Bênçãos das mãos

Este Evangelho é maravilhoso, pois nos revela algo muito interessante: \”Jesus atravessou para a outra margem do lago e foi para a sua cidade. Apresentaram-lhe, então, um paralítico deitado numa cama. Vendo a fé que eles tinham, Jesus disse ao paralítico: \’Coragem, filho, os teus pecados estão perdoados!\’ \”(Mt. 9, 1-2)

Este é o segundo caso, no Evangelho, em que Jesus é tomado por um grande entusiasmo ao ver a fé daqueles que levam doentes até Ele. Com certeza, Ele causou uma má impressão a todos aqueles que estavam assistindo a cura daquele homem.

Por que será que Jesus quis, antes de fazer qualquer milagre, perdoar os pecados? Este é o segredo: é preciso passar primeiro pelo perdão do Senhor. Existem, neste mundo, muitas pessoas que são \”cabeças duras\”, porque seus corações não foram curados.

Ouça: Padre Edimilson fala sobre a importância de ter um coração curado

Muitos que recebem uma graça, de maneira superficial, acabam ao longo da caminhada se afastando do Senhor. Pessoas que, infelizmente, dão as costas para Deus que as abençoou abundantemente.

Lembremos daqueles dez leprosos, narrados pelo Evangelho, somente um voltou para agradecer. Percebemos, muitas vezes, que se divulgarmos que \”fulano de tal\” virá pregar em \”tal lugar\”, muitos correrão para o local, simplesmente por causa da cura e não pelo Senhor. E o pior é que se Deus não os curar, sairão decepcionados de lá.

Existem pessoas que eram muito mais tementes ao Senhor antes de ser curadas. Precisamos fazer primeiro uma experiência profunda com o Senhor, antes mesmo de recebermos a cura e a graça que Lhe pedimos.

O Senhor quer agraciá-lo de alguma forma, mas isso só vai acontecer se sua intenção for sincera. Ele vem em seu socorro mediante a insistência e a sinceridade de seu coração. Ponha-se à disposição d\’Ele para experimentar o Seu poder.

Toda Santa Missa é o céu na terra, momento em que Deus nos deseja nos curar a partir de cada parte litúrgica. Vivemos num mundo onde as pessoas já não se abraçam e não sabem expressar o amor que está dentro delas.

Mas isso pode ser curado durante as Celebrações Eucarísticas de que participamos, principalmente no abraço da paz. Eu sempre peço que nesses momentos vocês abracem o máximo de pessoas possíveis. Porque sei que este é um meio de cura.

Não desperdicemos a hora da graça, pois o Senhor está nos dizendo na liturgia de hoje: \”Levanta-te e anda!\”, mas se você não obedecer, não verá a graça de Deus acontecer. É preciso tomar uma atitude imediata diante das ordens do Senhor.

Transcrição e áudios: Claudenilson José
Fotos: Paulo Sérgio


Padre Edimilson Lopes


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo