Nem tudo me convém!

A nós tudo é permitido, mas nem tudo nos convém! Mas o que realmente nos convém? Somos cristãos católicos e o que são os valores para nós? Nem sempre o que convém para mim é o que convém para o outro!

Betão e Cris

Betão e Cris. Foto: Wesley Almeida/Canção Nova

“O Reino dos céus é também semelhante a um tesouro escondido num campo. Um homem o encontra, mas o esconde de novo. E, cheio de alegria, vai, vende tudo o que tem para comprar aquele campo. O Reino dos céus é ainda semelhante a um negociante que procura pérolas preciosas. Encontrando uma de grande valor, vai, vende tudo o que possui e a compra” (Mateus 13, 44 – 46).

Precisamos fazer uma seleção do que realmente nos convém. Tudo aquilo que é para o bem, convém quando aceitamos o amor de Deus! Se você escolheu ser cristão, você precisa seguir o Evangelho. Por exemplo, se você é cristão terá que perdoar. E perdoar a quem? A todos!

O que é este tesouro que diz na Palavra? Deus é o tesouro maior de nossas vidas. O padre Léo quando fez a opção pela Comunidade Bethânia, sabia bem o que queria, fez suas renúncias para servir aos outros.

A Palavra de Deus tem a missão de nos fazer melhores. A comunidade Bethânia não é uma comunidade de recuperação, mas sim, de acolhimento. Acolhe cada um do seu jeito. O amor pelo outro não pode depender somente de um, mas dos dois. A experiência com Cristo é fundamental para a nossa caminhada de fé. Encontrar um tesouro é partilhar momentos bons com as pessoas.

"Mas o que realmente convém?", interroga o casal. Foto: Wesley Almeida

“Mas o que realmente convém?”, exortam Betão e Cris. Foto: Wesley Almeida/Canção Nova

O padre Léo em seu período de doença, escreveu cinco livros, e nós, o que estamos fazemos perante ao nosso sofrimento? Podemos dar um sentido diferente para a nossa vida e para a nossa história! Precisamos fazer a experiência com Cristo e entender o que Ele quer de nós; temos o resto da vida para sermos transformados e sermos fonte de transformação.

Precisamos deixar de lado, vender as coisas que não nos levam para a graça de Deus. A plenitude da vida está na eternidade! Lutemos para que as nossas misérias não sejam maiores do que as nossas virtudes.

O céu é um desejo que precisa estar em nosso coração. Quando estivermos no céu, aqueles que nos precederam aqui na terra estarão olhando por cada um de nós. No céu está o nosso tesouro!

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida


Betão e Cris


Casal de pregadores de retiros sobre relacionamentos

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo