PHN

Jesus te chama a amar hoje

Padre Paulo Ricardo
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

PHN: Por Hoje não vou mais pecar! Mas o que é esse hoje?

Infelizmente, nós perdemos o fato de que existe um “hoje” de Deus. O diabo nos tenta o tempo todo, porque nós, de alguma forma, achamos que temos tempo. Porém, o ontem não existe mais, e o amanhã ainda não chegou. Será que existe um amanhã para nós? O diabo fica nos perturbando, pois ele sempre quer tirar o foco do hoje.

O diabo nos tenta de duas formas. Se ainda estamos no pecado, ele diz: “Amanhã, você se converte, amanhã você vai ter tempo, amanhã você muda, pois você é jovem ainda”. Se estamos vivendo na castidade, na sobriedade, vivendo uma vida santa, o diabo tenta: “Por quanto tempo você vai aguentar viver assim? Por quanto tempo você vai ser perseverante? Você não vai conseguir!”. E assim ele vai seduzindo e tirando as nossas forças.

Jesus quer nos visitar hoje, agora. Mas como vamos mudar nossa vida, se tentamos muitas vezes e, agora, estamos desanimados? Os jovens são sinônimos de alegria, animação, mas o que vemos, atualmente, é uma geração de tristeza e depressão. Somente quem tem alma é que fica deprimido. Mas por que a tristeza toma a alma das pessoas? Por que queremos ser felizes!

Até mesmo quem comete suicídio quer ser feliz, mas prefere não viver do que não ser feliz. Não há pessoa mais deprimida, cheia de tristeza e desânimo que não queira ser feliz. Mas percebemos que a felicidade nos escapa.

Nós temos uma tarefa, uma missão: sermos felizes. Nós temos uma alma, não somos somente animais. Temos de perceber, dentro de nós, o que é da alma e o que é do corpo; para isso, é só comparar-se aos animais. Raiva, alegria, ansiedade fazem parte do corpo, é “animal”. Porém, o animal não ama.

Fé é receber amor. Se não tivermos fé, nunca receberemos o amor de ninguém, porque nunca seremos capazes de acreditar no amor do outro e sempre duvidaremos dele. Só podemos receber amor se tivermos fé. Somos capazes de fazer um ato de fé por Aquele que amamos e se entregou por nós?

A alma é liberdade, e liberdade quer dizer que estamos programados para fazer uma coisa, mas somos livres para dizer ‘não’. A programação do nosso cérebro diz: “foge da dor, busca o prazer”. A dor para o cérebro é má e o prazer é bom. Somos livres para escolher! Existem dores que são boas, e há prazeres que são maus. “Conhecereis a verdade e a verdade vos fará livres!”

A primeira verdade é: Jesus nos ama acima de todas as coisas. Ele veio a este mundo, assumindo a forma de servo, pensou em nós, para morrer por nós na cruz. Nós, no entanto, não temos fé suficiente, então, peça a Jesus que nossa fé aumente, para que possamos corresponder ao amor d’Ele.

Podemos sentir o amor, mas ele não é só um sentimento. Quando amamos, pode ser que sintamos alguma coisa, mas existem momentos que esse sentimento não está lá. Isso não quer dizer que o amor não esteja também. O sentimento acontece no cérebro, o amor acontece na alma. Mesmo que doa, mesmo que o sentimento não seja de consolação, há amor, há aliança de almas. O essencial está na alma.

Deus nos convida, hoje, a amarmos. Agora! Façamos essa aliança com Ele hope, porque é hoje que podemos amá-Lo. Se hoje for o último dia da nossa vida? Vamos perder a oportunidade de amar Jesus? Do jeito que estamos, hoje, temos de nos decidir a amá-Lo.

Precisamos nos animar uns aos outros, para vencermos as seduções do pecado e dizermos: “Coragem!”. Recorde ao seu irmão o amor com que ele foi amado, recorde o da verdade!

Assista trecho da homilia:

Leia mais:
Paralisia da alma
Ele te chama a ser pescador de homens

 

Transcrição e adaptação: Renata Santiago

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo