A alegria da fidelidade

 

Eugênio Jorge
Foto: Wesley Almeida/ Cancaonova.com

Que Deus nos conduza, nos inspire e fale ao nosso coração; que Ele mude o percurso da nossa história. Que você não seja a mesma pessoa, que você seja melhor, que Ele lhe traga a luz. Que o Senhor nos conduza ao caminho da felicidade, porque felicidade é estar no centro da vontade de Deus. Que a exemplo da Virgem Maria nós possamos conduzir as nossas vidas e dizer um ''sim'' a Deus. Assim como Nossa Senhora, que nos sejamos um ''sim'' para Deus!

Há uma nova vida sendo gerada dentro de nós pela graça de Deus, pela Sua misericórdia. O tema que me foi proposto é para a pregação de hoje é: ''A alegria da fidelidade''. E a alegria da fidelidade quer dizer sermos fiéis a esse Deus, que nos tornou pessoas melhores, fecundas. Embora, muitas vezes, nos desviemos do caminho que Ele nos propôs; dia após dia, precisa aflorar dentro de nós a fidelidade. Nós precisamos contemplar a graça de Deus Pai dentro de nós.

Você já melhorou muito, mas ainda há muito a melhorar, por isso pé na caminhada, aguente firme, pois o caminho é longo e difícil. O caminho é longo, tem espinhos, mas temos que prosseguir, ir rumo ao alvo [céu]. O caminho é árduo, mas chegaremos aonde está o nosso tesouro: Nosso Senhor Jesus Cristo! Chegaremos lá, cantando em uma só voz, proclamando o nome de Jesus e, a nossa chegada será o nosso grande testemunho.

Há uma grande alegria na fidelidade; e quem vive a fidelidade experimenta a verdadeira felicidade. Do contrário vivemos de uma alegria fugaz, como uma fumaça que, de repente, some. A felicidade é duradoura, Deus nos quer felizes!

Como diz aquele ditado: ''Onde passa um boi, passa uma boiada''. Assim também é a infidelidade, que acontece quando vamos contrariando os nossos princípios e as coisas boas que aprendemos dos nossos pais; fazemos muitas coisas por baixo dos panos e somos infiéis com nós mesmos e com tudo o que aprendemos. Várias vezes isso acontece conosco, porque não há um justo sobre a Terra! Não ponha a mão sobre a sua cabeça e se ache culpado, pois, todos nós somos culpados e pecadores.

Jesus é fiel, Deus é justo. Nós precisamos insistir para que as coisas ocorram de forma certa. Podemos e devemos realizar muitas obras de justiça, de fidelidade e de amor!

Eu não sou justo, não sou fiel, ainda não o sou! Quando o "Perfeito" vier, o imperfeito em nós desapareça! Mas, agora devemos confessar: não somos justos, não somos fiéis, mas podemos com o nosso esforço realizar muitas obras de Deus!

Vejam, a alegria da luz consiste em iluminar. Que tristeza seria para a luz se tudo fosse escuridão, ela não teria cumprido a sua missão. A alegria da água consiste em purificar, em molhar, em saciar a nossa sede; da mesma forma, se ela não realizasse a sua missão ela não serviria para nada, seria podre e infeliz. Assim, a luz e a água deixariam de cumprir a sua missão, não porque elas queiram, mas porque foram impedidas de fazê-lo. Da mesma forma, a alegria do sol é cumprir a sua missão, realizar aquilo para o qual ele é chamado.

Pois então, a alegria do homem é ser o que ele é no coração de Deus, cumprir o que Deus tem para ele e realizar a obra para a qual ele foi chamado e escolhido. Há uma vida sendo gerada dentro de nós; por isso sair do propósito de Deus é ser infiel ao Senhor.

"A Quaresma é uma ótima oportunidade para nos esvaziarmos de nós mesmos", afirma Eugênio
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com
                                                                                                 :: Veja mais fotos no fickr

Estamos às vésperas da Quaresma, que é uma ótima oportunidade para nos esvaziarmos de nós mesmos e preenchermos o espaço com a vontade de Deus. O que faz uma pessoa ser infiel? É querer ser cheia de si mesma, querer satisfazer os seus desejos, tudo tem de ser bom para ela. Aquele que está cheio de si, é egocêntrico, não se importa se vai pisar nos outros, é uma pessoa arrogante, só pensa em si. A infidelidade às leis de Deus não começa nos grandes atos, mas nas pequenas contrariedades a elas que fazemos em nosso coração.

''Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho. Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou. Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser. Ora, achavam-se ali seis talhas de pedra para as purificações dos judeus, que continham cada qual duas ou três medidas'' (São João 2, 3-6).

Tudo o que nos afasta de Deus é infidelidade, se Ele é amor precisamos mergulhar n'Ele e ser fiéis! Deus é amor, estejamos no estágio em que estivermos. Jesus não veio fechar portas e, sim, abri-las, Ele veio salvar o mundo, Ele é a cura! Enquanto existir o bem, o mal tem cura. A santidade é Jesus, a salvação é Jesus, portanto, queira Jesus e nada mais, queira ser como Ele! O amor de Deus é verdadeiramente perfeito!

 

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida

 


Eugênio Jorge


Músico e pregador da Missão Mensagem Brasil

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo