Amar com amor de Pai

Diácono Nelsinho Corrêa
Foto: Wesley Almeida

Jesus é a fonte da Misericórdia. Semana passada meditamos na Palavra de Deus a passagem: “Se és Filho de Deus, ordena que estas pedras se tornem pães. Jesus respondeu: ‘Está escrito: Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’ (Dt 8,3). O demônio transportou-o à Cidade Santa, colocou-o no ponto mais alto do templo e disse-lhe: ‘Se és Filho de Deus, lança-te abaixo, pois está escrito: ‘Ele deu a seus anjos ordens a teu respeito; proteger-te-ão com as mãos, com cuidado, para não machucares o teu pé em alguma pedra’ (Sl 90,11s). Disse-lhe Jesus: ‘Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus’ (Dt 6,16). O demônio transportou-o uma vez mais, a um monte muito alto, e lhe mostrou todos os reinos do mundo e a sua glória, e disse-lhe: ‘Dar-te-ei tudo isto se, prostrando-te diante de mim, me adorares’. Respondeu-lhe Jesus: Para trás, Satanás, pois está escrito: ‘Adorarás o Senhor teu Deus, e só a Ele servirás’ (Dt 6,13)” (Mateus 4, 1-11).

Jesus não inventou nenhum versículo novo. Na hora da tentação não invente. Pois nessa hora ficamos fracos. O Senhor só citou a Palavra, mesmo sendo o Verbo. Em João 15, 19 ’Como o Pai me ama, assim também eu vos amo, perseverai no amor’.

Se fôssemos medir, quanto valeria o amor de um pai? Tem preço? Quem daria a vida pelo seu filho?
Jesus compara o amor de Deus por Ele e por todos nós. Esse amor acabará quando eu cometer algum pecado? ‘Como o Pai me ama assim também vos amo’ (Jo 15,19).

Fale ‘eu te amo’ para o seu filho. Existem pais que nunca falaram ‘eu te amo’ para os filhos, e filhos que nunca disseram ‘eu te amo’ aos pais. Falar isso é cura. É uma cura interior você expressar seu amor todos os dias.
Mas quantas vezes seu pai ia trabalhar e agüentava tanta coisa no trabalho para colocar comida na mesa, por sua causa, porque ele pensava no amor por você. Talvez ele ainda não saiba ou não consiga demonstrá-lo [amor] com palavras, mas tem atos concretos de amor.

Às vezes não entendemos os atos de nossos pais pela educação que receberam e não sabem fazer carinho em nós. Mas vá ao encontro deles e demonstre você, filho, o amor a seu pai. Existem algumas pessoas que nos amam de forma diferente, sem nos falar, mas o demonstram nos atos do trabalho, do sacrifício do dia-a-dia.

A primeira vez que beijei meu pai ele estranhou, mas hoje essa barreira foi quebrada, e quanta cura há neste beijo. E amar não é passar a mão na cabeça, é educar e saber dizer ‘não’.

Jesus, homem e Deus, em um momento muito difícil, a crucificação, foi muito machucado, e sabia o que ia passar. Então, Ele reza falando ao Pai: ‘Pai, se é de teu agrado, afasta de mim este cálice! Não se faça, todavia, a minha vontade, mas sim a tua. Apareceu-lhe então um anjo do céu para confortá-lo. Ele entrou em agonia e orava ainda com mais instância, e seu suor tornou-se como gotas de sangue a escorrer pela terra’ (Lucas 22, 42-44). Nessa hora, o Pai não disse nada. E Jesus entendeu que era necessário que Ele fosse para a cruz.

Quem que não tem um pedido que ainda não foi realizado?

Deus, muitas vezes, nos fala através do sofrimento. E muitas vezes é necessário passarmos por aquele momento. O Senhor fica no silêncio, mas está conosco.

‘A fé é o fundamento da Esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê’ (Hebreus 11,1).

'Deus, muitas vezes, nos fala através do sofrimento'
Foto: Wesley Almeida

Quantas vezes você experimentou esse silêncio e foi, caiu, ‘quebrou a cara’ e depois foi entendendo o caminho. E viu que aquilo que pedia não era tão bom assim. Tinha aquele emprego, mas tinha ‘aquela’ tentação que você não agüentaria. Deus é Pai.
Muitas vezes nos revoltamos contra Ele pelos acontecimentos. Ele sabe o que é melhor para nós. Mas e as tragédias no mundo? O Tsunami? É culpa de Deus? Como Ele deixa? Esquecemos que nós, humanos, é que provocamos isso, com os desmatamentos, o efeito estufa. Colocamos a culpa em Deus pelas maldades nossas.

Jesus nos ama e Deus nem sempre atendeu o que Ele [Jesus] pediu. Mas amor de Pai não é receber tudo que quer. Muitas vezes experimentar o Pai das misericórdias nem sempre é receber o que se quer, o que se pede. Porque Deus quer o nosso melhor. Nessa dureza da vida, do dinheiro minguado, do trabalho do dia–a-dia, isso é dignidade, mas é a educação do Pai do Céu, da alegria e da dureza de vida, que nos ensinam e nos fazem crescer para a vida.

Muitas vezes, você vai ‘escutar’ o silêncio de Deus. Quantas vezes rezamos pedindo a melhora do filho, o filho brigando com o pai por estar sofrendo, mas é necessário. Assim como tomar uma injeção, que dói, mas é preciso. Tem que dar a injeção para melhorar. O pai sempre segura e faz o que precisa ser feito, se não fizer a doença vai piorar.

O que Deus quer falar é que nem sempre o que pedimos é bom, mas o que Ele nos dá é sempre muito melhor.
Quantas perguntas sem respostas? Como: ‘Por que meu pai continua adulterando? 'Por que minha família está assim?’
Isso não é sinal de que Deus deixou de o amar. No momento certo você vai entender, ou até muitas vezes não vai entender. Mas, de qualquer forma, Deus está com você. Deus não poupou seu próprio Filho do sofrimento.

Estamos na Quaresma. E é necessário meditarmos esse tempo para nos convertermos.
Que Deus tenha Misericórdia, pois tempo de Quaresma é tempo de penitência, de recolhimento. O Pai da Misericórdia quer revelar-se a nós. Não sei pelo que você está passando. Ou se está achando que Deus esqueceu você. Mas Ele está com você a todo o momento. A cada dificuldade você irá se fortificar, assim como a mulher de Jó falou: ‘Negue seu Deus’. E Jó disse: ‘Não, eu amo a Deus’.

Muitas vezes não entendemos nem o ‘pai da terra’. O dia raiou por você, com essa beleza, com as coisas maravilhosas da vida, da natureza, da sua história, da sua família. Dê valor à sua história, ao que passou, à sua família.

Meu Pai, eu não te entendo, mas mesmo assim eu confio em Ti.
Senhor, eu creio, mas aumentai a minha fé, para eu entender seu amor de Pai.

Transcrição: Eliziane Alves


Diácono Nelsinho Corrêa


Cantor e Missionário da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo