de deixar aqui o seu homem velho. A coisa mais fácil para Jesus é atender você imediatamente. Para Deus é muito mais fácil dizer: “Levanta, toma o teu leito e anda” (Jô 5:9).

Mas, podemos ver numa dimensão diferente, como em Jo 4:14, Jesus nos diz: “Mas o que beber da água que eu lhe der, jamais terá sede”. É isso que Ele quer fazer conosco, nos dar a água viva do Espírito Santo. Jesus nos oferece duas águas: a solução para os problemas e a salvação.

Na passagem da multiplicação dos pães, a multidão seguia Jesus e Ele disse: “Vocês vem a mim não por causa dos milagres, mas porque ficaram saciados com os pães”. Eles tinham visto que Jesus podia curar, multiplicar os pães, mas quando Ele disse que quem quisesse a salvação tinha de comer a Sua carne e beber Seu sangue, muitos deixaram de segui-Lo por causa dessas palavras, porque não foram atendidos na hora.

“Do que adianta viver bem, se não viver eternamente”

Jesus quer nos dar muitas coisas, mas o mais importante é a vida eterna. O restante é acréscimo, por isso, muitas vezes não recebemos o que pedimos. Santo Agostinho dizia: “Do que adianta viver bem, se eu não viver eternamente”.

A nossa presente tribulação, momentânea e ligeira, nos proporciona um peso eterno de glória incomensurável. Porque não miramos as coisas que se vêem, mas sim as que não se vêem . Pois, as coisas que se vêem são temporais, e as que não se vêem são eternas (IICor 4-17-18).

Estou aqui na Canção Nova porque eu creio na eternidade. Há uns 800 anos atrás, São Francisco disse: “Meus filhos, grandes coisas prometemos a Deus, mas muito maiores são as que Ele nos prometeu. Pequena é a pena, o sofrimento do tempo presente, mas a glória que nos espera é infinita”.

Quando não acreditamos na vida eterna, qualquer sofrimento parece ser insuportável. Mas, quando acreditamos, o que são os sofrimentos da vida diante dos bens eternos. Faço um apelo a sua fé: as coisas visíveis são momentâneas, mas os que Deus quer nos oferecer é eterno. Vale a pena dar a vida por aquilo que é eterno. Quem sabe um dia podemos ser irmãos de comunidade, sair em missão juntos.

Nós da Canção Nova, espalhamos eternidade e se alguém lhe perguntar responda, eu encontrei a eternidade!

Transcrição: Natalino Ueda

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo