Casais, não tenham medo da vida

Professor Felipe Aquino
Foto: Maria Andrea / cancaonova.com

Deus faz a vida se multiplicar, inclusive dos animais e plantas. Ele é a vida e tudo depende d'Ele, mas somente a vida humana é a imagem e semelhança do Senhor. Cristo é o primogênito de toda a criação e nós somos predestinados a ser a semelhança de Jesus. No Salmo 126, 3-5 lemos: "A herança que Javé concede são os filhos, seu salário é o fruto do ventre: os filhos da juventude são flechas na mão de um guerreiro. Feliz o homem que enche sua aljava com elas: não será derrotado nas portas da cidade quando litigar com seus inimigos.”

Hoje, caiu sobre nós o controle de natalidade, que está acabando com a humanidade, pois morre mais gente do que nasce. O mandamento de Deus diz: “Crescei e multiplicai”, mas este mandamento está sendo pisado pelos homens. Dos 37 países na Europa, nenhum deles têm um controle de natalidade maior do que 2,1 e o Brasil está indo por este caminho. Na Itália e no Japão já existe uma preocupação com isso, a ponto de, nas cidades, colocarem anúncios para que se tenham mais crianças. Há um egoísmo mórbido que tem alimentado o coração de muitos casais.

Sabemos que, na Sagrada Escritura, lemos que os filhos são dons de Deus, e o Catecismo da Igreja Católica (CIC) diz: “O dom mais excelente que existe é o da paternidade”. Portanto, irmãos, tenham filhos o quanto puderem. Não coloque como empecilho em sua paternidade a sua acomodação.

A Igreja Católica é a única instituição que diz esta verdade: tenham filhos. Há muitas mentiras sendo espalhadas pelo mundo, como a falta de alimento, mas pesquisas mostram que, em todo o mundo, milhões de alimentos são desperdiçados. São, mais ou menos 1,3 trilhões de toneladas. Não blasfeme dizendo que o Senhor não nos dá alimento. Se existe fome no mundo, o culpado não é Deus, mas somos nós. O mundo tem quadruplicado a produção de alimento.

Outra mentira é dizer que não há mais espaço para tanta gente no mundo. Os demógrafos dizem, em seus estudos, que a terra está vazia. No Japão, há mais de 300 pessoas por quilômetro quadrado; já, aqui no Brasil e nos países da América Latina, este número não passa de 20 pessoas por metro quadrado. Sabemos muito bem que, mesmo com tanta gente no país, o Japão é desenvolvido. Lá, 65% da população tem curso superior, enquanto no Brasil apenas 15% das pessoas o possuem, ou seja, para ser um país desenvolvido não precisa ter o controle de natalidade.

A maior riqueza de uma nação é o seu povo, ou seja, a sua educação, sua cultura. Não podemos ser escravizados pela mentalidade mesquinha que quer resolver os problemas eliminando ou destruindo a vida. Os Papas, na história da Igreja, revelam isso como a cultura da morte, querem usar dela para resolver os problemas da vida.

A Lei de Deus é esta: os filhos são uma bênção! Para você, que é um casal jovem, eu lhe digo: não tenha medo de ter filhos. O Papa João Paulo II disse: “Não tenham medo da vida!”. Santa Catarina de Sena foi a vigésima segunda filha dos seus pais, ou seja, se os pais negassem seu nascimento, a Igreja não teria esta grande doutora da Igreja.

"A Igreja vê as famílias numerosas como sinal de bênção"
Foto: Maria Andrea / cancaonova.com

A Igreja nos ensina que, por um certo período de tempo, é possível, sim, fazer o controle de natalidade pelo método natural [Método Billigns], seja por questões de trabalho ou de saúde, mas, assim que estas se resolverem, voltem a ter seus filhos! Não é por falta de comida, água ou espaço que não se tem tantos filhos, mas por falta de amor. Você, que é um casal cristão, bem casado e que se ama, tenha quantos filhos vocês puderem, não tenham medo. O CIC nos diz: “A Igreja vê, nas famílias numerosas, o sinal da bênção de Deus e da generosidade dos pais”.

Não tenham medo da vida, mas sim da cultura da morte. Dos dez mandamentos que o Senhor nos deu, um deles é para os pais: “Honrar pai e mãe”. Na primeira tábua que Moisés recebeu de Deus, haviam três mandamentos relacionados diretamente a Deus, que são só três primeiros. Já na segunda tábua, os outros sete mandamentos são para os homens. Mas o que é honrar? É amar, respeita e cuidar. Há milhões de crianças, em todo o mundo, órfãs de pais vivos.

 

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Prof. Felipe Aquino


Doutor em engenharia mecânica, pregador e escritor

Facebook
Twitter
Blog

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo