Cheios de Deus

ORAI E VIGIAI, nono passo da Pastoral da Sobriedade.

Às vezes em um minuto você perde a vida, em um minuto você fica grávida, em um minuto pode acontecer uma coisa. A oração deste passo é : “Senhor, orando e vigiando para não cair em tentação seremos perseverantes nos seus ensinamentos. Dai-nos a paz!

Deus nos coloca em escuta, Deus escuta nosso clamor, quando Jesus exorta seus discípulos no Getsemani: “Em seguida, foi ter com seus discípulos e achou-os dormindo. Disse a Pedro: Simão, dormes? Não pudeste vigiar uma hora! Vigiai e orai, para que não entreis em tentação. Pois o espírito está pronto, mas a carne é fraca”. (Marcos 14, 37-38).

É preciso estar de pé vigiando. Esse passo é o da manutenção. Precisamos estar de olhos abertos e se for preciso sair do caminho para não cairmos em tentação, e sempre mantendo a sobriedade. A cada dez pessoas que perseveram as dez se curam e se libertam dos vícios. Então perseverem!

Quando conhecemos a Verdade, não dá mais para voltar, assim como a canção: “não dá para voltar atrás e o mar é Deus e o barco sou eu…”

Essa liberdade é para servir, a nossa pastoral não é para nós mesmos e sim para servir com amor e na totalidade.

Denise


Silvane
Foto: Renan Félix

SERVIR, décimo passo da Pastoral da Sobriedade.

A nossa vida é um colocar-se a Deus “Senhor, servindo a exemplo de Maria, nossa mãe e mãe de todos, queremos gratuitamente fazer dos excluídos os nossos preferidos através da Sobriedade”. Sobriedade e paz só por hoje.

A Pastoral tem um programa para termos uma vida melhor. Talvez que você tenha o vício de álcool, drogas, novelas, internet, e tantas outras coisas que nos faz dependentes. Temos dependências diferentes, mas somos todos dependentes.

Quando você confessa seu erro e reconcilia, você renasce e é uma pessoa nova saindo do seu egoísmo indo ao encontro do outro. Não se contentando em guardar do amor de Deus, então anuncia o seu Salvador e libertados que o transformou.

Você é convidado a colocar sua vida a serviço aos irmãos. A oração desse passo nos leva à Maria, mãe de Deus. Ela que intercede por nós: A passagem bíblica deste passo é a visitação de Nossa Senhora a sua prima Isabel. “Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo”. ( Lucas 1, 40-41). Maria é o nosso primeiro sacrário vivo. Maria foi à casa de Isabel para servir.

Você que serve na pastoral está colocando sua vida a serviço do reino. Não tem como guardarmos essa vida nova. Acreditamos que todo mundo tem jeito. É necessário nos unir e dizer sempre ‘sim’ ao nosso Deus. Sempre aprender na escola de Maria, que é a mãe da misericórdia. Maria compreendeu a vontade de Deus em sua vida e perseverou. E você tem perseverado?

Quantas vezes desistimos por poucas coisas. Deus quer precisar de cada um para fazer o seu Reino acontecer, para viver na plenitude maior no céu.

Vamos dizer sim a Deus?

Silvane


Padre João Claudio
Foto: Renan Félix

CELEBRAR, décimo primeiro passo da Pastoral da Sobriedada.

Na Eucaristia seu ponto de partida e de chegada. O décimo primeiro passo é a centralidade da fé. A Eucaristia é o centro e ápice da vida da Igreja.

A oração deste passo é: “Senhor, celebrando a Eucaristia em comunidade com os irmãos teremos força e graça em perseverarmos nesta caminhada. Alimenta-nos no Corpo e Sangue de Jesus”. A Eucaristia é a sublime graça.

Santa Eucaristia são as três pessoas da Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). E na Eucaristia seremos um só coração. Temos um Deus maravilhoso que se dobra a nós e nos une como irmãos. Na mesma casa somos filhos do mesmo pai e herdeiros do mesmo reino. O Senhor é aquele que é o sentido da pastoral que é a força e o remédio.

Todos nós nos reunimos para celebrar a centralidade do amor. Deus veio e vem e virá sempre em cada Eucaristia. Um Deus que não é orgulhoso e se dobra para ser ‘pão’; que não só alimenta o corpo, mas alimenta a alma.

A você que desanimou da caminhada, vá até a Eucaristia, pois Deus quer lhe dar um novo ânimo espiritual, porque os nossos irmãos não podem morrer. Há pessoas que precisam de você.

Escolhe pois a vida, escolhe pois a Eucaristia! Ele deve se tornar a sua vida, porque se não estivermos cheio dela, o que você dará? Dar você mesmo? Você sabe que é limitado. Só poderemos dar Nosso Senhor Jesus Cristo!

Na pastoral da Sobriedade precisa de pessoas cheia de Deus, cheia do Espírito Santo. Saia de si e encontre Jesus nos olhos dos irmãos, dos dependentes, dos viciados.

Padre João Cláudio

 Transcrição e Adaptação – Eliziane Alves

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo