A alegria do Senhor seja a nossa força

Frei Josué
Foto: Robson Siqueira

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Mãe Maria Santíssima! Para mim é uma grande alegria estar aqui neste encontro com a Comunidade Obra de Maria.

Só podemos afirmar que, de fato, “a alegria do Senhor é a nossa força!”

O antídoto contra as insídias de Satanás é a alegria. Quem quer ser santo? A Palavra de Deus nos ensina que “um tesouro de santidade é o cultivo da alegria”.

Mas que alegria é esta? Seria uma simples euforia? Não. Estamos vivendo num tempo em que, quem quer ser verdadeiramente santo, precisa aprender a carregar a cruz de cada dia. A alegria é um fruto do Espírito Santo.

Somos muito imediatistas. Não sabemos esperar em Deus. E o Senhor quer nos ensinar, mediante a Sua Palavra, que momentos dolorosos, terríveis, podem ser transformados em momentos de alegria pela ação de Nosso Senhor. Vamos ver o que está escrito em Lucas 24, 13-35:

“Nesse mesmo dia, dois discípulos caminhavam para uma aldeia chamada Emaús, distante de Jerusalém sessenta estádios. Iam falando um com o outro de tudo o que se tinha passado. Enquanto iam conversando e discorrendo entre si, o mesmo Jesus aproximou-se deles e caminhava com eles. Mas os olhos estavam-lhes como que vendados e não o reconheceram. Perguntou-lhes, então: De que estais falando pelo caminho, e por que estais tristes? Um deles, chamado Cléofas, respondeu-lhe: És tu acaso o único forasteiro em Jerusalém que não sabe o que nela aconteceu estes dias? Perguntou-lhes ele: Que foi? Disseram: A respeito de Jesus de Nazaré… Era um profeta poderoso em obras e palavras, diante de Deus e de todo o povo. Os nossos sumos sacerdotes e os nossos magistrados o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram.Nós esperávamos que fosse ele quem havia de restaurar Israel e agora, além de tudo isto, é hoje o terceiro dia que essas coisas sucederam.É verdade que algumas mulheres dentre nós nos alarmaram. Elas foram ao sepulcro, antes do nascer do sol; e não tendo achado o seu corpo, voltaram, dizendo que tiveram uma visão de anjos, os quais asseguravam que está vivo. Alguns dos nossos foram ao sepulcro e acharam assim como as mulheres tinham dito, mas a ele mesmo não viram. Jesus lhes disse: Ó gente sem inteligência! Como sois tardos de coração para crerdes em tudo o que anunciaram os profetas! Porventura não era necessário que Cristo sofresse essas coisas e assim entrasse na sua glória? E começando por Moisés, percorrendo todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava dito em todas as Escrituras. Aproximaram-se da aldeia para onde iam e ele fez como se quisesse passar adiante. Mas eles forçaram-no a parar: Fica conosco, já é tarde e já declina o dia. Entrou então com eles. Aconteceu que, estando sentado conjuntamente à mesa, ele tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e serviu-lho. Então se lhes abriram os olhos e o reconheceram… mas ele desapareceu. Diziam então um para o outro: Não se nos abrasava o coração, quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras? Levantaram-se na mesma hora e voltaram a Jerusalém. Aí acharam reunidos os Onze e os que com eles estavam. Todos diziam: O Senhor ressuscitou verdadeiramente e apareceu a Simão. Eles, por sua parte, contaram o que lhes havia acontecido no caminho e como o tinham reconhecido ao partir o pão”.

A passagem narra a história destes dois discípulos. Um deles é Cléofas. O outro discípulo não sabemos o seu nome. Isto significa que, este segundo discípulo, sou eu e é você. Somos nós. Caminhando desanimados, cabisbaixos, abatidos. E estamos na estrada. Numa viagem. A vida é uma viagem, uma peregrinação. Somos estrangeiros neste mundo. Estamos aqui somente de passagem.

'A alegria é o antídoto contra as insídias do inimigo de Deus', ensina Frei Josué
Foto: Robson Siqueira

 :: Veja mais fotos no Flickr

 

E nesta caminhada, a exemplo dos discípulos de Emaús, também vamos alimentando nossas dores e sofrimentos. Temos que mudar o foco, meus irmãos! Precisamos ver os momentos dolorosos como oportunidades de crescimento.

Comece a lembrar as maravilhas de Deus em sua vida. Lembre-se que Deus não muda! O que muda são as circunstâncias. Deus jamais deixou de te amar.

Mas, infelizmente, vamos caminhando por esta vida cultivando a tristeza em nosso coração. Veja: Jesus se aproximou daqueles dois discípulos e eles não reconheceram que era Jesus. Assim também nós: não reconhecemos o Senhor quando estamos cercados por pessoas que só falam de tristeza, que vivem se “diagnosticando” e até mesmo inventam novas doenças e problemas.

Saiba que o demônio “ama'” a quem é crítico! Você precisa aprender a ser uma pessoa de louvor. Não cultive o mal. Não seja uma pessoa de queixume. Não dê poder ao inimigo! A conversão começa pelos lábios. Proclame as maravilhas do Senhor em sua vida.

O inimigo tem afetado a mente de muitas pessoas. Por isso, durma com a Palavra de Deus aberta ao lado de sua cama. Você quer vencer? Quer expulsar o maligno da sua vida? Então proclame a Palavra de Deus! Somente a Palavra de Deus pode te libertar desta ação do inimigo.

O Senhor Jesus, então, se aproxima daqueles dois discípulos e começa a proclamar a Sua Palavra. Saiba que a sua tristeza é uma ofensa a Jesus. Você não pode ser uma pessoa triste. É uma obrigação sua ser alguém alegre, pois o amor de Deus age em sua vida.

Não procure o Senhor apenas para resolver o seu problema. Não fique centrado somente em sua dor. Deus quer entrar em seu coração e transformar a sua vida.

Quantas vezes eu e você somos visitados por Jesus. Ele se “esconde” em nossos irmãos. Aqueles discípulos estavam caminhando ao lado de Jesus e não O reconheceram. Precisamos aprender a reconhecer o Senhor naqueles que Ele mesmo coloca em nossa vida.

Que coisa triste é seguir a Cristo só para ser feliz neste mundo! Jesus não é apenas um "solucionador de problemas" em sua vida. Isto é diminuir demais a Glória de Deus! Ele precisa ser assumido como o único Senhor em sua vida.

Talvez você siga a Jesus para Ele converter toda a sua família. Mas talvez Deus só converta a algum dentre os seus somente na hora da morte. “Mas eu quero que Jesus converta toda a minha família agora, nesta hora!”, você diz. E quem garante que, se algum dos seus se converter agora ele irá se salvar? Tenho visto muitos casos de pessoas – que antes eram firmes e atuantes na caminhada com Deus – e hoje abandonaram a Igreja, a própria fé e hoje vivem uma vida desregrada. Quem se atola numa vida de pecado encontra muita dificuldade em sair dela depois.

A Cruz não é a “palavra final”. A palavra final de Jesus é a Ressurreição. Meus irmãos, fé é não parar na dor. É não parar na “Sexta-feira Santa”, mas sim no Domingo da Ressurreição. Agora, para experimentar a alegria da Ressurreição é necessário passar pelo Mistério da Cruz. Deus não permitirá que você passe por algo acima das suas forças humanas. Mas, infelizmente, esquecemos disto com facilidade.

'Fortalecendo-se em Deus, com certeza você superará as dificuldades com maior facilidade', assegura Frei Josué
Foto: Robson Siqueira

 

Você quer ir para o Céu e levar toda a sua família junto? Então, prepare-se para as dificuldades. Se você aprender a se fortalecer em Deus, com certeza conseguirá superar as dificuldades com maior facilidade. Se você é alguém pobre, não fique querendo ter muitas coisas. Aprenda a viver com modéstia.

É fácil dizer “sou alguém que tem fé!” quando tudo vai bem. Mas, e quando as situações são adversas? Estamos num tempo em que o Senhor procura almas que se comprometam a entregar-se pelo sacrifício. Chega daquela fé de “euforia”, de momento! Precisamos de uma fé que leve ao testemunho. O mundo já não aguenta mais tanto “blá blá blá”. As pessoas querem um autêntico testemunho que, se necessário, leve até ao martírio.

Meus irmãos, tudo pode ser mudado pela oração! Quem conduz a Igreja é o Espírito Santo. Ele é quem aquece os nossos corações.

Jesus celebrou a primeira parte da Santa Missa no caminho para Emaús. Ele aqueceu o coração daqueles dois discípulos, explicando as Sagradas Escrituras para eles.

E depois o Senhor fez o movimento de seguir adiante. Mas, naquele momento, os dois discípulos disseram: “Fica conosco, já é tarde e já declina o dia”. É o que você precisa fazer agora: peça ao Senhor fique contigo nos momentos de dor, em que a escuridão da noite se aproxima. Jesus quer ficar contigo. Creia!

 

:: Ouça esta canção e reze como Frei Josué

 

E quando Jesus fica conosco, entra na casa do nosso coração, Ele nos dá o seu melhor. Ele senta-se à mesa e, ali, acontece o sacrifício eucarístico. Meus irmãos, ir à Santa Missa, aquecer o coração com a Palavra de Deus e depois poder comungar o Corpo e o Sangue de Nosso Senhor, é uma fonte inesgotável de alegria. E alegria verdadeira. É o Céu na terra.

Se existe uma alegria para nós, peregrinos neste mundo, é o fato de podermos ir à Santa Missa. Participar dela é nosso dever e salvação.

Jesus, após abençoar o pão, desaparece diante dos dois discípulos. E, agora, como ver Jesus? Você vai vê-Lo na Eucaristia a partir de agora. Vá a Santa Missa a você verá Jesus!

Quem tem a Santa Eucaristia e a Maria Santíssima não precisa de mais nada. Esta é a pessoa mais feliz do mundo. Vá a Santa Missa e comungue. Reze o Terço. Seja uma alma mariana. E você verá o inimigo bem longe da sua vida.

Um homem, preocupado pelos seus filhos que estavam longe do caminho de Deus, certa vez me procurou perguntando o que deveria fazer. Eu lhe disse: “Vá à Santa Missa e reze o Terço diariamente”. Este homem fez isto, até que foi chamado por Deus. E saiba que ele deixou seus filhos – todos eles – no caminho de Deus dentro da Igreja. Deus é fiel!

 

:: Ouça o testemunho de Alex, membro da Comunidade Obra de Maria

 

Portanto, não desista da sua família! Seja uma alma eucarística e mariana. Sustente-se nestas duas colunas: Eucaristia e Nossa Senhora. E você verá as maravilhas de Deus acontecendo na sua vida e sua casa. Você irá experimentar esta alegria que não passa jamais.

Assista trecho dessa pregação

 

 

Transcrição e adaptação: Alexandre de Oliveira

 


Frei Josué Pereira de Sousa


Ordem dos Frades menores conventuais da Província de Brasília

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo