A Palavra de Deus é o catálogo para a felicidade

Felipe Aquino
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

"Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa eqüidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus" (Filipenses 4,4-7).

São Paulo completa esse texto em 1 Tessalonicenses 5,16-18: “Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

Não existe santo mal-humorado, triste, os santos são pessoas alegres. Será que dá para ser alegre neste mundo cheio de calamidades, estupros, violência e corrupção? Se a Palavra de Deus diz: "alegrai-vos no Senhor" é porque devemos e podemos fazer isso. São Paulo nos dá a receita de alegria: ela está no Senhor, não está no time de futebol, no carro e bens materiais.

Minha alegria é estar perto de Deus, porém agora estarei sempre feliz, porque vós me tomais pela minha mão”. Minha mãe era muito humilde, tinha 9 filhos, uma ferida enorme na perna, e sempre cantarolava isso.

“Quanto mais gente sofre, mais temos que rezar”, ensina João Paulo II. A fé é maior que todo sofrimento do mundo. Por isso a Palavra diz: "Não entregues tua alma à tristeza, não atormentes a ti mesmo em teus pensamentos. A alegria do coração é a vida do homem, e um inesgotável tesouro de santidade. A alegria do homem torna mais longa a sua vida. Tem compaixão de tua alma, torna-te agradável a Deus, e sê firme; concentra teu coração na santidade, e afasta a tristeza para longe de ti, pois a tristeza matou a muitos, e não há nela utilidade alguma. A inveja e a ira abreviam os dias, e a inquietação acarreta a velhice antes do tempo. Um coração bondoso e nobre banqueteia-se continuamente, pois seus banquetes são preparados com solicitude.” (Eclesiástico 30,22-ss).

 

A alegria é um dom de Deus, dom do Espírito Santo, por isso podemos ser alegres até nos momentos difíceis da vida. Lembrando que prazer é diferente de alegria; prazer é o desejo do corpo. E o prazer desordenado deixa sabor de morte por onde passa; ao passo que a alegria bem vivida deixa sabor de vida por onde passa.

Como vamos viver alegria neste vale de lágrimas? Segurando nas mãos de Deus. Deus não nos abandona nunca. É dogma de fé, que, desde o nosso batismo, Deus Pai habita em nosso coração, em nossa alma. Não procure fora de Deus o que está n'Ele, e se Ele está conosco não podemos temer!

"Como vamos viver alegria neste vale de lágrimas? Segurando nas mãos de Deus!", aconselha professor felipe
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

 

O autor que escreveu o livro "O pequeno príncipe" disse que "O essencial é invisível aos olhos". Precisamos aprender a fazer a vontade de Deus, porque quem não faz a vontade de Deus não é feliz.

A Palavra de Deus é o "catálogo" para a nossa felicidade. Deus escreveu esse "manual" para as "máquinas" que Ele criou: nós. Assim como existe um catálogo para os aparelhos eletrônicos (e se fala no manual que o aparelho deve ser ligado à tomada de 110 volts e a pessoa o conecta à tomada de 220 volts, vai queimar o aparelho), da mesma forma existe muita gente "se queimando" porque não lê e não segue o "manual" do Senhor [Palavra de Deus].

Para ser santo é preciso haver duas coisas: fazer o que Deus quer e querer o que Deus faz. Fazer o bem faz bem! Você ama a Deus sobre todas as coisas ou você ama mais a cerveja, o carnaval, seu time? Será que deixa de ir à Santa Missa aos domingos por algum motivo? Será que você deixa Deus em segundo plano?

Deus Pai não quer está em segundo plano; São Tiago diz que o Altíssimo tem ciúmes de nós. Você aceita ser a segunda mulher da vida do seu esposo? Você quer ser o segundo namorado na vida de sua namorada? O Senhor também não quer ser o segundo em nossa vida.

Existem pessoas que pensam que os Mandamentos de Deus são cadeias; pelo contrário, eles são libertação para nós. Os Mandamentos de Deus são como sinais de trânsito para nossa vida.

O Senhor nos pede que vivamos a castidade. E o que é castidade? É viver o sexo na hora certa, no matrimônio. A masturbação é pecado, assim como o é a prática homossexual; não sou eu que estou dizendo isso, mas sim o Catecismo da Igreja Católica (CIC).

O Sétimo Mandamento de Deus também diz: "Não roubar", ou seja, não se corromper. Se você rouba o dinheiro da Nação, o dinheiro que era do pobre, ou se se comete outros crimes, você se sentará diante de Jesus. Nós não podemos nos corromper porque temos uma alma para cuidar, não queremos ir para o inferno! Vamos prestar contas de tudo o que fizemos diante de Deus!

O Oitavo Mandamento diz: "Não levantar falso testemunho". Cuidado com a inveja, por causa desse sentimento você pode inventar situações para denegrir as pessoas. Cuidado com as palavras mentirosas, fofocas e maledicência. Cuidado com os pecados capitais: gula, avareza, ira, preguiça, soberba, luxúria e inveja!

É possível ser feliz no Senhor! Deus não nos manda sofrimento, mas tira proveito, ao passarmos pela dor, para nos educar e salvar.

 


Prof. Felipe Aquino


Doutor em engenharia mecânica, pregador e escritor

Facebook
Twitter
Blog

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo