Chuva de Avivamento

Ironi Spuldaro
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Meus irmãos, vamos pedir ao Espírito Santo, o doce hóspede da alma, que derrame sobre nós toda a Sua doçura.

Diga comigo: Jesus, quero viver, nesta tarde, uma experiência de avivamento. Quero mais do Senhor e menos de mim. Quero, a exemplo da Virgem Maria, ser cheio do Seu Espírito Santo, pois sei que, na minha fraqueza, o Senhor me faz forte, tenho o maior Defensor do mundo. Eu tenho o Espírito Santo, eu sou morada do Espírito Santo.

Amados, quero apresentar a vocês um pouco sobre a vida da beata Helena Guerra. Para quem não sabe, ela foi uma verdadeira apóstola do avivamento, escreveu inúmeros tratados, cartas, convidando o mundo a se consagrar ao Espírito Santo. Além de um vasto apostolado, ela fundou o Instituto das Oblatas do Espírito Santo e, no início do século XX, pediu a Leão XIII que consagrasse o mundo ao Espírito Santo de Deus.

Como essa beata, nós devemos nos consagrar inteiramente ao Espírito Santo, devemos ser apóstolos do avivamento. O evangelista São Marcos nos ensina que: “Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. Eis os sinais que acompanharão aqueles que crerem: expulsarão demônios em meu nome; falarão novas línguas; se pegarem em serpentes e beberem veneno mortal, não lhes fará mal algum; e quando impuserem as mãos sobre os doentes, estes ficarão curados” (Mc 16,16-18).

Meus irmãos, nos dias de hoje precisamos de pessoas que se comprometam com uma vida no Espírito, tendo em vista que muitos estão à margem, vivendo uma vida "light" e negando a verdade. No entanto, a graça que o Senhor derrama sobre nós é para que vivamos a santidade, cheios do Espírito Santo.

Não basta ser cristão, batizado. É preciso ser santo! Esta é a ordem de Deus para nós neste tempo de relativismo e mediocridade. É hora de anunciar, com coragem, o Evangelho do Senhor, porque a humanidade de hoje precisa ser cheia do Espírito Santo. Nossa vida precisa estar alicerçada na sabedoria divina, que vem do Espírito Santo.

"Não basta ser cristão. É preciso ser santo", exorta Ironi Spuldaro
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

 : Veja + fotos no Flickr
:: Comente as fotos no Facebook

 

O Documento de Aparecida, no parágrafo 552, nos chama a: “Recobremos, portanto, o "fervor espiritual", a conservemos a doce e confortadora alegria de evangelizar, inclusive quando é necessário semear entre lágrimas. Façamo-lo, como João Batista, como Pedro e Paulo, como os demais Apóstolos, como essa multidão de admiráveis evangelizadores que se sucederam ao longo da história da Igreja, façamos tudo isso com ímpeto interior que ninguém e nada seja capaz de extinguir. Seja essa a maior alegria de nossas vidas dedicadas. E oxalá o mundo atual – que o procura às vezes com angústia, às vezes com esperança – possa assim receber a Boa Nova, não através de evangelizadores tristes e desalentados, impacientes ou ansiosos, mas através de ministros do Evangelho, cuja vida irradia o fervor de quem recebeu, antes de tudo em si mesmos, a alegria de Cristo e aceitam consagrar sua vida à tarefa de anunciar o Reino de Deus e de implantar a Igreja no mundo". Recuperemos o valor e a audácia apostólicos”. A beata Helena Guerra viveu com coragem uma vida no Espírito Santo, e a exemplo dela precisamos transformar em ação, o que o Documento de Aparecida nos ensina: recobrarmos o fervor espiritual".

A Igreja primitiva cresceu, pois os primeiros cristãos testemunharam, com fé e ousadia, uma vida cheia do Espírito Santo de Deus, e os sinais acompanhavam o dia a dia deles. Hoje o Senhor está restaurando muitas pessoas, realizando sinais em nosso meio, muitos estão sendo curados e libertos pela força do Seu Espírito Santo.

Abra-se ao Espírito Santo, peça ao Senhor a graça do batismo no Espírito Santo e receba a vida nova que o Senhor quer lhe dar.

Deus nos abençoe!

 

Transcrição e adaptação: Ricardo Gaiotti

 


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE (12)3186-2600
OU
EM NOSSA LOJA VIRTUAL



Ironi Spuldaro


Membro do Conselho Nacional da RCC Brasil

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo