Clima de reflexão

Homilia do padre José Augusto na Missa de Quarta-feira de Cinzas na Canção Nova, após o Acampamento de Carnaval.

"Misericórdia ó Senhor, pois pecamos" (Salmo 50).

Percebam como a Igreja está hoje, a melodia do Salmo é uma melodia triste. O clima da Igreja é este, entramos num clima de reflexão, não é de alegria, gritos, é de tristeza.

Deus é amor, é bom, mas nossas atitudes não são boas diante d'Ele, e a Igreja está dizendo a este Deus que é bom: "Tende piedade". Nós não vamos chegar pulando diante de Deus pedindo perdão, não é tempo de os católicos ficarem dançando com euforia, são quarenta dias de "tristeza". É tempo de os cristãos estarem revestidos de cinzas pedindo a Deus perdão.

'Quaresma é tempo de silêncio', afirma padre José Augusto
Foto: Elcka Torres

Por ser quarenta dias, temos a tendência de esquecer. Antigamente se levava mais a sério esse tempo, agora vivemos a Quaresma sem esse clima de tristeza. 

“Agora, diz o Senhor: "voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos” (Joel 2, 12).

Por que lágrimas? Porque o povo vivia longe de Deus. O pecador vai diante do Senhor, chorando, quarenta dias de choro, lágrimas.

“Tocai trombeta em Sião, prescrevei o jejum sagrado, convocai a assembléia; congregai o povo, realizai cerimônias de culto, reuni anciãos, ajuntai crianças e lactentes; deixe o esposo seu aposento, e a esposa, seu leito” (Joel 2, 15-16).

Vamos nos reunir para rezar, Deus nos está pedindo isso. É preciso olharmos como estamos diante d'Ele.

É preciso fazer penitência. Existem pessoas que não conseguem viver sem música, então façam penitência de não ouvi-las ou escutem músicas da Paixão de Cristo para refletir. É tempo de dizer misericórdia, é tempo de pararmos e refletirmos como estamos diante de Deus.

Hoje é dia de jejum e todas as sextas-feiras desses quarenta dias devemos fazer jejuar. A Igreja é mãe, para quem tem de mais 60 anos ela libera o jejum. Quem está sob prescrição médica não tem como fazer jejum, mas quem tem saúde a partir de hoje é dia de fazê-lo.

O que fazemos no tempo quaresmal? Existem três práticas que devemos fazer no período da Quaresma:

1ª prática é a esmola. Somos egoístas e pensamos somente em nós, acumulamos muitas coisas e não pensamos naqueles que precisam. Existe mulheres que possuem tantos sapatos guardados, roupas… Na Canção Nova fazemos o retiro da boa morte: na primeira quarta-feira do mês pegamos tudo aquilo que está acumulado e doamos para quem precisa.

2ª prática é o jejum. Fazemos o jejum, nos abstemos de comer; e o que fazer com a comida que não comemos? Temos de doar o que não comemos para quem não tem. De repente, fazemos aquele jejum, deixamos a comida na geladeira, e ela estraga e depois a jogamos no lixo. Tem gente que faz penitência de não comer chocolate, mas quando ganha o chocolate, guarda para comer na Páscoa. De que adiantou? Precisa doar para quem não tem.

3ª prática é a oração
. Estamos no tempo de rezar. Quem não reza, está na hora de rezar; quem já reza, precisa rezar mais, ler a Sagrada Escritura. Peça ao Espírito Santo para inspirar você.

Precisamos fazer essas coisas porque somos pecadores. Se não tivermos esses quarenta dias de reflexão, vamos achar que está tudo bem na nossa vida.

Quaresma é tempo de silêncio.
Vamos entrar no clima de oração e reflexão e vamos ver como estamos de verdade.

O Papa Bento XVI fala em sua mensagem da Quaresma: "Comentando a ordem divina, São Basílio observa que "o jejum foi ordenado no Paraíso", e "o primeiro mandamento neste sentido foi dado a Adão". Portanto, ele conclui: O 'não comas' é, portanto, a lei do jejum e da abstinência". Resumindo, ele diz que a prática do jejum nos leva a confiar em Deus e a evitar o pecado. O jejum deve nos levar a tomarmos consciência da necessidade do próximo.

Quero falar para a Comunidade Canção Nova, vocês sabem que temos um motivo para jejuarmos, por isso, não brinquem! Eu preciso levar a sério a questão do jejum este ano, não estou cobrando de ninguém, mas cada um sabe do que precisa. Temos um motivo para jejuarmos.


ADQUIRA ESTA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


Padre José Augusto


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo