Aquele que tu amas está sofrendo

sofrimento não é outra coisa senão uma grande oportunidade para nos aproximarmos mais de Deus. Precisamos fazer a linda experiência de pedir o socorro de Jesus.

É essa experiência que precisamos fazer: "deixar que Deus cuide de nós".

"Lázaro caiu doente em Betânia, onde estavam Maria e sua irmã Marta. Maria era quem ungira o Senhor com o óleo perfumado e lhe enxugara os pés com os seus cabelos. E Lázaro, que estava enfermo, era seu irmão. Suas irmãs mandaram, pois, dizer a Jesus: Senhor, aquele que tu amas está enfermo". (cf. Jo 11, 1-3)

Ouça: "Senhor aquele que tu amas está enfermo"

Essa precisa ser a minha e a sua oração. Às vezes, cobramos favores de Deus, queremos que Ele faça tudo por nós porque o servimos, mas isso é ilusão. Não podemos ter com Deus um relacionamento de troca de favores.

O Senhor não precisa ser cobrado, Ele quer ver nossa confiança, nossa dependência dele. O que Marta e Maria fizeram foi lembrar que aquele que está padecendo, é um filho amado de Deus. Ao fazermos isso, não só lembramos que aquele que sofre é uma pessoa amada, mas permitimos que Deus refaça a nossa fé. Essa atitude é revertida em benefício para nós. Precisamos apresentar para Ele as nossas situações e as pessoas que trazemos em nosso coração.

Ouça: Deus quer ver a nossa dependência Dele

Veja bem o que Jesus diz: "Esta enfermidade não causará a morte, mas tem por finalidade a glória de Deus. Por ela será glorificado o Filho de Deus" (cf. versículo 4)

Começamos a entrar no mistério da vontade de Deus e parece que as coisas se complicam. Como entender então que, Jesus, que ama Lázaro, mesmo recebendo a notícia da doença de seu amigo, só dois dias após começa a se dirigir ao lugar onde estavam?

"Mas, embora tivesse ouvido que ele estava enfermo, demorou-se ainda dois dias no mesmo lugar…" (cf. versículo 7)

"Lázaro, nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo…" (cf. versículo 11)

"Então Jesus lhes declarou abertamente: Lázaro morreu". (cf. versículo 14)

Veja como nosso relógio não está, muitas vezes, em sintonia com o de Deus. Precisamos acertar o nosso relógio com o d'Ele.

"Ora, Jesus disse que a doença não era para morte, mas Lázaro morreu. Como acreditar em Jesus?" Essa é uma pergunta que muitos se fazem diante de situações como essa.

"À chegada de Jesus, já havia quatro dias que Lázaro estava no sepulcro". (cf. versículo 17)

"Marta disse a Jesus: Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido!" (cf. versículo 21)

Tire Marta e ponha seu nome aí. Geraldo disse: "se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido!"

Quantas vezes eu e você fazemos isso com Deus? Mesmo Marta, que convivia com o Senhor, disse isso, mas Jesus conversa com ela.

"Quando, porém, Maria chegou onde Jesus estava e o viu, lançou-se aos seus pés e disse-lhe: Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido!" (cf. versículo 32)

"Ao vê-la chorar, como também todos os judeus que a acompanhavam, Jesus ficou intensamente comovido em espírito. E, sob o impulso de profunda emoção, perguntou: Onde o pusestes? Responderam-lhe: Senhor, vinde ver. Jesus pôs-se a chorar". (cf. versículos de 33 – 35)

Ouça: Se tivéssemos olhos espirituais veríamos um Deus que chora ao nosso lado

Existe uma coisa maravilhosa que eu gostaria que você refletisse comigo. Jesus se comove, perturba-se interiormente diante da situação que essas mulheres viviam. Vemos neste texto o rosto humano de Deus que chora porque ama.

Jesus chora contigo, meu irmão, diante da situação que você vive. Ele não é indiferente à sua dor e não gosta de vê-lo sofrendo. Mas como o sofrimento é inevitável, Ele chora ao seu lado.

Saiba que, quando você chora escondido, não chora sozinho, pois o Senhor o acompanha.

Se tivéssemos olhos espirituais, veríamos um Deus que chora muito mais do que nós. Mesmo sabendo que pode intervir, Ele chora junto para mostrar que não está distante. Como canta Eliana Ribeiro: "Deus te vê, não é indiferente a sua dor".  Cabe a nós confiar e esperar.

A promessa de Deus vai se cumprir na situação que você está vivendo, pois Ele é fiel. Se o Senhor disse que vai resolver, então confie. Mas será do jeito e na hora d’Ele, e não na nossa.

Não se esqueça de que o Senhor não tarda, não falha. Ele sempre chega na hora certa.

Transcrição: Claudenilson José
Fotos: Paulo Sérgio
Áudios: Anderson Nunes


Adquira esta palestra na íntegra pelo
(12) 3186 2600



Geraldo Fiuza


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo