Atraídos pela cruz

.: Assista essa pregação, na íntegra

Jesus dizia que quando Ele fosse levantado no alto, nós iríamos nos aproximar d\’Ele. Vamos continuar neste \”arco-íris da aliança\” que foi feita através do sangue de Jesus.

Como a terra treme? Vocês aqui no Brasil não têm a experiência do terremoto. Quando ocorre este fenômeno a terra se abre, os edifícios caem, tudo cai por terra, é terrível. Já vivi algumas experiências dessas, estava debaixo de um edifício de 5 andares, que tremia mais que tudo, e numa outra vez, estava no sétimo andar de um edifício e não sabia o que fazer. Em um tremor de terra, perdemos toda segurança!

Isso aconteceu naquela Sexta-feira Santa também, num terremoto, a primeira coisa que se derruba é aquilo que é mais frágil, então, a primeira coisa que deveria cair na terra era a cruz de Jesus, mas não caiu, porque a cruz é sinal do amor de Deus por nós. Esta segurança do amor de Deus em nossa vida, em situações que se perde toda segurança, a cruz de Jesus está lá, e ali está a estabilidade da sua vida.

Quem de vocês está passando um \”terremoto\” na família? Na saúde? No relacionamento afetivo? Lembra da cruz que tem o nome de Quem foi ferido por amor a você. Olhe a cruz de Jesus, ela nos lembra a estabilidade, precisamos olhar e saber que Deus nos ama.

Onde fica a nossa segurança? Na cruz que é o único lugar seguro, porque a cruz é prova de amor, tudo pode tremer, mas a cruz está lá, firme, para nos mostrar o amor incondicional de Deus. Os amigos traem os amigos, os filhos matam os pais, você pode duvidar do seu amor para si mesmo, o único amor firme e seguro é o amor de Deus, que se doou na cruz por nós. O único amor que é fiel é o amor de Deus, é fiel mesmo você sendo infiel. A sua infidelidade e todos os seus pecados não impedem que Deus o ame e lhe seja fiel. Você pode até abrir o guarda-chuva e tentar impedir que o amor de Deus o alcance, mas Deus continuará derramando o amor de Deus. \”Onde abunda o pecado superabunda o amor de Deus\”. Nada nem ninguém pode nos separar do amor de Deus. Jesus, na cruz, morre apaixonado por nós.

Quando a terra treme naquela Sexta-feira Santa, Deus está fazendo uma nova aliança, da mesma forma, quando \”treme\” o Brasil, é porque Deus está fazendo uma nova aliança com ele, e quando \”treme\” a minha família, Deus também está fazendo uma nova aliança com ela, assim como, quando \”treme\” a minha Igreja é porque Deus está fazendo uma nova aliança com ela, e quando eu \”tremo\”, Deus está fazendo uma nova aliança comigo.

Nós podemos identificar o nosso \”sepulcro\” e, hoje, Deus abre este sepulcro e lhe dá a graça de sair dele. A mentira produz mentira, a escuridão produz escuridão, a morte produz morte, mas a morte de Jesus produz vida. Não adianta ser \”bonzinho\” e apenas cumprir a lei, é necessário ressuscitar com Jesus! A morte de Jesus produz vida!

Aqueles que querem experimentar os frutos da Ressurreição de Jesus, basta-lhes acreditar de coração e proclamar com toda força que Jesus é o Senhor deles. Vamos fazer este juramento diante da Palavra de Deus: Primeiro, acreditar; depois, proclamar. Nós estamos diante de Jesus na cruz, sendo atraídos pelo amor de Jesus, Sua morte não trouxe trevas, ao contrário, desapareceram todas as trevas, as nossas trevas.

Este terremoto me faz lembrar que o único incondicional és Tu, Senhor. Só em Ti tenho salvação. Tu és o único Salvador. Tu és o Senhor, porque ressuscitou, e eu me rendo. Tu disseste que quando fosse levantado ao alto iria atrair a todos, e, hoje, Jesus, que preciosa é Tua morte. Rendo-me ao Teu amor.

Transcrição: Elcka Torres
Áudios:Fernando Fantini
Fotos:Anderson Nunes


Prado Flores


Fundador e presidente Internacional da Escola Santo André

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo