A Igreja e a transformação social

Pe. Sóstenes
Foto: Maria Andréa/Cancaonova.com

A transformação social acontece quando cada um assume seu lugar na Igreja. Deus não abandona o homem no que é necessário, por isso a Igreja é contra o aborto, ela sempre será a favor da vida. Só no Brasil, por ano, mais de um milhão de crianças são abortadas.

A humanidade de hoje está com saudades de Deus, já se percebe que as tecnologias não são capazes de preencher o coração do homem. O homem tem sede e fome de Deus.

Seja lá o que você viveu até o dia de hoje, eu digo: Não fique preso ao que passou, olhe para frente, olhe para o agora!

O que Deus pode fazer em nossa vida neste tempo?

A Canção Nova busca colocar em prática no dia de 'hoje' essa obra de transformação de restauração social, levando aos homens a dignidade de filhos e filhas de Deus.

Temos aqui na Canção Nova o Posto Médico Padre Pio que busca ter esse diferencial de alegria, de acolhimento para com aqueles que vêm até nós, são mais 40 mil pessoas atendidas por ano. São muitos os testemunhos de pessoas que são curadas não somente pelos medicamentos, mas que, porque são tratadas com amor, são restauradas, recebem a cura. Meus irmãos, o amor cura!

Temos ainda o Instituto Canção Nova, uma escola pública, gratuita, mas com ensino de nível particular, são mais de 1.000 alunos.

O CAC (Centro de Atendimento Comunitário) está dentro de um dos bairros mais carentes de Cachoeira Paulista, onde o índice de violência, de uso de drogas e de gravidez na adolescência é muito grande, mas ali somos presença na vida daquelas pessoas. Recebemos testemunhos de famílias que graças a esse trabalho se tornaram mais fortes, mais unidas.

Temos a evangelização com os surdos, cursos profissionalizantes. Na Casa do Bom Samaritano trazendo esperança, vida nova.

A Igreja continua viva, continua fazendo, tocamos de forma muito concreta nessa verdade aqui na Canção Nova.

"Muitas pessoas que vem até nós não tem mais com quem contar."
Foto: Maria Andréa/Cancaonova.com

 :.Veja + fotos no Flickr

 

Monsenhor Jonas no ano de 2002, celebrou uma Missa para a comunidade quando declarou que a Canção Nova a partir daquele dia era instituída como Casa da Misericórdia.

Muitas pessoas que vem até nós não tem mais com quem contar. Por isso buscamos levar a Misericórdia vivida e experimentada a cada um que vem até nós.

Eu faço parte desta profecia e você também, porque sua ajuda, sua presença, sua oração se une a nós, se une a cada pessoa recebida aqui, a cada história contada…

O amor continua acontecendo hoje nesse lugar que se chama igreja.

 

Transcrição e adaptação: Cris Henrique  

 

 

 

Assista o testemunho de Edilene de Jesus, mãe que teve sua filha atendida pelo setor de Pediatria do Posto Médico Pe. Pio

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo