Aceitai minhas palavras e os pensamentos de meu coração

Padre Jorge Bispo
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Guardo, no fundo do coração, a vossa palavra” (Salmo 118,11). Deus tem palavra de vida eterna, quer sempre falar ao nosso coração.

Vamos refletir sobre o chamado do Senhor na nossa vida. Às vezes, acomodamo-nos com as coisas de Deus, mas para que isso não aconteça, é preciso sair e refletir.

É impossível ser seguidor do Senhor sem deixar algo para trás, para isso precisamos nos desprender das coisas. A experiência de deixar algo não é fácil; às vezes, há pessoas que não são inteiramente de Deus, porque não tem coragem de deixar algo para segui-Lo. Somente Ele pode nos fazer instrumentos de bênçãos. É necessário deixar terra, casa, família para seguir o Senhor, mas, muitas vezes, não temos coragem de fazer isso, porque não temos confiança. No entanto, isso é preciso para que possamos segui-Lo.

Deus não conta com os preguiçosos nem com os acomodados. O Senhor sabe com quem pode contar, por isso temos que estar dispostos a Ele.

É necessário ser corajoso, pois Deus sempre nos chama para uma missão nada fácil. Mas, nos dias de hoje, estamos vivendo em um tempo de comodismo.

Deus age por meio da nossa história, da nossa realidade; Ele age na nossa casa, principalmente em nossas dores. Quando deixamos Jesus Cristo nos conduzir, mesmo em meio ao sofrimento, Ele tira um grande bem dessa situação. O Senhor nos escolhe no meio do nosso sofrimento e nos capacita.

Toda pessoa que está a serviço de Deus não pode esquecer estas palavras: “Eu estarei contigo”. Nós, que somos da Igreja, sempre teremos desafios nas paroquiais, mas é preciso ter a certeza de que não estamos sós, mas que o Senhor está ao nosso lado. Sempre que nos esquecemos de Jesus e começamos a olhar nossas fraquezas e debilidades, corremos o risco de ficar em depressão.

Muitas vezes, Deus está nos chamando, mas ficamos, de várias formas, tentando arrumar desculpas para não fazer a vontade d'Ele. Queremos fazer as coisas do nosso interesse, por isso entramos em crise.

"Temos que ser firmes e corajosos em Cristo!", afirma padre Jorge Bispo.
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com


Às vezes, por medo, não respondemos à vontade do Senhor. Ficamos pensando o que os outros vão pensar de nós. O chamado é pessoal; em particular, cada um precisa responder ao Pai. Mesmo com tantos filhos, este chamado é seu; então, não podemos questionar, mas cuidar, responder aquele chamado que Jesus tem colocado na nossa vida.

Meus irmãos, o Senhor nos chamou para servi-Lo. Ele conta conosco! Devemos anunciá-Lo com alegria e sem reclamações, assim a missão não se torna um fardo.

Trabalho e missão Deus dá a cada um. Temos que nos deixar moldar para que possamos ser instrumentos do Senhor. Deus não nos pede missão impossível, pois Ele conhece cada um e sabe do que cada um é capaz.

Há muitas pessoas da Igreja que se esquecem que o Senhor é o dono do trabalho, querem tomar conta e mandar em tudo, e com isso vem o fracasso. O Senhor nos chamou para ser Seu instrumento, por isso temos de, antes de fazer qualquer coisa, entregar tudo a Ele, pois o Santo Pai nunca nos abandona e conduz nossos caminhos, mesmo diante das dificuldades.

Temos que ser firmes e corajosos em Cristo!

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino de Azevedo


Padre Jorge Bispo


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo