A tribulação nos ajuda a buscar a salvação

Padre Paulo Ricardo
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

É importante saber que o sofrimento, em nossas vidas, faz parte de um projeto amoroso de Deus. E a luz que nos guia é a cruz de Cristo.

Se quisermos uma vida nova, precisaremos também morrer para a vida velha.

O Catecismo da Igreja Católica segue o mesmo caminho que está no Livro do Apocalipse, o qual no mostra que, no final dos tempos, haverá uma perseguição. Nós estamos vivendo esse 'fim dos tempos1 há 2 mil anos.

"A Igreja seguirá o destino do seu fundador", diz o Catecismo da Igreja Católica.

Por que é necessário sofrer para entrar na glória? Existe uma preparação para entrarmos no céu. Ao sermos batizados, somos libertos da escravidão de satanás. Nós somos batizados com a graça de Deus. Se você olhar para si pode dizer que ama o Senhor sobre todo as coisas? Sabemos que não. É por isso que vêm as tribulações, para que sejamos purificados para estarmos prontos para entrarmos na terra prometida.

Nós precisamos romper com as paixões desordenadas que estão dentro de nós. É um combate. Se não tivermos essa consciência, não chegaremos à Terra Prometida.

"Nós precisamos romper com as paixões desordenadas que estão dentro de nós."
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

 :: Veja + fotos também no Facebook

A duas formas de combatermos essas paixões:

1ª – A penitência. Se você não a pratica, não se preocupe, Deus lhe enviará uma forma de penitência, que são as tribulações, porque Ele nos ama.
2ª – O castigo. Essa é uma forma de nos frear, de nos disciplinar.

Existem duas formas de levar uma pessoa à virtude. A primeira, é pelo amor; a segunda é pelo castigo. Se não mudarmos pelo amor, mudaremos pela dor, pois Deus coloca limites em nós. Ele corrige aqueles que ama.

O que você vive na sua família, na sua comunidade é tribulação, é Deus purificando você. Aceite isso, pois é a forma que Deus usa também para nos amar e nos salvar.

Se não nos penitenciarmos, virá o castigo.
Esse caminho é necessário, mas é o pior. Existe um outro caminho, diz São Tomas de Aquino: "O conselho Paterno dado pela Igreja e pela família.

O Governo é o primeiro a querer acabar com a orientação da Igreja à sociedade. Se tivéssemos homens e mulheres que nos governassem e fossem tementes a Deus, nosso país seria melhor.

Em nome do Governo, as crianças recebem camisinha, manuais ensinando a se masturbarem e a prática de sexo. E os padres que são acusados ainda de pedofilia? Isso é o que? A Igreja Católica trabalha para que as crianças saiam do sexo desenfreado e descompromissado por meio do conselho paterno.

Quando você peca, Deus vê! Não podemos nos esconder d'Ele. O que precisamos é romper com o pecado, mas para isso é necessário nos penitenciarmos. Quando o Senhor vê que não estamos conseguindo fazer a penitência, Ele permite que a tribulação venha para que possamos nos purificar.

Deus pode estar sacudindo você, porque ele quer que você acorde! Deus quer nossa felicidade plena, Ele prepara um lugar no céu para nós.

O caminho da cruz é o único caminho que Deus tem para nos salvar, então, morremos para o nosso egoísmo. Precisamos ir para o deserto para nos converter. Isso será um futuro para nossa família. Deus quer nossa mudança.

O Senhor nos amou na cruz. Amemos o Senhor de volta na nossa tribulação.

Transcrição e Adaptação: Carlos Biajoni (@cncarlos)

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo