PHN

Sou pequeno

É para os pequenos que Deus destina as grandes coisas

 

Pitter Di Laura
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Enquanto jovens, muitas vezes, queremos fazer grandes coisas, expressar nossa opinião, mas não temos ainda credibilidade diante da sociedade, das pessoas com as quais convivemos, especialmente com os mais velhos. Somos pequenos, mas Deus nos escolhe para as grandes coisas.

O profeta Jeremias foi chamado por Deus, ainda muito jovem, para falar com ousadia para um povo rebelde, que se afastou do Senhor.

Duas coisas eram extremamente sagradas ao povo judeu: uma, era a terra, que lhe foi dada por Deus; a outra era o templo em Jerusalém. Entretanto, o oráculo divino entregue a Jeremias anunciava ao povo de Israel que, se eles não se convertessem nem mudassem suas atitudes, Deus faria justiça tirando deles essas duas coisas.

Se eu e você não nos convertermos, também sofreremos a justiça de Deus, a justa recompensa pelas nossas escolhas. Mas a mensagem de Deus era a misericórdia que o Senhor queria derramar sobre Seu povo, mas não dá para viver misericórdia sem arrependimento, sem conversão. Muitas vezes, pequenas atitudes de pessoas pequenas são necessárias para grandes mudanças.

A Palavra de Jeremias traz para nós também uma a advertência de que Deus retiraria de Seu povo a terra prometida, aquela que fora conquistada pela nação de Israel mediante uma jornada de 40 anos no deserto, de luta e esforço. Mas se eu e você não nos convertermos, se nosso coração não permanecer fiel a Deus, nós poderemos, sim, perder as bênção que Deus nos concedeu.

O trecho mais pesado do oráculo de Jeremias era, sem dúvida, com relação ao templo construído por Salomão. Ele representava a presença de Deus no meio do povo. Mas o povo do Senhor se voltou para outros deuses, vivendo uma fé de aparências e tradições. Perder a presença de Deus é o pior que pode acontecer na vida do ser humano, mas se nós não tivermos nosso coração voltado para Ele, perderemos Sua presença.

Eu e você também estamos perdendo a promessa de Deus, Suas bênçãos e, mais sério que isso, Sua presença, por uma falta de conversão. Vamos, hoje, fazer uma autoanálise, reconhecer tudo aquilo que em nós nos afasta da vontade d’Ele, arrepender-nos e converter-nos, pois assim Ele derramará a misericórdia sobre nós. Sejamos, sim, pequenos, mas nos lembremos de que é para nós que Deus tem reservado as grandes coisas.

Assista trecho da pregação:

Leia também:
Vem e segue-me!
Nascer de novo

Transcrito e adaptado por Jonatas Passos


Pitter Di Laura


Cantor e Missionário da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo