A graça do sacramento em família

Nossos relacionamentos estão constantemente ameaçados. O homem e a mulher tem dificuldade de se relacionar. Porque muitas vezes nos relacionamentos sempre queremos um culpar o outro e acabamos brigando.

O pecado entro no mundo, mas, Deus é tao bondoso que não desiste de nós.

“Não obstante, a ordem da criação subsiste, apesar de gravemente perturbada. Para curar as feridas do pecado, o homem e a mulher precisam da ajuda da graça que Deus, em sua misericórdia infinita, jamais lhes recusou. Sem esta ajuda, o homem e a mulher não podem chegar a realizar a união de suas vidas para a qual foram criados “nos princípios” (Catecismo 1608).

Deus na sua infinita misericórdia, viu o quanto somos miseráveis e não nos abandona.

Não e fácil ter um relacionamento, pois o sacramento do matrimônio é a graça que precisamos para ter a força.

Muitas vezes nos deixamos de lado o presente que ganhamos no dia do sacramento, o Espirito Santo. Temos sempre que chamar-lo para nos acompanhar.

“E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus” (João 2,1).

Nossa Senhora, percebe todas as coisas e das as ordens. A Mãe é a autoridade e tem a sensibilidade. Muitos dos casamentos de hoje falta esta sensibilidade, falta o vinho novo. Sem isso não conseguimos a alegria. Deus respeita a nossa vontade, temos que abrir o coração.

A graça de Deus só vai se manifestar na nossa vida se abrimos o coração. Se não tivermos o sobrenatural de Deus, nada vai acontecer.

"É muito importante ter uma espiritualidade conjugal"
Foto: Arquivo/Cancaonova.com

O sacramento e para transpor o limite que existe no ser humano. Porque o ser humano, busca a alegria, paz e o limite. Por isso temos que buscar Deus acima de tudo.

Entre o casal cada um e de um jeito, até mesmo na forma de buscar o Senhor. Jesus nos respeita e tem tolerância conosco, porque cada um e de um jeito.

No relacionamento as vezes queremos a mulher o homem ideal, se casamos pensando assim quebramos a cara. Deus nos fez para mudar, moldar-nos um pelo outro. É necessário amar por meio das pequenas coisas e com muito dialogo.

A espiritualidade não vai cair do céu, temos que começar aos poucos. É muito importante ter uma espiritualidade conjugal. É necessário buscar meio para isso nas pequenas coisas.

Só conseguimos ser melhor pela graça de Deus. Deixemos Deus transformar nossa água em vinho.

Ninguém é melhor de uma hora para outra. E em casa que o céu começa, entre família. Se queremos uma família linda e educada, temos que estar em Deus, pois nada é fácil.

É necessário ter um propósito, construir nossa espiritualidade, tentar rezar juntos o ler a palavra de Deus. Para que possamos estar fortes. O Senhor fala no nosso coração.

O maior presente do sacramento do matrimônio é a alegria de ser de Deus. Mas se não estamos sentindo a alegria e porque o Senhor ainda não está agindo no nosso coração.

O Amor de Jesus transcende em nós. Deus quer abençoar nossa família, isso é o projeto mãe. Para isso temos que fazer nosso esforço. Aos poucos temos que ir construindo uma família e um matrimônio debaixo da graça de Jesus Cristo.

Mesmos nas tribulações, não tenhamos medo o Senhor já venceu tudo por nós.

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino de Azevedo


Betão e Cris


Casal de pregadores de retiros sobre relacionamentos

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo