A cura começa no encontro com Jesus

Padre Reginaldo Manzotti
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Todo aquele que é tocado por Jesus é sensibilizado e tem todos os seus pecados perdoados em nome de Deus Pai.

No Evangelho de hoje, São Mateus quer mostrar que Jesus é Deus e ele começa nos dizendo exatamente isso, mas vai muito além. Primeiro, ele nos apresenta a humanidade de Cristo para, depois, apresentar diante de nós um Deus que se faz homem para estar em nosso meio.

O sacrifício eucarístico é o derramamento de amor do Pai por cada um de nós. Se realmente tivéssemos a dimensão do que isso significa, nós sairíamos realmente transformados a cada celebração da Santa Missa que participássemos.

Às vezes, nos falta apresentar nossas paralisias, feriadas e doenças, assim como fez aqueles quatro homens com o amigo paralítico que era carregado em uma maca. Eles não tiveram medo e, em momento algum, duvidaram que Jesus era capaz de fazer milagres na vida daquele homem.

Quando o sofrimento e a agitação são demais, a última coisa que conseguimos fazer é rezar. Por isso devemos sempre ter aqueles amigos que são capazes de nos carregar se preciso for, de nos apresentar na condição que nos encontramos diante de Jesus.

O flagelo abala nossa fé e acaba por nos tirar do foco. A família deve ser o sustento de que você tanto precisa, assim como você também deve ser instrumento de Deus para aqueles que, hoje, sofrem desses males.

Quando o irmão precisa de ajuda, você tem sido a mão de Deus na vida dele ou prefere parar em suas limitações e julgá-lo pelas falhas?

A cura que Jesus quis realizar na vida daquele paralítico era muito maior do que a intenção que ele trazia no coração. Jesus, antes de qualquer coisa, perdoa os pecados daquele homem e, aí sim, devolve a ele o que tanto clamava.

Qual é a cura que você tem pedido a Deus hoje? Será que sua oração realmente está correta? O Senhor conhece cada canto do seu coração e não precisa ouvir da sua boca aquilo que necessita acontecer na sua vida.

"Deus quer realizar a cura na sua vida", exorta padre Reginaldo Manzotti
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Quando precisamos limpar nossa casa, essa limpeza deve começar de dentro para fora, pois não adianta varrermos nossa calçada se a sujeira ainda está no nosso lar. Por isso, a cura que Jesus quer realizar na sua vida é como a do paralítico do Evangelho. Ele quer curá-lo de dentro para fora, limpando sua alma para depois restaurar o seu físico. Por isso o Senhor é apontado por São Mateus como um Deus, porque o trabalho que Ele inicia não fica pela metade. Ele poderia muito bem ter dito: “pega sua maca e vai para casa”, mas, dessa forma, a cura não estaria completa.

O Senhor conhece o nosso potencial e sabe que nosso lugar não é na lama, mas sim no céu, ao lado d'Ele. O Senhor quer fazer o novo na sua vida, porém essa restauração só pode acontecer se todos os seus pecados forem perdoados por Nosso Senhor Jesus Cristo. Peça, então, a bênção do Senhor sobre sua vida e se faça humilde diante das suas limitações.

Transcrição e adaptação: Gustavo Souza


Padre Reginaldo Manzotti


Reitor do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe – Curitiba (PR)

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo