A paciência tudo alcança

Dom Irineu Danelon
Foto: Maria Andrea

Nós geralmente temos a noção de que santos são aqueles que protegem a gente, eles também exercem esta função, mas principalmente devemos olhar para um santo e pelo seu testemunho de vida  buscar imitá-los. Santa Tereza de Ávila dizia: “Só Deus basta”. Ela colocou Deus como ponto alto na sua vida e dizia muito da vivência da paciência. Portanto vou falar um pouco sobre a paciência.

O que será da pastoral da sobriedade sem a paciência? Santo é aquele que também cai, mas sempre se levanta. Deus perdoa a todos porque compreende cada um de nós. Conhecemos vários dependentes químicos que nos irritavam ao vender tudo para comprar drogas, mas até nesses momentos precisamos dizer: "Paciência". A paciência nos ensina a corrigir as pessoas no momento adequado e da forma adequada. A paciência aguarda o momento da correção, mas não dispensa a correção.

Um certo dia ouvi esta frase de um amigo: "Procure me amar mais quando menos mereço, pois é quando mais preciso". Nos é necessário viver isso, pois é ai que também exercitamos a paciência para com os outros, sendo muitas vezes sustento em tempos difíceis.

“Use a razão e não o bastão”, dizia Dom Bosco. Explique e seja sempre coerente.

Através da sua paciência você vai possuir a sua vida. Quem tem paciência tem produtividade na vida.

Santa Tereza dizia “A paciência tudo alcança”. Vamos pedir a intercessão dela para que nada nos perturbe.

"A paciência tudo alcança" Dom Irineu Danelon
Foto: Maria Andrea

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo