Acorda! O Príncipe da paz chegou

Deus é fiel!

Enquanto cantávamos Deus me fez lembrar fatos da minha vida que me fizeram chorar, e que Deus na sua fidelidade me trouxe até aqui.

Deus está conosco. Não caminhamos sozinhos.

Quantas vezes eu fiquei ressentido,  me fechei em mim mesmo, comecei a sofrer, ‘olhando para o meu umbigo’ e questionando o Senhor: por que isso aconteceu comigo?

Isaías 9,1  – O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; sobre aqueles que habitavam uma região tenebrosa resplandeceu uma luz.

Quando vivemos de ressentimentos e nos prendemos em situação que nos feriram, questiona-se: cadê a luz do amor? Do relacionamento com outras pessoas?

E aqui podemos colocar isso para cada um de nós que temos uma caminhada com o Senhor. Hora ou outra nos prendemos em alguma situação de ressentimento. Ressentimento quer dizer sentir de novo aquela situação que aconteceu ontem.

Muitas situações nos aconteceram há 10 anos atrás, há dias atrás… e ficamos revivendo de novo, ‘chorando o leite derramado’, e não conseguimos enxergar o grande plano de Deus de felicidade para mim, e ficamos vivendo de migalhas do passado.

Jesus vem até nós como Príncipe da Paz, que vem nos trazer uma nova mentalidade.

No Evangelho da Missa de hoje diz que Jesus está no meio de nós, e na nossa vida vamos esquecendo dessa realidade. Jesus se faz um comigo, Ele não está longe. O Príncipe da Paz veio me visitar, e me tirar da região tenebrosa.

Quantas pessoas passaram por nossa vida e nos trancafiaram lá no passado, e ficamos dizendo que aquela pessoa fez isso ou aquilo comigo, mas Jesus veio me visitar, preciso ter essa disposição de aceitar essa visita, e sair do estado de vítima.

O povo que andava nas trevas viu uma grande luz, e ver essa grande luz é uma decisão nossa. Isso pede que eu dê um passo a essa Luz.

Ouça: Padre Rafael conta a história de um homem que se acostumou com suas feridas

É muito fácil quando estamos ferido ou algo não deu certo nós culparmos sempre alguém, e vou me alimentando das minhas feridas emocionais. Muitas pessoas em casa, no trabalho estão mal humoradas, não conseguem se dar bem com ninguém porque estão se alimentando de coisas do passado.

É uma insatisfação que brota no coração pelo fato de estarmos ressentidos.

A Palavra de Deus hoje nos diz que um povo que andava nas trevas viu uma grande Luz, um povo que andava em meios aos seus ressentimentos viu uma grande Luz.

E perceba que o ressentimento é sempre pessoal, é exclusivo. Cada um dá um peso… e por isso cada um cria seu bode expiatório para culpar alguém, e vive da doença de Gabriela que nasceu assim, cresceu assim e vai morrer assim…

É preciso despertar para uma vida nova e se perguntar: será que estou vivendo do jeito que Deus quer? Será que estou vivendo na Luz?

A situação tem o tamanho, o peso que você atribuir…

Porque são Paulo dizia: ‘Tudo concorre para o bem dos que amam a Deus’, pois sendo Deus fiel, eu vou olhar sempre para o Senhor e não para o ressentimento ou para as pessoas que me feriram.

I carta de São João 1,5: A nova que dele temos ouvido e vos anunciamos é esta: Deus é luz e nele não há treva alguma.

Para onde os seus olhos estão voltados?

Você está olhando para o Senhor ou para as suas machucaduras?

Deus é Luz e somos chamados por Ele a viver nessa Luz.

Queira provar dessa fidelidade do Senhor.

Ouça: Padre Rafael faz uma análise da historinha da Bela Adormecida

Eu trazia em mim o ressentimento, mas a partir do momento que eu percebi que algo entrou na minha vida eu disse para eu mesmo: É hora de acordar e buscar esse Príncipe da Paz.

Eu preciso me despertar e dizer: Não posso mais ficar parado na minha vida, estacionado em algum fato que me fez perder a esperança e viver nas trevas.

É hora de dar um passo para a felicidade e decidir não ficar mais preso àquela situação passada.

Não tem como esquecer aquilo que você passou, esquecer as pessoas que te machucaram…

Em nenhum momento Jesus diz: goste de alguém, mas Ele diz: amai-vos uns aos outros como eu vos amei.

Quando eu tomo uma decisão de perdoar, eu me decido a me amar mais, amar a Deus e ao próximo e dou o controle da minha vida ao Senhor.

Está se aproximando o Natal… quantas pessoas arrumam a casa, compram roupa nova… mas você pode viver o Natal hoje… deixar Jesus nascer hoje na sua vida.

Acorda! O Príncipe da Paz está chegando!

Quanto marido e mulher precisam se reconciliar hoje, quantos amigos, quantas pessoas…

Não queira ter a razão, queira ser feliz. Por isso abra o coração e tenha a experiência com o Príncipe da Paz. Assim você se torna se mais misericordioso com o outro.

Eu não posso tomar essa decisão por você. Só você mesmo pode fazer isso.

Amém.

Transcrição: Tatiane Bastos
Fotos: Natalino Ueda



ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


Padre Rafael Solano


Sacerdote da arquidiocese de Londrina -PR

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo