Restaurados para viver em Deus

Padre Vicente Neto. Foto: Daniel Mafra/CançãoNova

Padre Vicente Neto. Foto: Daniel Mafra/CançãoNova

É uma alegria estar aqui, vendo a manifestação da graça de Deus no meio de nós, a partir da nossa pertença a Ele. 

Não existe liberdade absoluta. A nossa liberdade é sempre situada. A “liberdade” que a droga dá aos jovens é que eles podem fazer tudo, mas é uma enganação. O conceito de mundo, na linguagem de São João, diz: “é tudo aquilo que está ao contrário das coisas de Deus”. Você não é livre para fazer as coisas do jeito que quer e na hora que quer. A sua liberdade é contextualizada, pois os seus atos têm consequências.

Precisamos nos conscientizar que pertencemos a Deus, que temos uma marca que é o batismo. Uma ilusão que o encardido, ou seja, o demônio, coloca em nós é que Deus não existe e que somos “livres” para fazer o queremos.

Deus precisa ter a primazia em nossas vidas, ter o primeiro lugar. Devemos escutar a Deus e ver até que ponto podemos ir. A Palavra do Senhor não é qualquer palavra, mas é o próprio Jesus, e precisa ser acolhida por inteira.

Aquele que te criou sabe o que é melhor para você. Para pertencermos a Deus, nós precisamos de restauração e de cura, é necessário deixar que Deus nos transforme.

A ditadura deste mundo diz para você que o pecado não existe. Negar o pecado é negar a verdade, é negar a antropologia e o próprio Jesus. É em Jesus que encontramos as respostas para aquilo que precisamos.

Quantas vezes, eu me coloco diante do espelho e digo como São Paulo: “Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço” (Romanos 7,19).

"É o Espírito Santo que vai restaurar a sua família", afirma padre Vicente Neto. Foto: Daniel Mafra/CançãoNova

“É o Espírito Santo que vai restaurar a sua família”, afirma padre Vicente Neto. Foto: Daniel Mafra/CançãoNova

Aquele que tem o controle da nossa vida é o Autor que precisa nos refazer. Por isso, precisamos dizer a Jesus que sozinhos não conseguimos. Como é bom quando deixamos cair as máscaras. Como é importante quando um cristão sabe do valor da confissão. Humilde não é aquele que diz “amém” para tudo, mas aquele se reconhece fraco, necessitado da graça de Deus.

Um dos segredos de Bethânia é que quem chega em nossa comunidade, seja consagrado ou qualquer outra pessoa, ele sabe que quando chega ali é porque tem necessidade de Jesus. E o pecado de um consagrado ou de uma filha não pode me escandalizar. Eu posso duvidar de tudo, menos da graça de Deus que pode restaurar o pecador.

O Espírito que nós recebemos no batismo é o mesmo que vem generosamente para lavar as nossas vestes no Sangue do Cordeiro. É por isso que você se confessa e se coloca diante da Palavra de Deus. É disto que nós precisamos: do Espírito Santo que faz a obra dentro de nós, restaura a nossa família e a nossa pertença ao Senhor.

Você não ficará em pé se o Espírito Santo não te restaurar! Você pertence a Deus. Deus pede que você se deixe ser restaurado por Ele. Nós temos a absoluta necessidade do Espírito Santo para ficar em pé. Só o Espírito Santo tem a capacidade de preencher o nosso coração ferido e machucado.

Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D’Onofrio


Padre Vicente Neto


Sacerdote da Comunidade Bethânia

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo