Bater asas

.: Assista ou ouça essa pregação, na íntegra

“Estive morto e agora estou vivo. Tenho nas mãos as chaves do inferno e a vitória sobre a morte”. É isso que estamos vivendo neste sábado, por isso podemos dizer: “Desperta, tu que dormes. Levante-te dentre os mortos e Cristo te iluminará”. Acompanhe a Palavra de Deus no livro de Efésios, no capítulo 5, versículo 14. Para que isso aconteça, vamos confirmar em outra palavra: “Se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dos mortos habita em vós, Ele, que ressuscitou Jesus Cristo dos mortos, também dará a vida aos vossos corpos mortais pelo seu Espírito que habita em vós.” Livro de Romanos capítulo 8, versículo 11.

Eu sou Sacrário Vivo do Espírito Santo, onde eu vou, o Espírito Santo vai e eu preciso levar o Espírito Santo comigo, e Ele vai santificando tudo.

A Luzia vai contar novamente a imagem que o Senhor lhe deu, há 16 anos atrás.

“A imagem era de uma gaiola com a porta aberta e havia uma mão que segurava o passarinho tímido, acuado, e veio ao meu coração a palavra do Senhor dizendo: ‘Luzia você tem asas para voar; você tem muito para alcançar\’. Foi quando o Senhor deu um sopro e eu voei; o sopro da vida fez com que o passarinho fizesse aquilo que é próprio dele, e então voei, deixando todo o apego de pessoas e coisas”.

A vida do Espírito Santo vive em mim, ela está borbulhando dentro de mim. Ela me leva ‘para cima’ cada vez mais.

O médico que cuida dos meus pulmões está aqui para ser a prova que eu, hoje, tenho muito mais vida do que há dez anos. Tenho mais vida que um ano atrás, e eu trabalho muito, e não é porque eu não passe por estresse.

É como o Eto diz: ‘nós vivemos resolvendo problemas’.

Deixa-me lhe dizer, falando tudo isso não estou diminuindo você. Eu sei que você enfrenta muitos problemas, você carrega problemas o dia inteiro, muitas vezes, dorme com o problema, ou nem dorme por causa deles, mas o ‘passarinho’ que é você tem o Espírito Santo. ‘O que te falta passarinho é mexer as asas!’ Diga para você mesmo: “Mexe as asas, passarinho! Voe, passarinho, você é cheio de vida, passarinho!”

Muita gente pergunta se faço algum tratamento de pele, e sabe qual é o meu tratamento de pele? É ‘mexer as asas e voar’. Mais do que isso, você vai ter brilho nos olhos. Seja qual for a sua idade, o brilho vem de dentro, vem de ‘mover as asas’ e você pode mover as asas.

Você que assistiu, ontem, a encenação da Via Sacra, pela TV Canção Nova, pôde perceber o túmulo em que colocaram Jesus, você pôde ver como colocaram o sudário, e quando estava para romper a madrugada de domingo, o Espírito Santo não deixou aquele corpo, e assim é com você, mesmo se você morrer, o Espírito Santo estará com você, pois você é templo, santuário do Espírito Santo.

Naquela madrugada de domingo, o Espírito Santo estava no corpo de Jesus e você viu que, para verificar se Jesus estava morto, eles enfiaram a lança no peito do Senhor e dali saiu sangue e água.

Examinaram na NASA (sigla em inglês de National Aeronautics and Space Administration) o Santo Sudário e disseram ter vindo de dentro do corpo de Jesus uma luz, como um raio x, que marcou este tecido com as marcas do Seu corpo dilacerado.

Jesus saiu daquele sudário num corpo glorioso e é com este corpo que Ele está no céu, é com este corpo que Ele virá para estabelecer entre nós os céus novos e uma terra nova

Veja na Bíblia no livro de I Coríntios capítulo 15, versículo 51ss: “Eis que vos revelo um mistério: nem todos morreremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta (porque a trombeta soará). Os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. É necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que este corpo mortal se revista da imortalidade”. O apóstolo Paulo sabia que ele precisava alçar vôo. Ele ‘batia asas’ e você, também, pode fazer o mesmo que ele fazia. O Espírito Santo nos quer dar o mesmo.

Imagine a águia-mãe forçando a águia-filha a voar; ela vai a empurrando até que a águia-filha precise abrir as asas e batê-las.

Você pode enfrentar muitas ‘alturas’ e muitos problemas. Muitas vezes, eu digo que sou como um menino que anda na corda bamba e quem anda na corda bamba não pode parar, pois se parar, vai cair.

E você, qual a situação que você está? Seja qual for, você tem ‘asas’ e tem o Espírito Santo dentro de você. Ele é um espírito vivificante.

Diga comigo: “Gória a Deus que a minha vida é um constante problema, pois assim preciso ‘bater asas’. Benditos problemas que me empurram e me fazem ‘voar’. Obrigada, Senhor, pelos meus inúmeros problemas, pois posso alçar vôo e ir lá nas alturas e cada vez mais alto”.

E podemos voltar para o livro de II Coríntios capítulo 4, versículo 10: “Trazemos sempre em nosso corpo os traços da morte de Jesus para que também a vida de Jesus se manifeste em nosso corpo.”

É isso que diz São Paulo neste trecho, que os problemas não são para nos matar, e desculpe o erro de português: ‘e nos deixar matados’. Falo isso para você entender.

Benditos os problemas que são \”trampolins\” para nos levantar e nos ajudar a alçar vôo, porque são eles que tornam flexíveis, para que eu salte para a vida, para a ressurreição, para o ‘alto’.

O versículo 17 do livro de Corintíos: “A nossa presente tribulação, momentânea e ligeira, nos proporciona um peso eterno de glória incomensurável. Porque não miramos as coisas que se vêem, mas sim as que não se vêem . Pois as coisas que se vêem são temporais e as que não se vêem são eternas”. Incomensurável é aquilo que não dá para ser medido, e terminamos voltando ao versículo 8: “Em tudo somos oprimidos, mas não sucumbimos. Vivemos em completa penúria, mas não desesperamos”.

Repita comigo: Espírito Santo, Você está dentro de mim, vem e vivifica a minha vontade, para que a minha vontade me motive por dentro. Preciso recuperar minhas forças e determinação para bater asas e assim ‘alçar’ vôo. Espírito Santo, eu digo para mim mesmo: “Desperta tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo te iluminará.” ( Efésios 5, 14 ). Sim, Senhor, eu sei que ao toque Seu este meu corpo será ressuscitado, onde viverei o amor e a paz num mundo novo, em céus novos e terra nova e, por isso eu ‘bato asas’ agora. Amém.


[+ fotos desta pregação]
Os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

É necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que este corpo mortal se revista da imortalidade.

Imagine a águia-mãe alçando vôo e forçando a águia- filha a fazer o mesmo, então a águia-filha não tem nada debaixo dela, a águia-mãe a empurra e aí não tem outro jeito: a águia-filha tem que bater asas na altura. Você pode enfrentar as alturas e problemas pelos quais você nunca passou. Foi o que aconteceu comigo, hoje, pois a Luzia me deu um empurrão para novamente eu alçar vôo. Muitas vezes, eu digo que sou como um menino que anda na corda bamba e quem anda na corda bamba não pode parar, pois se parar cai, agora vou continuar mais ainda.

Diga comigo: “Eu preciso bater asas”, seja qual for o seu problema, diga comigo: \’Glória a Deus, que a minha vida é um constante problema, pois assim preciso bater asas. Benditos problemas que me empurram e me fazem voar, obrigado, Senhor, pelos meus inúmeros problemas, pois posso alçar vôo e ir lá nas alturas e cada vez mais alto”.

Transcrição Ana Paula Rosa
Fotos: Anderson Nunes


Monsenhor Jonas Abib


Fundador da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo