A Palavra de Deus é viva!

.: Ouça trecho desta pregação
Domingo que vem é Pentecostes. É sinal dos dias que nós estamos vivendo. Isso é um dos indicativos da chegada de Jesus: o derramamento do Espírito Santo. E Deus O tem derramado copiosamente. A cada Pentecostes, a Igreja clama: \”Senhor, enche-nos com seu Espírito\”. E, hoje, nós queremos pregar sobre o Espírito do Filho de Deus.

Deus enviou aos nossos corações o Espírito do Seu Filho. Fomos adotados como filhos e agora temos uma herança. Olha que coisa maravilhosa: éramos escravos e não tínhamos direitos nem esperanças. Quantas mães matavam os filhos no ventre, para que não sofressem como escravos! Nós éramos escravizados pelo mundo, mas no tempo certo, Deus enviou o Seu Filho para remir o que estava sob a lei dos homens. Agora que somos Seus filhos pela fé em Jesus, tornamo-nos filhos(as) do Pai. Mas precisávamos de algo que nos identificasse com Ele, algo que nos fizesse semelhante ao nosso Irmão, Jesus Cristo.

A providência que Deus nos deu para que não tivéssemos dúvidas, nem sofrêssemos discriminação ou diferença, foi o Espírito de Seu Filho. E é exatamente por causa d\’Ele que nos foi permitido chamá-Lo de Pai.

Quanto mais santidade nós alcançarmos, tanto mais nos tornaremos parecidos com Jesus. É o Espírito Santo de Deus que gera em nós a imagem de Seu Filho.

São Paulo dizia: \”Sede meus imitadores, como eu sou imitador de Cristo\”. Portanto, nós fomos adotados como filhos para que pudéssemos tratar Deus como Pai, com gestos, palavras e atitudes.


Quem não tem o Espírito de Jesus Cristo, não pertence a Ele. Fomos predestinados a ser conforme a imagem de Seu Filho. Quando nascemos, passamos a viver e a conviver com a realidade deste mundo corrompido pelo pecado, de modo que fomos adquirindo atitudes que foram determinando o nosso modo de ser, agir e reagir. Mas esse é um desvio do plano de Deus, porque precisamos retomar o projeto original d\’Ele.

A nossa vida precisa estar voltada para Deus. A nossa mente teve estar iluminada por Ele, todo o nosso ser precisa converter-se.

O Espírito de Jesus, que está em nós, tem sede e fome de Deus, assim nós também o teremos. É por isso que o inimigo de Deus não quer que O conheçamos, pois ao conhecê-Lo, não caímos mais nas tentações malignas. A Palavra do Senhor é a verdade que liberta.

Acelere o processo, deixe que o Espírito Santo de Deus mude você!

Que grande graça, para nós, termos a Eucaristia para alimentar o nosso espírito. Cada vez que comungamos Jesus, somos transformados em Sua imagem. Jesus já morreu na cruz por nós. O Espírito Santo já nos convenceu desta verdade, mas para que possamos receber essa graça e fazê-la crescer, precisamos abandonar tudo o que é mundano e preencher com a Palavra e o Espírito Santo. Por isso, Ele nos dá o instrumento do amor, e agora nós temos condições de amar.

Tudo dependerá da escolha que fizermos. Precisamos ser sinceros diante de Deus. Estamos num verdadeiro \”campo de batalha\”, e o inimigo do Senhor quer nos seduzir o tempo todo. A sua conversão e a de tantos outros só depende de você, como a de seus familiares, amigos e vizinhos, que ainda não conhecem Jesus, mas que precisam conhecê-Lo através de você.

Vem, Espírito de Deus, convencer-nos de quem somos, dá-nos consciência da verdade, acende o nosso coração, esse amor pela Sua Palavra, pela Eucaristia para viver como filhos e filhas de Deus. Derrama, Senhor, o Seu Espírito e tudo será criado e renova a face da Terra.


Miguel Martini


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo