Abrir-se para a verdade

Hoje é dia de festa, inicia-se o ano da fé. Portanto é o momento de celebrar a sua fé e de seus pais. Verdadeiramente ao longo da história vamos perceber que nosso Senhor é um Deus poderoso, com muitas perseguições Ele é o salvador.

Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado. E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos. E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia. E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos? E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança. E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?” (Marcos 4,35-41).

Nós acompanhamos aqui o relato da tempestade que foi acalmada, a Igreja passou por muitas, porém ainda hoje continua com muitas perseguições. É hoje somos convidados pelo nosso querido Papa Bento XVI a viver o ano da fé, mergulhar no Catecismo e a Doutrina da Igreja, esses tesouros que nós revelam muitas coisas preciosas.

Olhando um pouco para história da Igreja e dos apóstolos que nos trouxeram essa esperança, eles que enfrentam as heresias e mentiras. Mesmo diante de tantos ataques contra a Igreja os 'santos' e fiéis não abandonaram a Igreja, pois diante da promessa feita por Deus e o amor pela Igreja conseguiram vencê-los.

As portas do inferno não prevalecerá a passagem do céu. Foi na cruz que nosso Senhor derramou o sangue pela Igreja, na qual se você esta hoje não é por mérito, mas porque alguém precisou viver, catequizar, dar testemunho, para que possamos frequentar e buscar ao Cristo. A fé é da nossa Igreja!

Já se levantou muitas mentiras sobre o Sacramento, mas a nossa única verdade é Jesus!

A preocupação do Papa e para que voltemos para nosso rebanho, e tornemos apaixonados pela Doutrina e se for preciso dar a vida por ela.

"A fé é da nossa Igreja!"
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Não existe outra maneira de viver a fé se não for baseado pelo Catecismo. A Igreja veio antes da Bíblia e para que possamos entender a Palavra é preciso abrirmos para a luz de Cristo. O Papa Bento XVI já dizia que, “a fumaça de Satanás entrou na Igreja”, por isso precisamos ler a Sagrada Escrita.

No demais, meus irmãos, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes” (Efésios 6,10-13).

Se estivermos na Doutrina do Sacramento não iremos afundar, porque nossa luta não é contra a carne é sim contra os espíritos deste mundo. O Papa esta preocupado com a nossa salvação, a Igreja quer nós levar ate o céu. Para isso, precisamos buscar a Deus, ler a Palavra e viver bem os sacramentos.

É o próprio Espirito Santo que assiste esta Igreja. Nós cristãos temos tudo, deveríamos ser os mais realizados neste mundo, portanto não vamos nos tornar aquilo que a Igreja nós pede se não buscamos, seguir Jesus Cristo não é fácil, é uma luta, pois é preciso entrar na porta estreita. O próprio Cristo nos diz, “toma tua cruz e segue-me”.

A verdade que vem do céu quer nos tocar, quer entrar no nosso coração e na nossa casa. A grande libertação passa pelo conhecimento da verdade.

Papa Bento XVI nós diz, “criem gosto de alimentar-se da Palavra”, Ela é o Cristo. Sem conhecimento da verdade não há libertação, sem ela não chegaremos a terra prometida. Precisamos alimentar-nos da Eucaristia a maior riqueza da Igreja, pois para isso temos que conhecer, preparar-nos, entregar-se inteiramente de corpo e alma.

O milagre que precisamos pedir é nossa conversão, contudo para isso precisamos gastar tempo na presença de Deus, pedir e mergulhar com fé nesta presença.

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino


Ricardo Ida


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo