A profecia de um novo coração

Padre Vicente
Foto: Wesley Almeida/CN

“Eu lhes darei um só coração e infundirei neles um espírito novo. Extrairei do seu corpo o coração de pedra e lhes darei um coração de carne,20.de modo que andem segundo minhas leis, observem e pratiquem meus preceitos. Assim serão o meu povo e eu serei o seu Deus” Ezequiel 11, 19-20

É indo ao encontro desta profecia de Ezequiel que nós vamos tentando beber nas fontes de nossa salvação. O coração de Jesus é a síntese de todo o cristianismo, é o verdadeiro sentido para nossa vida, nossa existência. Isto são palavras dos nossos papas que, desde Leão XIII, que consagrou o mundo ao Coração de Jesus, veem repetindo que este Coração deve se tornar o centro das nossas vidas, nossas casas e família para a salvação do mundo.

Nós precisamos ir ao encontro deste Coração para que Ele também faça um transplante do nosso coração frágil, pecador, limitado, um coração tantas vezes indiferente, capaz de se afastar da graça de Deus. É preciso ter um coração que bata no compasso do Coração de Cristo e, seja no mundo, o que Deus sonhou pra você, pois o que Ele sonhou para a sua vida é algo muito grande, e você não pode estar à margem desta promessa.

Quem garante isto para nós, este “coração novo”, é o próprio Jesus, O Senhor que nos amou, como diz lá em João 13, 1, “tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim”. Esta profecia se realiza à luz do Coração de Jesus. Mas o que diz este coração? O que é este Coração de Jesus? É preciso ir até a cruz e olhar para “aquele que transpassaram”. Olhando para o peito aberto de Jesus é que vamos encontrar este amor.

Se você quiser mesmo a restauração de sua casa, de sua família, do seu coração, deve olhara para o lugar de onde brota a cura interior, pois Ele (Jesus) é a fonte do amor verdadeiro.

"A causa de todos os males é a recusa do coração humano acolher o amor de Deus"
Foto: Wesley Almeida/CN

: Veja + fotos no Flickr

Muitos, por muito tempo, pensavam – e ainda pensam – que a espiritualidade do Coração de Jesus é para os que chegaram na maior idade e que colocam a fita vermelha do Apostolado da Oração, esperando Jesus passar e levá-los para a casa do Pai. Esta fita vermelha que você leva no peito é uma espiritualidade comprometedora. Esta fita é um laço que nos amarra ao centro da vida cristã, que nos amarra ao essencial da vida cristã, que nos faz tocar neste Coração que tanto amou o mundo e que, na maioria das vezes, só recebe ingratidão e pecado. O Coração de Jesus é o amor de Deus feito coração.

Quando nasceu a espiritualidade do Coração de Jesus, por volta dos anos 600, através daquela freirinha simples e frágil (Santa Margarida Maria Alacoque ), Jesus quis mostrar para um mundo – que se tornaria cada vez mais hostil a Deus, com o anticlericalismo, um anticatolicismo, um mundo que queria ser regido sem Deus – o quanto a humanidade precisa deste Coração. Um Coração que não nos deixa só, que não nos abandona, que sente o que nós sentimos, e que é ali, neste Coração, que temos de colocar nossas misérias. Este ato de depositar o pior de nós neste Coração se chama misericórdia.

O Magistério da Igreja assumiu esta espiritualidade e a propagou para mostrar que, de fato, o mundo tem necessidade deste amor. Não foi isso que o Coração de Jesus fez indo atrás de Santa Faustina, mostrando novamente ao mundo que temos necessidade da sua misericórdia? Nós temos necessidade deste amor feito misericórdia, porque sem este amor nada somos, nada podemos.

Se na época de santa Margarida tentavam apagar Deus da humanidade, não é o que está acontecendo hoje também? Nós rezemos: “Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao vosso”. Isso é uma oração extremamente comprometedora! Você reza isso? Então agora tem que viver. Quem permite que o Coração de Jesus realize esta mudança, esta renovação, vai se tornando homem novo, porque deste novo coração vai brotando uma nova humanidade. O Coração de Jesus é a resposta para este mundo que tenta expulsar Deus da sociedade.

Irmãos, nãos sejamos ingênuos, aos pouquinhos a tentativa do mundo é expulsar Deus , não só dos locais públicos, das escolas, dos prédios do governo, mas tirar Deus de sua casa e, assim, 'expulsando' Deus da sociedade tirá-Lo também de sua família.

Peregrina atenta na pregação da Palavra de Deus
Foto: Wesley Almeida/CN

Quando a pouco aprovaram a terceira forma legal de aborto no Brasil (Aborto de anencéfalos), uma senhora, lá de Santa Catarina, deu uma entrevista no jornal local dizendo ficar muito feliz por um Juíz do STF ter citado o seu livro no julgamento. E nesta entrevista ela disse que a religião deve ser confinada a algo pessoal, é preciso – nas palavras dela – eliminar os símbolos religiosos, e principalmente católicos, dos lugares públicos, escolas, praças, etc. Não se escandalize, porque o que eles querem é isso mesmo, começa a restringir a religião para algo pessoal e, assim, aos poucos, tirar Deus de nossas casas, de nossas famílias e por aí em diante.

Padre Dehon, fundador dos padres do Sagrado Coração de Jesus, dizia que a causa de todos os males é a recusa do coração humano em reconhecer e acolher o amor do Coração de Deus.

Ah, que saudade que eu tenho, quando chegava o mês de Julho, onde lá em Lavras a gente, ainda pequeno, era convidado a fazer a coroação do Sagrado Coração de Jesus. Hoje sou padre do Coração de Jesus, sou padre para trazer as pessoas para a experiência com este amor. Faço parte de uma comunidade que sabe, no acolhimento dos seus filhos, o que este mundo sem Deus e na recusa deste amor, é capaz de fazer com as pessoas.

Meus irmãos e irmãs, o único capaz de matar a nossa fome, de saciar a nossa sede de vida e felicidade chama-se Coração de Jesus. Este Coração é a sede da nossa interioridade, onde estão os nossos sentimentos, afetos, decisões e inteligência. Você é chamado a beber desta fonte de salvação para resistir a este mundo que quer afastar Deus de seus filhos.

Transcrição e adaptação Daniel Machado



 

ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE (12)3186-2600
OU
EM NOSSA LOJA VIRTUAL




Padre Vicente Neto


Sacerdote da Comunidade Bethânia

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo