A nossa felicidade está em Jesus

Irmã Zélia da Congregação da Copiosa Redenção
Foto: Robson Siqueira / Fotos CN

A Palavra de Deus, em Atos 3, 6, nos diz: “Pedro, porém, disse: Não tenho nem ouro nem prata, mas o que tenho eu te dou: em nome de Jesus Cristo Nazareno, levanta-te e anda!”

A Palavra de Deus é alimento para nós. A Virgem Maria tem Jesus para nos dar, Ela sempre tem um filho para nos dar de presente. E vemos, nessa passagem, João e Pedro passando pela porta do templo, e ali havia um coxo pedindo dinheiro. Talvez nós vamos ao encontro do Senhor para pedir. Porém, precisamos  – como a Virgem Maria – pedir que a vontade de Deus aconteça em nossa vida.

Precisamos de um encontro autêntico com Nossa Senhora por meio do rosário, como Padre Pio, que, antes de sua morte, disse aos fiéis: "Nunca fiquem um dia sem rezar o rosário".

Quem tem Maria, tem sede de Eucaristia, tem sede de santidade
.

Nossa Senhora também nos faz experimentar Pentecostes. Ela ensina com a vida, em oração com os discípulos no Cenáculo, que quem tem o Espirito Santo, tem tudo. Eles experimentaram também com Ela a cruz.

A segurança que temos nesta vida é quando fazemos a vontade Deus.

Aquele coxo só queria dinheiro, mas os discípulos deram muito mais, deram-lhe Deus. O Senhor quer dar sempre mais a você. Foi o próprio Deus quem o tocou e o curou.

Ser de Deus é dar Jesus. É motivar as pessoas a terem um encontro com Jesus. Um encontro sólido, no qual, mesmo vindo a tempestade, temos a certeza de que o sol voltará a brilhar.

Muitas pessoas podem dizer que fazem caridade. Mas a verdadeira caridade é levar o outro ao encontro com Jesus vivo e ressuscitado.
A vida doada para o Senhor é uma vida de constante martírio, mas plena de uma força que vem do alto. De uma alegria que não nos deixa desanimar. Rezamos não conduzidos pela vontade, mas crendo que a oração mobiliza dentro de nós algo diferente, porque queremos nos encontrar com Deus.

Deus no ama tanto que nos dá sinais de Seu amor vinte e quatro horas por dia.

"A verdadeira felicidade quem nos dá é Deus"
Foto: Robson Siqueira / Fotos CN

Em meus primeiros retiros, tive a graça de fazer com muitos membros da Comunidade Canção Nova. Eu tinha as fitas cassete das pregações do monsenhor Jonas. Esse homem ia falando e o meu coração se rasgava. Quanto mais eu escutava as pregações dele, tanto mais desejo eu tinha do céu.

A minha vida não é minha, é de Deus. Ao ingressar na Copiosa Redenção aprendi que devemos amar muito a nossa cruz, porque é depois dela que vamos contemplar a nossa Páscoa, a vitória. O caminho de Deus é uma porta estreita, mas a Virgem Maria está à nossa frente.

Hoje, como consagrada, minha maior alegria é dar Jesus às pessoas. É saber que eu posso ser canal para que elas tenham uma experiência com o Senhor.

Nos momentos de dor, vencemos quando temos Jesus e Maria.

Precisamos resgatar o desejo de santidade, de buscar a Deus. Sem medo de viver uma vida diferente da do mundo.

Não tenho nada, mas eu tenho a Deus. Se Deus não me deu o que estou pedindo, preciso continuar firme com Ele. Confiante em Sua vontade.

As coisas deste mundo nos dão prazer, mas não nos dão felicidade. A verdadeira felicidade quem nos dá é Deus.

Transcrição e adaptação: Nara Bessa


Irmã Zélia Garcia Ribeiro


Missionários de Santa Teresinha do Menino Jesus

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo