“Que meus rastros revelem o bem”

Astromar Miranda
Foto: Wesley Alemida / Fotos CN

Quando nós nos propomos algo, Deus passa na frente e também se dispõe a nos ajudar. Fazer o bem, muitas entidades o fazem, assim como outras pessoas também o fazem, mas hoje nós queremos enfatizar o Bem Maior, que é Jesus Cristo. Precisamos tomar uma decisão de viver o PHN e ser “gente do bem”, porque, assim, meus irmãos, iremos perceber que “Deus faz, Deus juntar”. O Senhor quer dar continuidade à sua obra, pois, quando gente de bem se justa, Deus realiza Sua obra.

Deus realiza Sua obra no tempo d'Ele, para que o milagre aconteça do jeito d'Ele. O Senhor quer um povo de oração e não um povo que busca simpatias. Por isso, não fique de braços cruzados, esperando a obra acontecer.

Estamos acostumados e esperando um Deus com uma vara mágica, mas não é dessa forma que Ele nos dará Suas graças. Nós temos que plantar e fazer a nossa parte. Foi assim com Lázaro: Jesus chegou após quatro dias em que Seu amigo estava morto, foi até a porta do sepulcro e pediu que os amigos retirassem aquela pedra. Naquele lugar, havia gente de bem, foi por isso que Deus quis realizar aquele milagre. Foi da vontade do Senhor que aquelas pessoas participassem do milagre. Da mesma forma, para que o milagre aconteça em sua história, Ele quer precisar de você. Nós devemos viver numa comum-união, na qual Cristo é o centro.

Jesus foi à porta do sepulcro e disse: "Lázaro vem para fora!". Perceba que até mesmo Lázaro precisou participar. Imagine esta cena: Lázaro estava em faixas, pois estava morto, mas mesmo assim fez a parte dele! Ele se apresentou diante de Jesus totalmente enfaixado. O Senhor pediu: "Retirem as faixas, ajudem-no!". É isso, meus irmãos, somos curados e ajudados por 'gente do bem'. Neste fim de semana, o Senhor retirou as pedras do sepulcro. Você também já está fazendo a sua parte: veio para este encontro. Então, permita que Ele retire suas faixas; não perca a oportunidade de se encontrar com o Senhor, busque a confissão, pois o confessionário é o único lugar no qual você se declara culpado e sai em liberdade.

“Contudo, seja qual for o grau a que chegamos, o que importa é prosseguir decididamente” (Fl 3,16). Faça parte desse grupo de pessoas que buscam o bem, seja 'gente do bem'. Você foi alcançado por Deus. Não sejamos apenas 'gente de bem', mas propagadores dessa proposta. Quando nós conhecemos o bem, não podemos nos deixar ser alcançados pelo mal.

Não podemos viver sem problemas, pois todos nós os temos. Precisamos parar de fugir e enfrentar nossos problemas. Se for para recuar, que seja para tomar impulso. Não desista! Não há como viver sem dificuldades. Pare de dialogar com os problemas, peça ajuda a Deus, o importante é prosseguir. Não podemos fazer das nossa perdas algo pior do que ela já é. Tenho dito uma frase: “Deus não evita, Deus muda o final”. Peçamos ao Senhor que aumente a nossa fé, pois a partir dela nós andaremos na vontade d'Ele.

Vamos parar de nos apaixonar pelos problemas; saíamos deles e anunciemos o bem maior que é Jesus Cristo. A partir daí, nos tornaremos o quinto Evangelho, no qual o Senhor será anunciado por meio de nós. Por onde Jesus andava, Ele transformava as diversas realidades que encontrava. O Senhor deseja ficar contigo. Permita que Ele habite em você.

"O Senhor deseja ficar contigo. Permita que Ele habite em você", disse
Foto: Wesley Alemida / Fotos CN

 :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook

Em Marcos 10,46, lemos a história do cego Bartimeu: “Chegaram a Jericó. Ao sair dali Jesus, seus discípulos e numerosa multidão, estava sentado à beira do caminho, mendigando, Bartimeu, que era cego, filho de Timeu. Sabendo que era Jesus de Nazaré, começou a gritar: "Jesus, filho de Davi, em compaixão de mim!" Muitos o repreendiam, para que se calasse, mas ele gritava ainda mais alto: "Filho de Davi, tem compaixão de mim!" Jesus parou e disse: "Chamai-o" Chamaram o cego, dizendo-lhe: "Coragem! Levanta-te, ele te chama." Lançando fora a capa, o cego ergueu-se dum salto e foi ter com ele. Jesus, tomando a palavra, perguntou-lhe: "Que queres que te faça? Rabôni, respondeu-lhe o cego, que eu veja! Jesus disse-lhe: Vai, a tua fé te salvou." No mesmo instante, ele recuperou a vista e foi seguindo Jesus pelo caminho”. Bartimeu significa 'Bar' = filho, e 'Timeu' = nome do seu pai, ou seja, aquele homem nem possuía um nome, e sabe por quê? Porque, ao lermos este Evangelho, cada um de nós passa a ser este homem, pois, muitas vezes que negamos o nome do Senhor, tornamo-nos mendigos. Você, meu irmão, é amado por Deus, por isso não é mendigo! Saia do anonimato, o Senhor o chama e o capacita.

Aquele homem estava desanimado, achava que não tinha valor. Mas Bartimeu, após tomar uma decisão, gritou para ser curado. Quando isso aconteceu, a multidão, que ali estava, mandou ele ficar quieto, mas ele não parou, pois havia se decidido. Irmão, não desanime diante do que o mundo lhe impõe!

"Que quereis que vos faça?". Foi o que Jesus perguntou àquele homem. E por mais que Ele sabia o que aquele homem queria, Jesus o questionou, Ele queria ouvi-lo.

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Astromar Miranda


Membro do Movimento Mariana Braga e pregador

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo