Bethânia: lugar de vida plena

Padre Vicente SCJ
Foto: Eliziane Alves

“Lázaro caiu doente em Betânia, onde estavam Maria e sua irmã Marta. Maria era quem ungira o Senhor com o óleo perfumado e lhe enxugara os pés com os seus cabelos. E Lázaro, que estava enfermo, era seu irmão. Suas irmãs mandaram, pois, dizer a Jesus: Senhor, aquele que tu amas está enfermo. A estas palavras, disse-lhes Jesus: Esta enfermidade não causará a morte, mas tem por finalidade a glória de Deus. Por ela será glorificado o Filho de Deus. Ora, Jesus amava Marta, Maria, sua irmã, e Lázaro. Mas, embora tivesse ouvido que ele estava enfermo, demorou-se ainda dois dias no mesmo lugar. Depois, disse a seus discípulos: Voltemos para a Judéia. Mestre, responderam eles, há pouco os judeus te queriam apedrejar, e voltas para lá? Jesus respondeu: Não são doze as horas do dia? Quem caminha de dia não tropeça, porque vê a luz deste mundo. Mas quem anda de noite tropeça, porque lhe falta a luz. Depois destas palavras, ele acrescentou: Lázaro, nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo. Disseram-lhe os seus discípulos: Senhor, se ele dorme, há de sarar. Jesus, entretanto, falara da sua morte, mas eles pensavam que falasse do sono como tal. Então Jesus lhes declarou abertamente: Lázaro morreu. Alegro-me por vossa causa, por não ter estado lá, para que creiais. Mas vamos a ele. A isso Tomé, chamado Dídimo, disse aos seus condiscípulos: Vamos também nós, para morrermos com ele.”

Vocês perceberam que este texto é muito caro à 'Bethânia', e como vocês perceberam isso? Na oração feita agora há pouco já utilizamos este texto. Ele revela o coração de Jesus e ao mesmo tempo revela o desejo de Jesus para cada um de nós. Esta é a razão porque eu escolhi este texto, pois ele fala da essência de Bethânia. Poderíamos ter tomado outros textos, mas é este texto que quer nos falar de modo especial, pois revela para nós a importância da cura interior.

Você que acompanha a Canção Nova há tanto tempo pode lembrar-se de quantas vezes o padre Léo [fundador da comunidade Bethânia], falou sobre a cura interior. Quando você quiser traduzir 'Comunidade Bethânia' em uma palavra, esta palavra seria acolhimento. Por isso valorizamos o abraço, o acolhimento. E através deste acolhimento a cura interior vai acontecendo, pois não temos técnicas maravilhosas, métodos mirabolantes, mas com o Evangelho vivido por nós as coisas vão acontecendo.

As famílias precisam provar disso: os pais acolherem os filhos, os filhos acolherem seus pais. Acolher é agasalhar o outro, é abraçar o outro, é trazer ele para si. João nos traz esta verdade através deste texto. Nós somos, ou deveríamos ser, especialistas em acolhimento e por isso se não fizermos bem, nós estaremos pecando contra Deus. Este acolhimento, especialidade de Bethânia, tem um objetivo: a cura interior. Não uma cura qualquer, mas uma cura plena.

Através de Marta, Maria e Lázaro esta cura interior acontece completamente em nós, pois eles são reflexos desta cura total que Deus quer fazer em nós. Deste texto surge uma pergunta muito importante. Quando Jesus recebe a noticia de que Lázaro estava doente e provavelmente junto a esta noticia deve ter vindo a urgência: “venha logo, pois ele esta muito doente”. A pergunta que surge é: Jesus foi chamado às pressas para ir a Betânia, mas porque Ele não foi logo ver Lázaro? Jesus gostava de estar em Betânia, que era um lugar afastado, que tudo indica que era uma colônia de leprosos. Jesus queria mostrar que realmente Ele era o Messias, por isso Ele precisou esperar e mostrar aos que O seguiam que Ele podia devolver a vida a Lázaro.

Jesus queria mostrar que realmente Ele era o Messias
Foto: Eliziane Alves

Jesus queria curar o coração de Marta, de Maria e também do próprio Lázaro e vemos a cura acontecer em cada um que está neste texto. Porém não é fácil identificar a cura de Marta, mas temos a certeza que Jesus também curou Marta da agitação, ela que era uma mulher que tinha o coração agitado e inquieto, foi curada no momento em que Jesus disse a ela: “Marta onde esta a tua fé?”. A fé é se abandonar em Deus, é tocar no impossível, é acreditar que Deus quer sempre o melhor para nós e não está alheio a nossa dor.

E Marta responde na fé e sai curada e vai ao encontro de Maria sua irmã. A cura não modifica a estrutura da pessoa naquilo que é próprio de Deus. Tanto é que Marta sai com o mesmo impulso de resolver as coisas que existia antes nela e chama Maria, e agora é a vez de Jesus curar Maria. Maria vem e toca na afetividade de Jesus. Jesus chora diante da dor de Maria. Quantas vezes diante da dor de uma pessoa, a única coisa que podemos fazer é chorar junto? E ali naquele momento Maria também é curada.

Jesus amava muito Lázaro e sua família, com quem Ele gostava de estar. Ninguém ficou em dúvida deste amor, mesmo Ele tendo se atrasado para vir, pois os corações ali foram curados. Jesus cura as lepras, Jesus resgata a vida, tira do túmulo e dá nova vida. Nós temos os exemplos de pessoas que estão no fundo do poço e Jesus traz a nova vida, assim como Lázaro estava naquele túmulo, envolvido em faixas e acontece a cura completa, assim pode acontecer conosco.

Marta recebe a cura física, Maria a cura psíquico-afetiva e Lázaro a cura espiritual. É isso que Jesus faz em 'Bethânia' e quer fazer em você e em todos da sua casa, para que aconteça o novo em sua vida. Nós temos que tomar posse desta verdade: Jesus quer dar-nos cura integral, pois Deus quer nos dar vida plena. Por isso 'Bethânia' é lugar de vida plena, 'Bethânia' quer transformar o seu jeito de se alimentar, o seu jeito de dormir, o seu jeito de se relacionar com os outros. Quantas pessoas vivem no trabalho, dia e noite, e trazem no coração uma boa intenção de dar o melhor à sua família, porém não saboreiam a vida.

Quantos pais não têm tempo para estar com a família, não se lembram das coisas significativas dos filhos, não tem tempo para viver e saborear a vida. A cura que Jesus fez em Betânia naquela família, Ele deseja fazer em nós. É preciso rever o que precisa de cura em nós. Deus fez uma cura no padre Léo como fez com Marta.

Quando conheci padre Léo, ainda como seminarista, ele pesava 120 kg. No seminário chamavam o padre Léo de “coisa gorda”, ele ria, brincava, não se incomodava e fazia piada de si mesmo. Comia à vontade, bebia, fumava. Ele já havia nos contado isso algumas vezes aqui na Canção Nova.

Quando começou 'Bethânia', o padre Léo permitia até que os filhos de 'Bethânia' fumassem, porém Deus o tocou e ele foi se revendo, foi mudando os seus hábitos, suas maneiras e foi modificando, modificando, e Deus fez a cura nele, a cura de Marta. Deus fez que o Léo vivesse no extremo várias situações na vida para que servisse de exemplo para nós. Olhando para a vida que ele viveu, nós vemos que é possível ser transformado. E muitas vezes nós não acreditamos que muitas coisas de nossas vidas podem ser transformadas.

Deus nos ama e por isso somos curados plenamente!
Foto: Eliziane Alves

O padre Léo foi afastando da vida dele até os relacionamentos que o afastavam de Deus, e só conservava as amizades que o levavam a ser de Deus. Eu me lembro de diversas curas que Deus fez no Léo com as perdas daqueles que ele amava. Quantas vezes Deus também quer fazer isso em cada um de nós? Assim como também fez em Maria irmã de Lázaro, Deus quer fazer com que aprendamos a lidar com as perdas.

Só poderemos ser felizes se de fato aprendermos viver como Jesus, dando a vida, se gastando, desprendendo-nos do que não é essencial. Deus quer fazer em cada um de nós as curas que fez em Marta e Maria. Todos nós precisamos, seja quem formos, de uma vida saudável, e 'Bethânia' é esta vida que nos ajuda a ter uma outra postura de vida, para que tenhamos a vida plena, a vida em abundância. Por isso, não se contente em viver no pouco. Saiba que você só experimentará a cura interior se você tiver a certeza de que Deus ama você e que Ele vem ao seu encontro com o amor infinito, que motiva você ir além das difíceis situações te impulsiona.

Não importa as situações de morte que você vive agora, não pense que Jesus se atrasou e por isso você ainda não se livrou desta situação. Faça a pergunta em todas as situações: onde eu posso ser curado, diante desta situação?

Jesus nunca se atrasa, Ele quer dar a cura a todos nós.

Temos que ter a certeza de que Deus nos ama e por isso somos curados plenamente!

Transcrição: Flávio Costa


ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:
(12) 3186-2600


Padre Vicente Neto


Sacerdote da Comunidade Bethânia

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo