A quem você dará o lugar?

Padre Roger Luis
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com
Eu e você não podemos cultivar medo sobre a Segunda Vinda de Jesus; ao contrário, devemos aguardar esse momento com alegria e confiança. Quando pensamos nesse momento [Vinda de Jesus], infelizmente, o que vem à nossa cabeça é o “fim do mundo” e nos esquecemos de que será um momento de reencontro com o Senhor e de muita alegria.

É justamente para isso que a Comunidade Canção Nova existe, para preparar uma geração para a Volta de Jesus. Por essa razão, monsenhor Jonas Abib, fundador dessa obra de evangelização, viu que não poderia ficar de braços cruzados, pois ele precisava partilhar, para muitas pessoas, tudo o que o Senhor colocava em seu coração.

Entenda que essa preparação [para a Segunda Vinda de Cristo] também passará por muita provação. E a própria Igreja também é fruto disso. Você pode ver os escândalos que acontecem, as provações que sacerdotes e pregadores enfrentam todos os dias. Sabe o que é isso? O fim dos tempos! O demônio intensificou sua ação maligna, porque deseja ganhar o maior número de almas possível antes da Volta de Cristo.

Nós, como Igreja, vivendo a expectativa desse encontro com o Senhor, devemos antecipar essa vinda. E o Catecismo da Igreja Católica nos diz que, mesmo que todas as profecias não se cumpram, a Segunda Vinda de Jesus pode acontecer a qualquer momento, pois isso está apenas no coração do Pai.

Precisamos pedir ao Senhor uma visão espiritual, para que saibamos discernir o que vem do bem e o que vem do mal, a fim de que não sejamos enganados diante da manifestação do anticristo. Pois, quando essa profecia se cumprir, ele [anticristo] virá realizando muitos milagres e prodígios, justamente para enganar e perverter muitos eleitos do Senhor.

São Tomás de Aquino nos ensina que não é fácil interpretar quais serão os sinais do fim dos tempos, mas a Palavra de Deus nos diz que eles serão como contrações de um parto; o que indica que a humanidade sofrerá antes da chegada desse momento. Nós podemos ver claramente o aumento no número de terremotos e outros desastres naturais, além do crescimento exponencial da miséria no mundo e o aumento dos conflitos armados.

Todos esses são sinais do fim dos tempos; o apóstolo Paulo alerta Timóteo sobre o egoísmo e a indiferença na partilha, fatos comuns hoje em diante, como sinais de que a Volta de Jesus estaria próxima. Podemos ver isso também na chamada “cultura da morte”, em que 55 milhões de abortos são realizados por ano; nas guerras que já dizimaram milhões de pessoas, suicídios, etc.

"Nossa missão é preparar uma geração para a volta de Jesus", diz Padre Roger
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Veja + fotos no Flickr

Eu comecei a falar da esperança e das coisas boas para que você não se assustasse quando eu começasse a mostrar os sinais [do fim dos tempos]. Eles são visíveis aos nossos olhos e não podem nos causar medo; pelo contrário, devem nos acordar e, principalmente, fazer com que tenhamos ações concretas para mudar esta realidade. Podemos nos engajar em pastorais e em movimentos da Igreja para ajudar nossos irmãos ou fazer algo concreto colocando nossos dons a serviço do irmão.

Se Deus inspirou um acampamento com este tema, é porque Ele quer que tenhamos consciência de que este dia está próximo e, também, que levemos essa mensagem a outras pessoas, seja em nossas famílias, seja em nossas paróquias, em nosso local de trabalho ou em qualquer lugar que Ele desejar nos levar.

No entanto, por sabermos que o Senhor voltará, nós não podemos parar a evangelização e simplesmente nos isolar e aguardar o retorno d’Ele. Muito pelo contrário, é tempo de anunciar o Evangelho aos quatro cantos da Terra!

Deus conta conosco para essa missão e não podemos ser egoístas em guardar essa graça apenas para nós. Estamos no mês missionário; este é o tempo propício para correspondermos ao chamado que Deus nos faz. Se você já serve sua paróquia em alguma pastoral, Deus o abençoe! Mas se você ainda não se engajou, eu lhe peço: saia do seu conforto e vá ao encontro de quem necessita!.

Muitas pessoas nem abrem o livro do Apocalipse por terem medo das leituras, porém, irmão, esta é uma verdade de fé. Precisamos, antes de mais nada, perder o medo das coisas que vêm de Deus e ter um coração disponível para acolher Àquele que vem para nos libertar e cumprir as promessas de Deus Pai em nossa vida.

 
Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo