Aprendendo amar

Deus esperava muito tempo por este encontro. Por isso, hoje, venho em nome d\’Ele agradecer pela sua presença.

Quero iniciar respondendo três perguntas:

Porque abordar este tema: \”aprendendo a amar\”?
Porque é um tema de urgência. É preciso guardar a beleza do amor para evitar tanto sofrimento.

Porque eu sou um padre e vou falar sobre isso?
Sou padre e não tenho uma sexualidade física ativa, mas trabalhando com jovens percebi o quanto eles são feridos nesta área. Para mim é um grande presente de Deus o celibato. E eu como padre preciso ser servo das famílias e da juventude. Quando o inimigo investe em um país, como vi no Líbano, ele começa na destruição do amor.

Jesus chama os consagrados e os padres a dar suas vidas para salvar o verdadeiro sentido do amor.

A terceira pergunta é: por que aqui no Brasil?
Porque estou convencido que os jovens do Brasil têm um papel urgente e importante na evangelização do mundo e, sobretudo, na Europa. Vocês devem ser jovens brasileiros fiéis, felizes da sua cultura, da sua história, fiéis no ser filhos de Deus. Jesus precisa de homens belos e felizes que deixem transparecer a Sua luz.

O que vou dizer agora é para sua felicidade: o Senhor chama cada um a dar o seu melhor para o Pai. Ele é exigente porque nos quer felizes.

Nós vamos agora à fonte da sexualidade e afetividade, no instante de onde tudo começou, quando Deus fez brotar a vida, a vegetação, os animais, até o grande momento da criação de Adão e Eva.

O mundo seria um imenso corpo sem coração, se não houvesse homens, mas o Pai, o Filho e o Espírito Santo fizeram uma única pessoa como nós, uma pessoa que podia amar – coisa que nenhum animal pode fazer. É a criação de Adão, mas não é o objetivo final. Deus pensa, não é bom que Adão fique só, então nasce Eva. Ela foi desejada por Deus, não foi o homem que a desejou.

Eva não foi feita do mesmo material de Adão, mas com um pedaço da carne dele, para mostrar que ela é de total igualdade na sua humanidade. Deus ficou encantado com o primeiro casal. A mulher é como se fosse o topo da criação, uma coroa da criação, pois foi a última criação.

João Paulo II, disse que vemos o homem ou a mulher de maneira individual. Se vemos a comunhão do amor entre os dois, contemplamos o amor que existe na Santíssima Trindade. A diferença entre homem e mulher é a condição da reciprocidade amorosa, o amor que se faz abrir ao outro.


Homem e mulher são duas maneiras diferentes de ser humano e é esta diferença que permite a fertilidade. Sabemos que para abrir uma porta, é preciso de uma fechadura e uma chave. O mesmo é com o homem e a mulher, se não fazemos esta diferença estamos destruindo uma humanidade. É preciso existir a diferença para acontecer o amor entre o homem e a mulher.

A diferença sexual, às vezes, leva as pessoas a crises, sobretudo na adolescência, onde muitos têm dificuldades para acolher sua identidade sexual. Se ele é um menino, jamais poderá ser uma menina – daí se deparam com a limitação humana. Há uma nova ideologia que quer ecoar no mundo: que não existe diferença entre homem e mulher.

Será destruído o ponto essencial da criação, a partir desta ideologia que é uma regressão a adolescência. Temos medo da diferença, da desigualdade entre homem e mulher, pois aos olhos de Deus tudo é diferente.

A mídia investe alto para colocar no mesmo nível o homossexualismo e heterossexualismo. Mas é uma mentira. Na verdade, querem fugir do real para viver o virtual. Hoje, muitos estudos psicológicos nos mostraram as diferenças entre os dois sexos.

A causa do homossexualismo, quase sempre, vem de um sofrimento. Por exemplo: uma criança que não teve pai, e que a mãe fez o papel de mãe e pai, e que com isto acaba perdendo a sua identidade.

Digo a vocês: amem os homossexuais, amem para ajudá-los a viver uma maturidade. Conheci muitos meninos e meninas que foram restaurados freqüentando famílias onde pai é pai e mãe é mãe, na comunidade e na escola de evangelização. Nunca podemos colocá-los de lado.

Precisamos proteger as nossas crianças. Elas devem nascer num lar onde possam chamar o papai e a mamãe com alegria e verdade. Volto a lembrar que o contrário disto é um ataque contra a criação.

O amor de criação é algo valioso. Quando o amor surge no coração é preciso estar atento a protegê-lo, pois tudo que vem do amor vem de Deus. Porém, é frágil, é como uma flor que nasce aos poucos.

A terra própria para que um grande amor nasça é feita de amizades, mas estamos correndo risco de perder nossas amizades, pois tudo no mundo está sendo erotisado.

Há diferença entre meninos e meninas, e é na amizade que descobrimos isso. As meninas precisam de segurança, de carinho e de proteção, já os homens são atraídos pelo porte físico. A mulher é mais atenta aos detalhes, já os homens vêem um contexto geral. O homem é rápido, e a mulher é detalhista. Enquanto ela pensa com o coração, ele vai na razão.

É preciso saber que somos diferentes, antes de namorar. Saber que as nossas diferenças nos completam. Eu diria que há mais diferença entre homens e mulheres do que entre duas pessoas de dois continentes. Não podemos brincar com os sentimentos dos outros, é preciso respeitar a liberdade, é preciso haver um equilíbrio.

Transcrição: Elcka Torres
Fotos: Claudenilson José


Padre Daniel Ange


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo